Conforto não lhes falta – Passos fala estrangeiro

Vamos lá a saber. Como interpretará a grande maioria da população do nosso país as seguintes palavras do primeiro-ministro, ontem proferidas para as televisões:”o Governo está absolutamente confortado com a proposta” (feita pelo ministro da Saúde)?

Contexto: aumento das taxas moderadoras e “plafond” ainda não atingido.

«Questionado se os aumentos das taxas moderadoras que estão previstos não poderão deixar portugueses sem acesso à saúde, o primeiro-ministro respondeu que “não” e que “o Governo está absolutamente confortado com a proposta” feita pelo ministro da Saúde.» (ler no DN)

8 thoughts on “Conforto não lhes falta – Passos fala estrangeiro”

  1. É o caminho para o co-pagamento dos serviços de saúde que Passos Coelho prometeu na campanha eleitoral, que Sócrates denunciou e o povo decidiu aprovar por larguissima maioria, dando tudo à direita. Claro que o Seguro e todo o PS de Seguro não vão confrontar as pessoas com as suas escolhas, depois de terem sido avisados do que ia acontececer…por Sócrates. Aliás, o nome do ex-PM é palavra interdita para esta direçâo PS que renega o seu passado.
    O povo merecia, pelo menos, que alguém lhe dissesse que se enganou ou se deixou enganar.

  2. plafond em massamá quer dizer: valor total da consulta, preparem-se para o resto como no confisco de boas festas, ainda não se tinham recomposto e já távam a levar com dose dupla para o próspero ano novo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.