A campanha de Soares, quase em directo

Reportagem do jantar de ontem, em Almada. Segundo o candidato, “eles” andam por aí em pulgas “para conseguirem uma desforra da vitória terrível histórica que teve a direita em Fevereiro do ano passado”(os comensais aplaudiram). Dá para confirmar que Soares não morre de amores por Sócrates; ou talvez queira ultrapassar Louçã e Jerónimo pela esquerda.
Jorge Coelho não ficou atrás do mestre e adicionou a sua pérola: “em 1995, quando chegámos ao Governo, encontrámos o Alqueva escavacado e sem um único projecto, ou um escudo de apoio comunitário. E estava assim há 20 anos”. Ora deixa lá ver… 1995 menos 20 dá… pois; o período de desgraça engloba mesmo o consulado de Mário Soares como primeiro-ministro.
O secretário-geral é de direita, o candidato nada fez pelo Alqueva; com talking heads deste calibre, o PS não precisa de inimigos para nada.

4 thoughts on “A campanha de Soares, quase em directo”

  1. E o Pina Moura que nos quer vender à Espanha!
    O PS é um ninho de corruptos e de comadres zangadas que infelizmente teve o apoio popular para governar.
    Isto só vai de encontro ao que tenho defendido, que é o facto de o Povo português ter dado um tiro no pé nas eleições legistativas.

  2. Jorge,
    Por acaso até costumo ser leitor fiel. Mas juro que aquele post me tinha escapado…
    Apanhaste-me em flagrante plágio!

  3. Não me surpreende nem um pouco. A coisa é tão óbvia que o que me surpreenderia era se ninguém o tivesse escrito antes de mim…

    Acho que só mesmo o PS é que não se apercebe da completa falta de jeito de muitos dos seus dirigentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.