Vinte Linhas 415

«Você tem-me cavalgado, seu malvado / mas não me tem posto a pensar como você»

Passam dois anos depois do escândalo do golo fantasma que ditou a vitória do Porto sobre o Sporting por 1-0 com um árbitro do Belenenses a ir à televisão explicar tudo (Jorge Coroado) pois a palavra deliberadamente é chave na interpretação da letra da lei. Um jogador caído no chão só faz cortes; não faz passes. Dois anos depois aí está novo escândalo. O responsável pelos árbitros que se calou como um rato depois do golpe do Algarve com aquele penalty fantasma que levou o Benfica ao colo na Taça da Liga, afirmou agora que esta era uma nomeação «normal». Mentiu. Este árbitro Duarte Gomes está envolvido num processo pois agrediu o treinador de guarda-redes do Sporting antes dum jogo Sporting-Setúbal depois de ter entrado pela baliza dentro dos «leões» no aquecimento. Também empurrou o «segurança». Se houvesse uma réstea de bom-senso nesse trambolho (Vítor Pereira) não teria nomeado este Duarte Gomes pois só atirou petróleo para a fogueira. Ontem ele poupou a expulsão ao Raul Meireles e foi lesto em dar dois amarelos ao Miguel Veloso em duas faltas mas esqueceu-se de mostrar cartão ao Tomás Costa quando este trambolho deu uma joelhada ao Caicedo e não mostrou amarelos aos jogadores do Porto que fizeram faltas violenta e sucessivas. Sei que isto está tudo montado pois por um lado o Porto tem que «ganhar sempre custe o que custar e doa a quem doer» e o Benfica investiu mais de 50 milhões de euros em jogadores e, tal como se viu em Leiria, esse investimento não se pode perder. Lembro-me sempre dos versos do Alexandre O´ Neill – «Você tem-me cavalgado seu malvado / mas não me tem posto a pensar como você / que uma coisa pensa o cavalo / outra quem está a montá-lo».

6 thoughts on “Vinte Linhas 415”

  1. Calma, o gajo até vos fez um favor, no próximo jogo o Polga não joga, e aí sim vão ganhar com alguma facilidade.
    Se o trambolho do Polga jogasse era golo sofrido nos primeiros 15 minutos, pela certa. E marcado pelo gajo mais pequeno da equipa adversária, de cabeça, e junto ao solo.
    Se jogar o Tonel esse mesmo gajo pequeno, não cabeceia, não vá o central confundir a cabeça com a bola.

  2. É pá tu vieste de fim de semana e esqueceste-te de regressar mas olha que mais tarde ou mais cedo vais voltar para o Hospital da Avenida do Brasil. Và lá mete-te no autocarro e regressa ao colete de forças.

  3. Quando vens choramingar pelos árbitros imagino-te de casaca preta e chapéu mole às cabeçadas ao muro das lamentações de Alvalade. A sério, não consigo parar de rir :-)

  4. Eu quero é ver quando se disputarem os jogos entre o Porto e o Benfica quem vai levar com as tendências de amamentação dos homens do apito.
    Pela mínima faltinha, toque, encosto… apitam a favor destes dois colossos da verdade desportiva, sacam amarelos e vermelhos, fazem caras de maus, etc. aos desgraçados que com eles jogam.
    Também a natureza dos artistas da bola que estes dois portentados exibem vão complicar em muito a roubalheira implementada:
    -Autênticos experts em fingimentos e simulações, contratações sábias para o universo do nosso campeonato.
    Vai ser giro, vai…

  5. Para quem leia: o meu comentário acima é para um celerado que aqui apareceu mas já foi removido. Um alucinado que voltou ao caixote de lixo de onde saiu…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.