Obrigado, MPT

pt%7Dmpt.gif

A democracia resiste aos canalhas e às canalhices. Porque a democracia é para todos, canalhas incluídos. Contudo, a democracia depende dos democratas. E eles são poucos, raros. Porque ser democrata é ser valente, ser justo. Como cada um poderá atestar por si, valentes e justos não são fáceis de identificar. Chega a parecer que não existem em lado nenhum.

No caso da marcação das eleições autárquicas em Lisboa para 1 de Julho, estávamos perante uma canalhice, organizada por vários canalhas e tendo a cumplicidade de uma mole deles. Estávamos, assim, num estado de normalidade democrática. Veio, então, o Movimento Partido da Terra lembrar que a democracia pode também ser anormal, onde uma minoria actualiza os fundamentos da justiça. Que tal façanha seja protagonizada pelo partido mais simpático do mundo — pois é o partido de Gonçalo Ribeiro Telles, um português que o Portugal decadente não merece —, é verde sobre azul.

11 thoughts on “Obrigado, MPT”

  1. gonçalo ribeiro teles mostra-nos que há lunáticos de boa lua, e solares.
    em eleições grandes voto quase sempre nesse partido pequeno.

  2. sininho

    A Roseta deixou passar o dia. E, constava, não teria legitimidade para protestar. Por isso, e até por isso, obrigado MPT!
    __

    susana

    Eu também passei a votar nestes amigos. Entretanto, meteram-se numa coligação com o PSD e desapareceram do boletim. Tontos!

  3. tens razão. da última vez já não os encontrei e pensei que alguma coisa lhes teria falhado. não sabia ter sido essa a falha. tonta!

  4. Uma saudação muito grande ao MPT! Nestes tempos que vivemos, é difícil estar atento. Mas a democracia é cada vez mais isso.
    Adelaide Chichorro Ferreira

  5. E se fosses apanhar na peida em vez de estares a chamar nomes aos outros?
    Foi isso que te ensinaram na escola?
    Serás menos canalha do que aqueles a quem ofendes?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.