10 thoughts on “O teatro”

  1. Mas foi eleito por quem?
    Não é ilegal, uma vez que se destina a mandar no governo e este é indigitado pelo PR em face dos resultados eleitorais?
    Quais serão afinal os seus poderes?
    E em quem é que passarão a mandar os dois tristes, Coelho e Portas?

  2. Será que ,seguidamente, nomeiam alguém/alguns para coordenar estes conselheiros do CCC? Estou a vê-los sempre descoordenados porque a antipatia e o desprezo que uns nutrem pelos outros ultrapassará qualquer coordenação. E já agora, para que raio servem o primeiro ministro e o ministro-adjunto e de estado ?

  3. para mim, a Assembleia da República, muito especialmente o grupo parlamentar do PS, estão, até à data, equivalentes em motivos de vergonha, ao PR (“Sua Excelência”, como lhe chama o Sousa Tavares): ficaram calados perante dezenas de inconstitucionalidades contra os trabalhadores (excepção ao corte dos subsídios à classe de que fazem parte). De resto, tudo passou, tudo foi considerado normal. Até que num belo dia de Setembro, o povo saiu à rua para lembrar a TODOS que não está para estas merdas. Entendam bem, foi um protesto contra quem os traiu o os desrespeitou – e o parlamento também os desrespeitou: nao foram só os funcionários dos subsídios cortados,e recuperados, que lá estiveram. Por isso, Isabel deixa-te de teatrices e de fitas e percebe que o povo também está descontente com quem deveria ter defendido os seus direitos fundamentais e não o fez. Agora, apanhar a boleia é fixe, mas não é isso que se espera dos representantes eleitos. Mais uma vez tivemos que fazer o vosso trabalho (o que não fazem, sendo supimpamente pagos para tal, com regalias que não lembram ao careca). Nós fizemos de borla. Mais uma borla às que já estamos a dar.

    Quero que este governo caia o mais cedo possível, a ver se se salva alguma coisa. Mas terei de engolir um grande sapo para ter de votar em clones deste governo como tu e o Seguro, o PS actual, enfim.

  4. Se houve um deputado no Parlamento que se levantou contra a inconstitucionalidade do corte dos subsídios foi exactamente a Isabel. E outros haverá como ela, talvez poucos, demasiado poucos, mas é muito injusto colocá-los a todos no mesmo saco. Qaunto à ideia de o Seguro ser um clone do Coelho já estou totalmente de acordo (infelizmente).

  5. Alô edie,onde estava o pcp, na iniciativa levada a cabo por deputados do ps e bloco.em que solicitam ao Tribunal constitucional a verificação sucessiva do orçamento de 2012,que levou à inconstitucionalidade do corte dos subsidios?.Vota no teu partido e espera até que cresçam .Se estivessemos à espera de votos de “garganta” bem estavamos fodidos…

  6. alô, nuno, qual é o meu partido? Agradeço esclarecimentos.

    Quanto ao PCP, como de costume em parte alguma.
    Andas um bocado distraído quanto ao que tenho andado aqui a dizer, o que está muito bem. Mas torna-se necessário que me leias antes de responder-me, pelo menos se pretenderes fazer algum sentido.

    Dulce,
    “Se houve um deputado no Parlamento que se levantou contra a inconstitucionalidade do corte dos subsídios foi exactamente a Isabel”.* Pois, o que foi que eu disse? Essa foi a sua grande vitória… Leia melhor.
    Já quando foi para levantar o rabo para pedir a revisão constitucional do código laboral, pois que não…Esta lei retira aos trabalhadores privados muito mais direitos e salários que aos públicos, viola direitos fundamentais dos cidadãos/trabalhadores previstos na Constituição. E o que fez a Isabel? Népia. (veio aqui desculpar-se que se distraiu e que quando deu por ela, o BE já tinha tomado a iniciativa) . Não gosto que me tomem por parva, venha a coisa de que representante partidário fôr (nem dos próprios parvo-deolindos).

    Não foi um deputado, foram, parece-me, 7 do PS e todo o BE.

  7. edie,eu não disse que eras do pcp:Procurei mostrar-te com um bom exemplo, que outros muitas das vezes tambem metem na gaveta, o seu papel de “vanguarda” da classe operaria. o Bloco também esqueceu o seu papel quando….já sabes o que foi,não é verdade?.A minha relação com este partido e alguns mais da extrema esquerda, sempre foi diferente para melhor. Em tempos participei numa lista para uma ct,com camaradas do psr.conseguimos entrar e entendemo-nos bem.Conheço-te depois do teu regresso de ferias, muito saudado pela penople.

  8. o mau exemplo dos outros não me consola muito pelo facto de o PS fazer os mesmos tristes papeis – este PS. Há muitos anos já fui do PS, depois comecei a se sensível às ideias e personalidade/carácter dos líderes, fiquei fodida quando foderam o Sócrates (a nós).

    (não foram bem férias – estas duraram duas semanas – foi um retiro do aspirina, aí uns dois meses, mas já ando por aqui há uns anos. “Sejas bem vindo” :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.