Vivemos permanentemente sob chantagem

Mas não nos enganam. Bateram no fundo. E nós também. Às vezes é bom bater no fundo. Aconteceu uma energia coletiva que nunca testemunhei.
Apesar da chantagem.
Os Partidos reagiram, os sindicatos reagiram, personalidades várias reagiram, com palavras virgens nas suas bocas, os patrões reagiram, e, mais importante, o povo reagiu.
Aconteceu uma energia coletiva que nunca testemunhei. Recebi telefonemas de amigos e conhecidos de direita que foram à rua com os filhos pelas mãos.
Porque não nos enganam.
O discurso de chantagem fere de morte as dezenas de pessoas que, por hora, perdem o seu emprego . Gente, muita dela, que num colapso interno difícil de descrever, tinha nos pais um abrigo temporário, esses reforamados e aposentados roubados no que é seu de direito, uma ou duas reformas, estas pessoas sem alternativa, porque a reforma e a pensão foi a alternativa legítima que construiram ao longo da vida, descontando sempre, todos os meses.
O discurso da chantagem de Pedro Passos Coelho, segundo o qual “é isto ou perder os credores e cairmos na bancarrota”, ofende, na sua mentira violenta, todos os trabalhadores nas filas de horas e horas, em que agora, subitamente, vão dar lugar ao centro de emprego e não ao posto de trabalho, porque as suas empresas, pequenas, médias, os restaurantes e os cafés de nome 23% são cemitérios destes tempos.
Porque não nos enganam.
O povo sabe que sob o chapéu desse discurso não há limites, não há dignidade, não há mínimo de existência condigna, e por isso vê o sagrado salário mínimo descer abruptamente.
Nunca vi tanta energia coletiva, não, nunca vi, nunca vi a transversalidade do saber intuitivo daquilo que passa o limiar da moralidade, da justiça, da equidade e do adquirido desde 1974.
Porque não nos enganam.
Podem, agora, depois de esfolados vivos, anunciar um recuo na TSU, esse trágico imposto traduzido num roubo aos trabalhadores a favor do capital. Podem, pois, depois de terem defendido a medida como cães, mas fazem-no, não para nos salvar, mas para se savarem no lugar do poder.
Sabemos para sempre que aquela gente quis com todas as forças a TSU para além de todas as outras medidas, isto é, mesmo que haja um recuo, está exposta a natureza de quem nos governa.
E quem nos governa anda mal por dentro, Cavaco anunciava, mesmo antes do CE, que a coligação estava bem, e afirmava esta mentira com uma chantagem: essa de os portugueses saberem o desastre que seria outra coisa que não a coligação estar bem.
Seria bom pararem com a chantagem.
Porque não nos enganam.

20 thoughts on “Vivemos permanentemente sob chantagem”

  1. Isabel, e a possivel inconstitucionalidade das medidas propostas para o proximo O.E. foram descutidas no C.E.?
    Será que os conselheiros de Estado olharam para o lado para ver a vigilia?
    O poder vai cair. Ou cai na rua ou no palacio.

  2. Isabel, e a possivel inconstitucionalidade das medidas propostas para o proximo O.E. foram descutidas no C.E.?
    Será que os conselheiros de Estado olharam para o lado para ver a vigilia?
    O poder vai cair. Ou cai na rua ou no palacio.

  3. “No quadro da situação do País, os conselheiros sublinharam a importância crucial do diálogo político e social e da procura de consensos de modo a encontrar soluções que … garantam a equidade e a justiça na distribuição dos sacrifícios bem como a protecção das famílias de mais baixos rendimentos …”.

    O Conselho de Estado não teve outro remédio senão de alinhar com as decisões do Tribunal Constitucional…

    … esta é mais uma vitória da Isabel e do grupo de deputados PS/BE que tomaram a iniciativa de submeter o OE2012 à apreciação do TC.

  4. Os socialistas só vão governar quando o povo disser. Quem alcançou o poder mesmo à força de mentiras que continue ,mas com nova politica,pois foi isso que os portugueses disseram no dia 15 de setembro. O que vi e ouvi ontem em frente a Belem,deixou-me preocupado.Fez-me lembrar o prec. desde insultos indiscriminados a conselheiros de estado, a pedidos de eleiçoes (vá lá estão a melhorar…) e a palavras de ordem como: queremos eleiçoes,mas,para não irem os mesmos!Ps incluido. Se os socialistas não desejam eleiçoes,por motivos internos, (não temos lider)pergunto: quem as deseja nesta altura e para quê? a resposta só pode ser dada principio leninista,”do quanto pior melhor”. Que os pariu.

  5. Azarado, sabe-me dizer qual o motivo para os deputados do pcp” ficarem de fora” nessa iniciativa tão relevante?

  6. oh isabel! até parece que que acabaram as medidas de austeridade e que não vai haver baralhar e dar de novo até terem um tribunal constitucional à medida de passar tudo. não é por nada, mas cada vitória tua custa-me um mês de ordenado, fora preparos, taxas avulsas e custas do processo.

  7. Nuno, não me parece que essa iniciativa se pudesse enquadrar nos cânones do “quanto pior melhor” que sempre nortearam a actuação do PCP e deste novo PSD acoelhado…

    Lembra-se que, antes da última dissolução do parlamento, uma aliança de base governativa entre o PSD e o PCP chegou a ser ventilada?
    … poderá haver uma divergência quanto às doutrinas e aos processos, mas os objectivos serão os mesmos: o ressurgimento do “Homem Novo” das ruínas da actual sociedade cujos pilares de valores sociais e humanos ambos se empenham em arrasar

  8. “O Conselho de Estado não teve outro remédio senão de alinhar com as decisões do Tribunal Constitucional…”

    o conselho de estado já remodelou o tribunal constitucional para não chatear o governo ou será que ainda não deste por isso. diga-se em abono da verdade que os efeitos do acordão só favoreceram o governo e austeridade, ficou tudo como estava e para o ano andam a inventar novas desculpas que nos vão sair ainda mais caras.

  9. ignatz, nas actuais circunstâncias a austeridade é incontornável. Não se pode é permitir que o grosso da factura dessa austeridade tenha que ser paga só pelos mais frágeis e desprotegidos…

  10. a austeridade é quantificável, não se pode é permitir que cada vez que o governo erra se peça mais dinheiro por conta da incompetência. solução é novo governo.

  11. as contas do gaspar são piores que as do bananeiro, nada corre como o previsto, dia sim dia não descobrem buracos colossais, o governo esforça-se mas os cabrões dos contribuintes não colaboram e guardam a massa no banco, pera lá que já levem com mais uma facada nos juros, que é para aprenderem a consumir.

  12. Os governantes têm tratado os governados como crianças a quem se deve dizer o que fazer e o que não fazer.
    Muitos portugueses contraíram dívidas para comprar as suas casas e estão a pagá-las ou então perderam-nas por não poder continuar a paga-las.
    Ora , o sr não -engº socrates , contraiu emprestimos de cerca de 85biliões de euros para distribuir pelos amigos e apaniguados , incluindo bpn, motas , edp, magalhães , fundações , observatorios, ips e muitas outras ofertas.
    Onde está a legitimidade para que se peça aos portugueses em geral que paguem essas dividas?
    Porque se não segue o rasto do dinheiro?
    Porque se não castigam os criminosos que conduziram Portugal á bancarrota?
    Porque existe toda esta impunidade e se punem apenas os mais fracos e classe media que não têm culpa nenhuma de ter governante desonestos mesmoalguns tenham votado neles?

  13. Ó Virgem XUXA, porque não vais encontrar quem te f…?! Há nesta terra imbecis que fazem perder a paciência a um santo…..

  14. bom, para desanuviar (cícero, não gastes o teu latim e sabedoria com atrasados mentais) e, ignatz, a propósito dessa grande verdade que referes, “mas os cabrões dos contribuintes não colaboram”, isso tem uma explicação: é que “o povo portugueje é muito teimojo”, até diz aqui:
    http://www.youtube.com/watch?v=SrVEYzGOpe0

  15. Deixai o Sócrates em paz… nós estamos a pagar bem caro a sua inepcia a incuria e a corrupção generalizada da sua governação…
    O “palhaço nojento” sobrevive miserávelmente., esilado algures numa aldeia de Tras-os-Paris!
    e esta isabel e mais os isabelinhos xuxas da AR e quejandos miseráveis responsáveis por pelo menos 85 bilioes desta merda em que estamos atolados, dançam a alegre canção do branqueamento do reinado do pinóquio e da sua fantasia esquerducha da treta, VAZIOS de SOLUÇoES e a ARROTAR BABOSEIRAS.

    PALHAÇOS NOJENTOS. VOCES FEDEM A VIGARICE E IRRESPONSABILIDADE

    E MERECEM ESSA ALFORRECA QUE VOS DIRIGE, PORQUE SAO ESPELHOS PERFEITOS UNS DOS OUTROS

    ZERO DE CREDIBILIDADE E 100 de MISTIFICACAO = Partido Socialista

  16. O cao-de-fila voltou a atacar.ds já te disse para escreveres com a pata esquerda,para não ser descoberta a tua covardice. Es um social- fascista empedernido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.