O delírio negro de Montenegro

Segundo afirmações de Luís Montenegro registadas pelos jornais, “estamos todos mais pobres” desde que a direita foi afastada do poder em 2015, altura em que, como se pode concluir, Portugal estaria mais próspero, com mais crescimento, menos desemprego e menos impostos. A “estagnação” é o que caracteriza hoje a situação do país, segundo o quadro negro que Montenegro traçou aos seus apoiantes numa festa de Natal em Ourém.

Por isso, seria necessária “uma verdadeira alternativa de governo a este comunismo e socialismo que governam o país” (sic).

A “excessiva dependência da visão comunista e bloquista da sociedade, principal orientação do PS português” (sic) é a responsável pela “situação dramática” (sic) que hoje se vive em Portugal, segundo Montenegro.

Como é evidente, Rui Rio não constitui, para ele, uma “verdadeira alternativa” à orientação comunista-bloquista do governo socialista. Na visão de Montenegro, a liderança de Rio tem contemporizado com o comunismo-bloquismo que domina o governo de Costa.

O pretendente ao trono laranja vai continuar neste registo delirante e paranóico até às directas de janeiro e ao congresso de fevereiro de 2020, altura em que se vai decidir quem toma as rédeas do que resta do PSD. Se Rui Rio vencer, Montenegro poderá exilar-se no Chega, que certamente não deixará de franquear as portas a uma alma gémea de Ventura. Mas se Montenegro derrubar Rio, o Chega já não terá razões para continuar a existir e Ventura poderá regressar triunfalmente ao partido onde se formou como político. Montenegro a caminho do Chega ou Ventura de regresso ao PSD? — eis a questão.

10 thoughts on “O delírio negro de Montenegro”

  1. Elegem-no pá…Este é um tipo ressabiado, mal educado, na linha da Cristas, esta tão deslumbrada consigo própria acabou líder de um partido indigente! Beneficia do apoio da quase totalidade dos OCS, estes que branquearam um governo que provocou a maior recessão dos últimos 50 anos da história de Portugal, com um ministro das finanças a demitir-se explicitando numa carta o seu falhanço completo na politica económica e a sua falta de credibilidade. escrito pelo punho do próprio…o único governo a entregar o país mais pobre do que quando o recebeu….elejam o tipo…

  2. Não podemos eleger putos mimados (e idiotas) para governar Portugal!
    Não chega o que tivemos de Passos +Montenegro+Cristas?

  3. O que o Sr. Luís Montenegro está é com saudades dos Orçamentos Rectificativos, do Pagamento dos Subsídios em Duodécimos, do saque escandaloso que fizerem aos Fundos da Segurança Social, da Promessa de mais cortes nas Pensões e, quiçá acabar com elas, no aumento dos impostos criando sobretaxas à moda salazarista… Para gente de Direita tudo isto lhes dá um prazer sádico porque gostam de ver as pessoas a passarem mal para eles viverem à grande e à francesa e no meio de tantas dificuldades que eles inventam as pessoas, tornam-se mais dóceios e acobardam-se mais, é isso que eles pensam. Melhorar o nível de vida das pessoas, dos idosos, da juventude e dos trabalhadores isso é muito perigoso, isso é comunismo.

  4. montemerda, toino bosta e esquerda extremista, é o que temos – situação normal num país atolado numa dívida abismal e delirante.

  5. Não se deve perder tempo com os delírios e devaneios do Montecoiso que,
    se deixou fotografar com o avental da tal loja, ao que consta, ele limitava-se
    a limpar os copos dos oradores!
    As frases que vai papagueando parecem retiradas do glosário salazarento,
    contra os comunistas, bloquistas e socialistas, marchar, marchar marchar!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.