Então não é que o Sócrates mandou o juiz dar uma entrevista?

Não é sem fundamento que se acusa o Correio da Manhã de ser um esgoto a céu aberto. Mas é pior do que isso. É um agente ao serviço da degradação da Justiça em Portugal. Então um juiz resolve, por sua livre vontade, dar uma entrevista para dizer, entre conversa mole, que um arguido cujo processo tem em mãos esconde dinheiro em contas de amigos, ao mesmo tempo que, decorridos mais de três anos de investigação, não surge acusação alguma por parte do Ministério Público contra esse mesmo arguido; arguido este que, numa encenação humilhante, foi mandado para a prisão durante quase um ano por esse mesmo juiz, com o fundamento de que havia indícios sólidos da prática de crimes de corrupção e branqueamento de capitais, entre outros, dados como provas irrefutáveis de crime pelo jornal, que todos os dias o acusa, julga e condena; o visado protesta e apresenta queixa das declarações públicas do juiz, recorde-se, num contexto em que continua a não haver qualquer acusação sobre qualquer matéria “noticiada” pelo dito jornal; pede em seguida o afastamento do juiz, cuja entrevista mais não visava do que pedir que o afastem, tal a impossibilidade de desconhecer as implicações das suas declarações. E o que diz o pasquim? Que o arguido tenta decapitar a investigação. Bate tão certo tudo isto!

Com Marcelo mudo e calado e na falta de solução para bestialidades destas, como é? Tudo bem e… embrulham-se castanhas com o papel?

35 thoughts on “Então não é que o Sócrates mandou o juiz dar uma entrevista?”

  1. E mais , segundo a pgr prolonga-se o prazo por mais meio ano.
    Porquê?
    – não pela complexidade do processo mas :
    – porque novos e muito recentes indícios surgiram agorinha mesmo.

    E, ao fim de três longos anos, um ano de detenção em Évora ainda falta receber cartas do estrangeiro e ouvir e preparar milhões de registos em papel, digital e audio mais as investigações e, naturalmente escutas, que o mãnhas fez em Paris e ofereceu ao ministério público.

    Só agora José Sócrates resolve decapitar carrascos do seu bom nome e dos seus??????????????

    Volto a manifestar apreço pela SIC.
    Em boa hora deu oportunidade ao juiz de mostrar ao que há tanto tempo anda :
    – acusação moral sem factos que veio à praça pública corroborar.

    Quanto a marcelo nada sério se espera de tanto folclore e beijocada.
    Bem como do topo da justiça de lacinho de vaqueiro ao pescoço debitanto cartilhas sem nexo.

  2. Penélope, é sempre bom sabermos do que falam os senhores sôtores na televisão: que «esconde dinheiro em contas de amigos», obrigado. Não te posso obsequiar com um agradecimento igual é quando ecoas, digamos que num estado primitivo como se existisse neste caso uma tela em branco, «cuja entrevista mais não visava do que pedir que o afastem», uma tese mais sofisticada complexa (eu digo aquilo na SIC, o Conselho Superior do Ministério Público abre-me um processo disciplinar e eu assino a carta de despedida e agradeço ao Dr. Delille para ele passar a informação ao Dr. Araújo e que lhe diga que eu ainda vou a tempo de semear nabos no meu quintal). É uma tese sofisticada mas é uma tese sem pés nem cabeça, que surgiu sabe-se lá de onde, e que tem um problema: é que nada disso vai acontecer, deverias saber.

    Nota. A não ser que te referisses ao enésimo recurso que deu entrada no Tribunal da Relação de Lisboa, vindo dos advogados de defesa, o que se não estou em erro careceria que o MP ou o dito super-super dissessem claramente que o amigo era o Tio Patinhas e que era o ex-PM. É uma tese sem pés nem cabeça que surgiu sabe-se lá de onde, outra, mas que tem um problema: ler supra, deverias saber.

  3. Erros meus, má fortuna.

    Penélope: é o Conselho Superior da Magistratura que reúne no próximo plenário de 27 de Setembro, é claro. Mas ainda vão a tempo de semear os nabos para quem vive no Norte, como é o caso do mundo rural da Jasmim, ou umas alfaces, beterraba, cebola, cenoura, couves, ervilha e nabiças como aparentemente sucede com o super-Carlos Alexandre e que vive no Sul.

    Calendario de sementeiras – AGROBIO
    http://www.agrobio.pt/pt/calendario-de-sementeiras.T906.php
    (obrigado à Agrobio, aprende ó Jasmim)

  4. Que o Correio da Manhã é um tecido de inépcias, estamos cansados de o saber. O que me deixa curioso é o seguinte : que reacção ao certo vocês esperam do PR – quer se goste dele ou não, e eu até nem gosto -, que reacção v. julgam, ou mesmo imaginam, que ele pode ter ? Criticar o Correio da Manhã ? Criticar o Juiz ? Criticar o CSM ? Proclamar a inocência de Socrates ?

    A sério, estou curioso…

  5. «A que horas desta quinta-feira vai Marcelo comentar o caso Sócrates ou fazer uma visita ao gabinete de Joana Marques Vidal?»

    A pergunta original é do Valupi e está ali ao lado, Viegas.

    «Criticar o Correio da Manhã ? Criticar o Juiz ? Criticar o CSM ? Proclamar a inocência de Sócrates?», porra que lá voltaria o Valupi a chamar biltres a todos e a todas que ousassem meter-se com o sôtor Marcelo. Como diria o outro, livra!

  6. Por acho que, o Zarolho estagiário no M. Público voltou com outro “nick-name”,
    ocupa demasiado espaço na caixa de comentários sem qualquer utilidade prática!
    Cara Penépole tem toda a razão na análise feita sobre a má fortuna da “operação
    Marquês”, o caso começa a ser a realidade a ultrapassar a ficção numa Justiça a
    funcionar em roda livre! Está à vista a forcinha que o Presidente Celinho foi dar
    aos rapazes e raparigas do DCIAP … caímos no chamado sem-fim à vista!!!

  7. Madeira, mas que grande poema («acho que, o», «“nick-name”» aspado e virgulado e tudo, «utilidade prática» como as varinhas mágicas?, e já agora devolve a «má fortuna» ao Luiz de Camões e ao outro senhor que está ali em cima, pá, e diz lá onde é que está «a forcinha que o Presidente Celinho foi dar aos rapazes e raparigas do DCIAP», foi?, que caraças não sabia). A “culpa” disto é das cenas que o Valupi escreve no Aspirina B (ou, se calhar, não é porque estaremos perante mais um caso de alfabetização deficiente), cara Penélope.

  8. Ah, e gostei desse «chamado sem-fim» bastante poético também.

    Paz do Teu sorriso

    Vou sim!
    A este chamado sem fim
    Presente em todos os momentos
    Mesmo quando estou ausente de mim
    Tu me vens despertar os sentimentos

    Vou sim!
    Não mais hesitarei em colher
    Nas colinas a flor de cáctus
    Entre espinhos e a dor
    Ou no lago que reina a flor do lótus

    Vou sim!
    Entre gaivotas em vôos rasantes
    Nas marés vasantes
    Contemplar o final de tarde
    No poente sem nenhum alarde

    Vou sim!
    Admirar os descontraídos passantes
    Caminhando nas orlas
    Ou os distraídos viajantes
    Felizes com suas sacolas

    Vou sim!
    Buscar-Te nas peripécias
    De travessas crianças
    No jardim das acácias
    De mãos dadas Contigo, esperanças

    Vou sim!
    Encontrar-Te no templo
    No silêncio de um mantra, de uma oração
    No amor que me faz ao coração
    Na paz do Teu sorriso universal, amplo.

    Mas, sabes de quem vos falo?
    De Jesus Cristo.

    AjAraújo, o poeta humanista, em 27/10/09

  9. Há uns anos, aquando da vigência de Vale e Azevedo na presidência do Benfica, um sócio desse clube foi inquirido por um jornalista sobre o que pensava da actuação alegadamente ilícita do seu presidente. Resposta: “Pois, se for para bem do Benfica…” .

    Devo dizer que sou sportinguista, mas não considero este facto, absolutamente verídico e presenciado por mim através da televisão, de modo nenhum paradigmático do Benfica ou dos benfiquistas! Não se assanhem os benfiquistas. O Benfica aqui é um simples epifenómeno. A atitude do sócio é que é paradigmática da atitude que com frequência se vê aqui pelo facebook, tal como nas mesas de café e nas portas de tabacaria. Pessoas consideradas, pelo menos à face da lei, honestas, defendem e apoiam tudo o que seja necessário, lícito ou ilícito, verdadeiro ou falso, para ajudar a condenar quem elas, sem qualquer conhecimento de causa ou sequer terem alguma vez posto os olhos em cima dos infelizes, resolveram “condenar”! Ou então, tudo serve para salvar da condenação e do opróbrio público quem eles idolatram ou pertence ao mesmo clube político! Dum lado ou doutro a atitude é a mesma. A “justiça popular” na sua versão “pokemónica”…

    Mas é assim, temos de viver com isso, dirão alguns, conformados e, quem sabe, lá no fundo entusiasmados com a liberdade de poderem impunemente enxovalhar quem lhes der na real gana ou, pelo contrário, endeusarem quem lhes caiu no goto, seja por que razão for. Mas teremos mesmo?! Honra seja feita aos que não pactuam com isso e mantêm a sua imparcialidade nos comentários que entendem fazer, até como intervenção cívica despoletada por aquela atitude.

  10. Carlos Almeida, sem assanhamento sempre lhe pergunto: Porquê meter o Benfica ao barulho? Dentro do Sporting ou em qualquer outro lugar era-lhe difícil encontrar outro exemplo tão infeliz como aquele que deu? Aliás, para fazer o comentário que fez, com o qual até concordo, nem era necessário tal intróito.

  11. Eh pá, o Marcelo tem de piar fininho senão o Manholas mete-o a ele na fogueira.
    Ele, Marcelo, ia passar férias à casa do Espírito Santo no Brasil, do you remember ?
    Basta o Manholas pegar pela ponta desse novelo e bye bye Celinho !
    Quem tem cú tem medo, olaré !

  12. Ó Eric

    Ganda nabo me saíste tu, que julgas que se semeiam nabos, pá !
    O ar na garagem onde o MP guarda os processos está a ficar abafado e a falta de oxigénio está a atrofiar-te o cérebro. Se calhar é melhor levares os processos para estudares em casa como faz o teu amigo juiz de instrução. Se calhar isso é permitido por lei …
    E depois há fugas de informação …

  13. Por alguma razão o afilhado de Marcelo Caetano e, desde há pouco tempo, nomeado presidente da república das bananas foi visitar o DCIAP, onde decorre o processo “SEM FIM Á VISTA”, e não foi visitar a Procuradoria Geral da República. Afinal a intenção do afilhado de Marcelo Caetano era tão só dar o seu amém á vergonhosa e infindável perseguição a um adversário politico. Foi fazer umas “festas” aos procuradores e dizer-lhes que podiam prolongar o prazo pelo tempo que entendessem. E os rapazes assim fizeram. Mais seis meses e poderão vir mais seis e mais outros seis, já que este português não tem nada a ver com o português detido em Timor e que tem sido considerado “heroi” porque está impedido de sair do país e ainda não tem acusação. Nem Salazar mantinha os presos politicos em Caxias tanto tempo sem acusação e sem julgamento. O bananeiro está em perfeita sintonia com os outros bananeiros da ditadura judicial e aos “costumes” diz nada.

  14. Então agora o juiz está BLOQUEADO !
    Logo agora que os “crimes” PRESCREVERAM (Vale de Lobo) ou vão prescrever nos próximos 6 meses (OPA da PT).
    Ó meu Deus ! e eles escondem que andam a “investigar” crimes que já prescreveram !!!!
    Nenhum povo, por mais corno-manso que seja, merece ISTO.

  15. Pois é cara Penélope, na História não há registo de se terem feito revoluções com cravos, mas sim com sangue. Nós por cá até ficámos muito satisfeitos por não terem rolado cabeças, mas a realidade é que as sementes ruins, que não foram eliminadas, germinaram, e com mais vigor. A maior parte da estrutura que domina a Justiça em Portugal germinou dessas mentes criadoras dos Tribunais Plenários da Boa Hora (e outros) e delas aprendeu as práticas. Temos o que merecemos, infelizmente. E isto não é uma questão só de Sócrates, é uma questão de todos os que ainda acreditam que a Democracia é o melhor de entre todos os regimes políticos.

  16. Arquivar é capitular. Adiar é a única forma de resistir.
    E assim se encontram “ambos” os 4 metidos numa trincheira: o Juiz, o Procurador, o Inspector tributário, e a Procuradora-Mor do Reino.
    E tudo sob os olhares incrédulos e aterrados dos ferozes linchadores que durante meses se deleitaram com o que foram dando como certo. Por exemplo, o olhar de pânico do Pacheco Pereira é qualquer coisa de extraordinário … !!!
    Mas assim vão continuar os 4, ainda que cobertos pelo ridículo de estarem a “investigar” factos que já prescreveram, e pelos quais nunca vão poder deduzir qualquer acusação, ainda que fossem descobertos crimes …
    Ignoram que UM a UM, todos os 4, se vão juntar ao arguido na fogueira mediática que eles próprios lançaram. E como o arguido é o que tem a pele mais dura (e ainda por cima TEM RAZÃO), “ambos” os 4 vão arder primeiro que ele. Esturricadinhos, UM a UM. Este arguido vai dançar nas tumbas de todos eles.
    E vai UM: o Juiz !

    E vai uma bicada: “quando é que chamam ao processo a PJ que é o OPC que tem capacidade técnica para investigar as suspeitas de corrupção, hein ?” … pois, por alguma razão nunca o fizeram !

  17. os primeiros a arder são os que deram a cara, por ordem: calex, ró-ró e vidaleira. será conveniente circunscrever o incêndio a estes 3 focos para não alastrar o fogo ao matagal político e à floresta judicial. se o rescaldo não for bem controlado e o sócras continuar a soprar as brasas do calex, não vão haver canadéres que salvem os arbustos e os eucaliptos do estrado de direito. entretanto o cata-vento da presidência trabalha de ventoinha, precisa das boas graças daquilo que não arder, deve haver uns rabos de palha e o amigo para salvar, aquele que lhe dava quarto no brasil em troco duns almoços grátis. espero que o sócras não perca o folgo e que se fónixem todos para vermos se renascem das cinzas.

  18. Ó Jasmim, olha aqui uma adaptação especialmente para ti do poeta Alexandre de Araújo Madeira, um outro poeta humanista com sotaque de Mação, em 16/09/16.

    Vou xim, mas vou já!
    Que nunca me cansarei de pescar
    Nos ribeiros as belas trutas
    Mas tenho de chegar a caza deprexa
    E ouvir no meu hi-fi
    aquelas belas escutas.

    Gostas, Jasmim?

  19. A manchete do CM de hoje é o sinal de desespero de quem perdeu. A mentira e a calúnia perderam a subtileza, se algum dia a tiveram, e entram em território anedótico. Se fossem verdadeiras as afirmações imputadas ao Presidente da Lena, a acusação não precisava de dezenas de milhar de páginas, ficheiros informáticos, adiamentos e novas investigações. Há muito estaria entregue.

  20. É pá !
    Eu hoje de manhã quando ouvi a notícia da capa do CM na rádio pensei cá para mim:
    – Quanto tempo será que o Presidente o Grupo Lena vai demorar a vir a público desmentir aquela capa, hum ?
    É que já não é a primeira vez que se metem com os depoimentos do Grupo Lena (primeiro do donoJoaquim Barroca e agora este gajo que é o Presidente) e têm levado sempre nas fuças. Mas desta vez bate o record. É que a notícia não sobrevive ao dia em que foi dada á luz. Estão sitiados !

  21. Ó Eric

    Vai cantando, vai, que os teus amigos vão precisar que lhes cantes uma balada quando forem a caminho da terra fria …

  22. Ó Jasmim, por mim ninguém vai versejar mais sobre o Jota Cristo, as trutas do Carlos Alexandre, o poema do Cristiano Ronaldo, os da Isabel “insita” Moreira do pé quebrado e os aplausos da neta do Ferraz (que ainda não apareceu, noto), nem sobre o Diabo do Pedro Passos Coelho nem sobre o poema do Madeira ou, ainda, sobre o E agora, José? do Carlos Drummond de Andrade mas digo-te que, ali ao lado, está um vídeo divertido sobre os Pokémons do António Costa.

    Diverte-te, e deixa lá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.