Justiça virtual

Alguém no Ministério da Justiça, talvez um jovem assessor com muito tempo livre, conseguiu convencer o ministro a instalar um centro de mediação e arbitragem no Second Life. A função será a de mediar conflitos entre avatares, os respectivos serviços serão pagos com lindens dollars e a entidade forense ficará numa ilha do mundo virtual.

Não acham lindo termos uma Justiça capaz das mais despudoradas metáforas?

2 thoughts on “Justiça virtual”

  1. Hum. Cheira-me que aqui na blogosfera, tangente à noosfera, ainda por cima ficamos eternos…

    toma lá um bonito teorema,

    Teorema Fundamental da Aritmética,

    qualquer número natural maior do que 1, ou é prymo ou pode ser decomposto de maneira única em factores prymos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.