Por uma Justiça mais competitiva

É sempre bom corrigir falhas do mercado. Pois bem, no concurso de falta de ética, ninguém no mercado português consegue jamais vencer o Correio da Manhã, pelo que o monopólio da devassa é praticamente seu, resultando daí chorudos proventos para o jornal. Ora, como sou a favor da concorrência, sugiro que, para corrigir essa deficiência do mercado, os interrogatórios judiciais a figuras públicas e/ou mediáticas passem a ser feitos em local público, por exemplo, no Coliseu dos Recreios (se calhar ser em Lisboa), com público portador de bilhete e com televisões a transmitir em direto – pagando por isso ao Estado direitos de transmissão. Sempre serão receitas que entram e que muito ajudarão o nosso depauperado sistema de Justiça. Dir-me-ão que estou a ser cínica. Que isso é um julgamento «na praça pública». Um auto de fé! E depois? Os sujeitos não merecem? Digam lá, não merecem?

Não vou tão longe quanto propor que, no final, o público presente se pronuncie sobre a condenação ou absolvição do sujeito interrogado e o público lá em casa também, através de votação eletrónica. Mas isso só não proponho … para já. Pelo evoluir do sistema, poderá parecer lógico que a Justiça se administre dessa forma democrática. Nessa altura, aqui virei fazer a proposta.

17 thoughts on “Por uma Justiça mais competitiva”

  1. eu já estou à janela com uma espingarda de pressaõ para os pássaros,para dar um tirinho a cada cretino que vai à tabacaria e sai com essa “merda” debaixo do braço.” faço isto ” por causa da inércia da gente decente deste país! até a justiça alinha nesta badalhuquice chamada “correio da manha”

  2. Há de fato coisas que não entendo. Não é ao nível do correio da manha , mas para lá caminha:
    “A TIAC defende a descriminalização da difamação desde 2013, quando realizou um estudo sobre a proteção de denunciantes em Portugal.” ( http://portocanal.sapo.pt/noticia/62513/ ).
    TIAC Transparência e Integridade Associação Cívica
    Quanto às sessões no Coliseu, não me parece que possam ser uma concorrência muito forte.. As pessoas têm que se deslocar e prefeririam a comodidade de olhar através da janelinha azul que temos em casa e o papel distribuído nas tascas do interior, que “fazem mais cabeça” ao pessoal do que aquilo que imaginamos. E torna-nos indignados e amorfos .
    Isto já não vai lá com paninhos quentes…

  3. Serei eu que estou doido ou esta escuta publicada no site do correio da manha, e que a Jasmin divulgou num post mais abaixo, é mais do que suficiente para deitar abaixo o processo contra o Sócrates?

    ( http://www.cmjornal.xl.pt/multimedia/videos/detalhe/pai_estou_farto_de_dormir_num_hotel.html )

    Então estes mafiosos de merda divulgam uma conversa que pretendem ser a prova da propriedade de Sócrates sobre a casa de Paris quando, ouvindo a dita conversa (entre o Sócrates, o filho e a ex-mulher), resulta claríssimo que a casa é de outra pessoa, o que deita completamente por terra a tese principal do MP?

    Porra, que isto não está perigoso, está perigosíssimo! Num país com uma justiça minimamente digna desse nome e com todas as instituições a funcionar, esta escuta bastava para anular imediatamente o processo, instaurar um inquérito à investigação, de que resultaria, inapelavelmente, a distribuição de uma esfregona a cada um dos investigadores e ao juiz de instrução, provado que ficaria a mais não deverem aspirar que não fosse a limpeza de retretes, e atribuir uma indemnização de milhões à sua vítima.

    O meu conselho a quem acredite nessa possibilidade é, porém, que arranje um sofá bem confortável e espere por ela bem sentado.

  4. Rasgar as vestes, agora?
    E a Sábado não publicou, há muitos meses?
    (Até me lembro, reparei na altura, que o arguido trata o MP por você…
    No meu tempo, daria cadeia… Os 3 dias do preceito!)

  5. Joaquim Camacho
    A minha tese é justamente essa.
    Na ânsia de tentar uma condenação na praça pública já que a investigação está em evidentes dificuldades para urdir uma tese acusatória que não seja demasiado, ou totalmente, ridícula, o Manholas e a sua Tv vão acabar por serem quem vai limpar a honra do homem ! Tal como já tinha acontecido com a calúnia da pretensa homossexualidade, agora completamente deitada abaixo pela necessidade de “provar” que ele era um sedutor que gastou fortunas com mulheres.
    É um caso em que a mentira, a difamação, a si próprias se desmentem.
    Eu não vejo razão alguma para impedir estes imbecis de continuarem a publicar as “provas”.
    Lembram-se do sucesso que foi a publicação daquele interrogatório pela revista Sábado no Verão ?
    Nenhuma defesa de Sócrates faria tanto e em tão pouco tempo.
    Sendo assim, tenham calma e saibam esperar.

  6. – Sofia Fava: “o dono da obra é quem lá deve ir” …
    – Sócrates: “mas ele já falou, porra” …
    – Fava :”mas não é só falar é ir lá” …
    – Sócrates “eu agora não posso ir, estou doente”
    – FAVA: “mas NÃO ÉS TU …e repete … Mas NÃO ÉS TU .. (quem la deve ir)”.

    E o rapaz
    – Filho: A casa quando estiver pronta vai ser vendida … e nós como vamos fazer ?
    – Sócrates: A casa vai ser vendida ?? quem te disse isso ? onde ouviste dizer isso ?
    – Filho: não vou dizer, tu não gostar que se fale ao telemóvel …

    Mas aonde é que a “investigação” vai com esta “prova” ?

  7. Ainda hoje surgiu nas bancas mais uma das tais revistas que, insinua haver mais
    um filho de José Sócrates, lido o artigalho nada a não ser má língua e devassa se
    encontra lá para cúmulo, está baseado no pasquim da manha … logo, o que está
    em causa é ganhar dinheiro com o nome do antigo P. Ministro de Portugal!
    Tão pouco, pode ser invocado o interesse público para semelhante publicação
    que, nada acrescenta ao que tem sido as suspeitas do M. Público, nem se compre-
    ende a existência de muitas das gravações que, são mera devassa dado não existir
    nelas matéria que possa ser carreada para o processo!!!

  8. Ó J Madeira

    Mas então o homem não era gay ???
    http://www.jornaiserevistas.com/capa/35/flash

    Estão a ver aonde quero chegar ? A calúnia a si própria se encarrega de se desmentir.

    E ninguém pensa que o pai do filho (a) dessa Sandra pode ser o Carlos Santos Silva ? ou o irmão falecido do Sócrates, de quem o Santos Silva era muito amigo (muito mais do que do Sócrates) ?
    Ah, já me esquecia … tudo é propriedade de Sócrates, até o corpo do Santos Silva é habitado pelo espírito de Sócrates.
    E se por acaso ele tiver uma dúzia de filhos secretos qual é o problema ? Talvez o problema seja o gajo que posa na capa ao lado dele não ter mais que uma namorada platónica depois de um casório falhado, hum ….

  9. Jasmin, parece-me servir como uma luva ao correio da manha a velha tese do burocrata Lenine, de que o burguês, na ânsia do lucro a qualquer preço, era capaz de vender ao proletário a corda com que este jurava que o iria enforcar.

  10. Penelope por favour acorde !
    A transmissão em directo dos julgamentos é há muito prática comum nos Estados Unidos e não só.
    A Sky News recentemente ofertou-nos, graciosamente e para nosso bem e elevação, o do Oskar Pistorious na Africa do Sul. Os detalhes foram suculentos, acredite, e a unica coisa que não filmaram foi a Juíza, sabe-se lá porque razão. Portanto é só esperar que os Portugueses chegam lá, porque nestas coisas da modernidade não ficam atrás de ninguém.

  11. penélope,desculpe a deriva.cheira-me que o portugal de marcelo vai ser uma festa! no bom e no mau sentido.aguardemos…

  12. A casa não é de Sócrates….
    A casa não é de Santos Silva…
    A casa não é da ex….
    A casa não é do filho…
    Querem ver que com todas as preocupações desta gente sou eu quem acaba por ficar com esta casa de Paris? Pinta de amarelo Socrates… Coloca azulejo azul Uva… Oh Santos, sirva-nos que somos amigos, mas rasgue os papeizinhos da nossa amizade

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.