Vinte Linhas 313

O exclusivo do Benfica em troca de uma noticia censurada

No passado dia 28 pelas 13 horas um jornalista do Diário de Noticias contactou o presidente do Getafe, Angel Torres por causa da contratação do guarda-redes Stojkovic. Durante a conversa (e sem ninguém lhe perguntar) o dirigente espanhol adiantou que Quique Flores lhe tinha dito o melhor possível de Quim guarda-redes do Benfica confirmando não ter problemas em prescindir dele pois tinha três jogadores de qualidade semelhante para o lugar. Alguém do Benfica, durante a tarde tentou desmentir que Quique Flores tivesse falado com o dirigente do Getafe sobre Quim. Já durante a noite um elemento do Benfica contactou o jornalista propondo a retirada da notícia por troca com um exclusivo mas sem revelar qual. No dia seguinte uma rádio conotada com o Benfica colocou no ar declarações do presidente do Getafe a confirmar que Quim lhe foi oferecido mas a desmentir, numa frase inacabada, ter falado com Quique Flores. Acto contínuo o site do Benfica emitia um comunicado em que o clube dizia estranhar as declarações proferida ao Diário de Notícias. A pesada máquina do Benfica funcionou mais uma vez. Como já tinha funcionado no falso centenário de 2004 e na paranóia das Ligas de 1935 a 1938 – como se o Campeonato de Portugal tivesse sido apagado da História do Futebol Português. Lembrei-me logo de uma cena do Eusébio que no meio da confusão dos festejos num dos campeonatos dos anos 60 agrediu um pobre adepto que só queria festejar. Pois no dia seguinte lá estava a «boa imprensa» no hospital a registar a entrega de uma camisola e de uma bola autografada. Isto já foi há 40 anos mas aquela gente não se cansa de tentar reescrever a história. Uma vez mais.

3 thoughts on “Vinte Linhas 313”

  1. Já estamos habituados. A questão dos Campeonatos – experimentais- das Ligas de 1934 a 1938, inicialmente fomentada pelo Ricardo Ornelas no Sports, só não é hoje discutida pelos revisionistas encarnados nos mass media por o benfica ter ganho 3 dos 4. Pendesse esta maioria para outro clube e veríamos o estardalhaço que fariam os amigos do Inocêncio.
    Por curiosidade, se a legalidade fosse reposta teríamos os cinco campeões nacionais, desde 1921/22 até à data, com estes números:
    benfica – 31 campeonatos
    FC Porto – 26
    Sporting – 22
    Belenenses – 4
    Boavista – 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.