Um passo em frente

«Há um ano o país estava à beira do estampanço e hoje está-se a discutir a melhor forma de criar condições para desenvolver Portugal», disse hoje Aguiar-Branco.

Faz-me lembrar aquela tirada de um político brasileiro: «O país estava à beira do abismo. Connosco, deu um passo em frente».

O Produto Interno Bruto de Portugal diminuiu 3,3% no segundo trimestre de 2012 relativamente ao mesmo período do ano anterior. A taxa de desemprego portuguesa atingiu os 15 por cento da população activa no segundo trimestre de 2012, o nível mais alto de sempre.

Sim, mas «hoje está-se a discutir a melhor forma de criar condições para desenvolver Portugal». Faz muita diferença! Quando se está a cair no abismo, não há nada melhor do que uma bela discussão.

4 thoughts on “Um passo em frente”

  1. O pobre diz «está-se» mas não diz quem discute nem é preciso discutir. Os passos perdidos estão à vista, são todos os passos destes pobres, todos perdidos.

  2. Peço desculpa pelo comentário anterior, mas senti-me irresistivelmente impulsionada a escrever algo completamente parvo face à intelectualidade dos comentários do nosso do Ministro sobre a situação do país… :(

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.