3 thoughts on “O sentido da epopeia (ou a falta dele)”

  1. foi um problema de dicção/audição. ele tinha estado a ler a sorte nas espinhas do peixe, naquela instância um mero, que tinha sido servido ao almoço (há quem diga que a garoupa é mais fiável, mas em época de contenção…).

  2. Que tristeza de debate, que debate mais amorfo. Este pateta alegre só me dá tristezas e assim… Cavaco segue em frente sem dizer NADA
    Cavaco ganha 1-0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.