Vinte Linhas 778

Dia 05-05-05 ou Sete anos passaram num instante

Faz hoje (5-5-2012) sete anos que uma noite mágica marcou um número mágico (05-05-05) e, em Alkmar para a Taça UEFA, Miguel Garcia marcou um golo no minuto 120 do jogo AZ-SCP. Cada ingresso custava 27 euros, o jogo foi às 21 horas e eu mandei dois bilhetes para o Fernando Venâncio que lá esteve num espaço definido como «visitors area» rodeado de Portugueses a festejar no fim dos 120 minutos, aquela que foi uma das derrotas mais felizes da vida da equipa «A» do Sporting Clube de Portugal. Sete anos passaram num instante. O Miguel Garcia da fotografia tirada em 1998 no campo nº 2 de Alvalade, o Miguel Garcia do jogo contra o CADE no Entroncamento em 1999, o Miguel Garcia de Alkmar em 2005, está hoje na Turquia. A família de Miguel Garcia transferiu-se de Moura para Lisboa : seu pai foi trabalhar num café, sua mãe num colégio de crianças. Eles sentiam que só estando perto do filho o poderiam apoiar em termos efectivos e também afectivos. Muitos anos mais tarde a família mudou-se de nova mas agora de Moura para Alcochete onde fundaram um restaurante de comida típica alentejana. Poucos meses depois dessa mudança Miguel Garcia foi afastado da equipa «A» do Sporting e foi jogar para Itália. Onde não foi feliz porque se lesionou logo.

Pelo meio esse tal jogo de Alkmar em 05-05-05 com o célebre golo ao minuto 120. Ao colocar esta foto de 1998 recordo todo um tempo anterior quando o jovem «iniciado» Miguel Garcia jogava mais avançado num 4x3x3 onde a camisola nº 11 lhe assentava bem. Tanto nos «juvenis» como nos «juniores», Miguel Garcia jogou atrás do ponta-de-lança. Em Massamá no dia de aniversário do Senhor «Juca» o «júnior» Miguel Garcia deu a marcar uma série de golos que ofereceu ao aniversariante Júlio Cernadas Pereira de seu nome civil. Eu estava lá.

13 thoughts on “Vinte Linhas 778”

  1. não percebi pêva do poste, mas dá para concluir o habitual, um ou mais jogadores da bola que foram famosos à pala do bronco da benedita que reverteu os supostos favores em almoços por conta. oh pázinho! não tens mainada que fazer? guive mi a breique, vai trabalhar malandro!

  2. Mais um erro do Sporting.Fez uma excelente epoca no Braga, e ainda lhes rendeu bom dinheiro.Um clube como o Sporting,não se pode dar ao luxo de ter 26 jogadores todos do mesmo nivel.Fica caro ,e é incomportavel.oito jogadores acima da media, com treinador competente os restantes podem vir da formação ou mais baratos de outros clubes até da segunda divisão.Isto que eu estou a escrever é confirmado pelo Braga,que não tem nenhum jogador acima da media,e muitos deles foram rejeitados pelos seus anteriores clubes.Em quatro anos ficou 2 vezes á nossa frente. Não se pode é vender jgadores ainda bébés por 2 milhoes jogadores que mais tarde renderam r 2o milhoes.Aqui também está justificado os campeonatos ganhos pelo Porto.Vende bem e compra melhor.Hulk,Moutinho,James e Fernando quanto não vão render.Nota: Está mais uma vez enganado.Nem que fosse verdade,há materias que quanto mais se repetirem melhor será o futuro.Val desculpe o comentario,mas não entendo este procedimento.Quer meter a cabeça na areia?

  3. Caro Zé da Minda – Concordo consigo a cem por cento. Para jogar pelo 4º ligar basta a prata da casa e o Miguel Garcia era da prata da casa, nem mais.

  4. Toujours la même merde de ce mec, ó espèce de fumier!

    Qué que escrebestes ó gajo da Benedita? traduz lá essa trampa, para além do «eu», e o que é que tu queres prubare com isto. Bardas contigo, pah, até o homer simpson tem mais mioleira ca tue, carago.

  5. Gostei dessa
    “mandei dois bilhetes para o Fernando Venâncio que lá esteve num espaço definido como visitors area”
    Finalmente explica-se como é que esta gajo invadiu o aspirina. O Venâncio, promovido a «visitor», nao teve outro remédio senão metê-lo cá.

  6. Não fiquem admirados de eu não tecer quaisquer comentários a esta merda.
    Não percebi nada, mas nada mesmo do que está escrito. Parece o meu neto de 4 anos a fazer redações, ou então, a Mónica a falar quando está bêbada.
    Só sei que é a respeito do Sporten. Mas sendo assim seria mais interessante crónicas como:
    “Porque ficámos em 4º. lugar depois de termos gasto balúrdios com trenador e jogadores” ou “O Sporten está mesmo falido e já deveria ter sido fechado de acordo com a lei?” ou
    “O Sporten afinal é um leão ou um lagarto? Talvez uma lagartixa, não?” ou
    “P´ro ano será melhor”

  7. O Miguel Garcia escreveu-me uma «SMS» nestes termos: «É verdade, passou muito rápido mas ainda me lembro como se tivesse sido ontem. Um abraço. Miguel»

  8. Ó connard, mete o sms do Miguel garcia no cu, tá bem?! O Miguel garcia devia era por-te a estrumar a cavalariça dos marranos, tá bém? O gajo se continua a dar-se contigo das duas uma: ou gosta de sofrer e pensa que assim chega mais depressa ao paraíso, purificando-se ou então, anda distraído e escreveu-te ou, ainda, pediste-lhe para te escrever. que sabes tu, ó «recente», ó último dos últimos, ó recente de la merde? Devias era casar com o sarkozy, faziam um belo par, páh.

  9. Ó connard, a Mónica tem nariz páh, de certeza que já te identificou. Chama torto e bandalho ao avô dela bais a ber se ela tolera, hein, ó barda? Lixo é stu, nem direito tens a reciclagem, fogo, tal o pivete da tua entranha que é má, francamente má, maldosa, cala-te ó TORTO. Mas algo me diz que te trabestistes, páh

  10. ó Voltaren, sinto-te como se fosses um macho forte e muito vigoroso. Nos meus adentros , pressinto que há em ti um presunto bem gostoso. O teu nome soa para mim como coisa dura, agreste, rude.
    Faz-me sentir segura e sabedora que não há dor no mundo que tu não podas curar, nem fogo que tu não podas extinguir.
    Doces sonos ó grande, maravilhoso e espantoso
    anal-gésico.

  11. Ó MÓNICA, desculpa lá , queu num bi a tua mensagem. Currare nun curro, mas analgésico, dizes bem, sou grande, marabilhoso e espantoso. mas fica-te pelos ensaios da imaginação, pázinha, ou então recorre à farmácia ou à sex shope, queu nun tô de serbiço pra tie, sou frade.o presunto é pata negra, filha, lambias-te toda só com a amostra, mas o
    priorezo diz pra eu num caír em tentaçãoe e tu lembras a assanhada, vulgo sinhã e tamém olinda, a gaja só fala de merda, grelos espigados e impotentes, já esgotei as salvé-rainhas à conta dela.oube, num peques, lê os mandamentos, minha filha, quando tiberes a caír na tentaçãoe, e a pensar em cousas duras lembra-te dos paus de marmeleiro, do século catorze e penintencia-te perante o Altíssimo.
    Deus nosso Senhor contigo, minha filha.

    Ó ZECA atão pá, já há operações hoje em dia, carago, bai ao sinhor dôtore lá da benedita e bais a bere que ele te endireita, carago.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.