53 thoughts on “Ausentes em Bragança até terça à noite (jornadas parlamentares do PS)”

  1. Amanhã, nos jornais:
    “Deputada Isabel Moreira denuncia falta de liberdade no PS”
    Num post críptico no blog onde habitualmente escreve, a deputada independente Isabel Moreira teceu uma forte crítica ao unanimismo que a actual direcção do PS tenta impôr ao seu grupo parlamentar. O Post, intitulado “Ausentes em Bragança até terça à noite (jornadas parlamentares do PS)”, consiste apenas num conhecido vídeo musical onde vários personagens fazem playback das palavras de um cantor que nunca aparece. A interpretação dos vários analistas políticos é unânime: “é uma denúncia velada da estratégia da actual liderança para dominar o discurso do grupo parlamentar”, refere uma fonte interna do partido, para a qual o facto de uma deputada ter de recorrer a estes subterfúgios indica que “estamos claramente a voltar aos tempos da censura, onde as críticas não podiam ser abertas”.
    Outro analista vai ainda mais longe: “nada disto é por acaso. Uma deputada, que recentemente foi admoestada pela direcção por não cumprir as orientações políticas, anuncia umas jornadas parlamentares com um vídeo intitulado “liberdade”? É um grito de revolta contra o assalto à liberdade dos deputados”
    Outros ainda fazem notar mais pormenores: “é uma jogada inteligente. Note-se que recorre a um vídeo composto inteiramente por modelos. E toda a gente sabe que ninguém quer saber o que pensam os modelos, existem só para sorrirem e fazerem o que os criadores pedem. Para fazer figura. Para bom entendedor…”
    Contactada pelo jornal, a actual direcção apenas responde que “não comenta as preferências musicais dos deputados” e que qualquer outra interpretação é “abusiva”.

  2. ganda pugrama com a cindy, naomi, linda, christy e tatjana, vai esgotar e na volta têm problemas coma as mamas de bragança. o seguro faz de michael e o cavaco de sony.

  3. olha. a Isabel consegue, finalmente, mostrar alguma criatividade no que aqui vai deixando. parabéns: não me enfadaste com a linda evangelista. :-)

  4. Isabel,
    é impossível não amar: um gesto bonito era transformar o comentário dele em post (não sei se é preciso autorização do Valupinho, mas fica a sugestão;vai-se a ver, a profecia cumpria-se)

  5. ignatz, um desafio: quem faz de Linda Evangelista?

    (acho o papel de Michale demasiado forte para um cinzento como o Seguro, mas concordo que, neste momento, sem ir buscar ao CDS, fica difícil o casting)

  6. andas distraída edie! já tinha sugerido acima a tua amiga olinda evangelizadora e a ideia do clip é mostrar as gajas em vez do george que andava com problemas de imagem.

  7. ignaaatz!!
    que pastilha marada…imagino que ao nível do “congesso”, mas mesmo assim, nós não merecemos isto e depois ainda mandas bocas sobre quem nós sabemos. Balhame deuje.
    Olha, como dizia o Chato, bai majé fajer calquer coisa dútil pr’a sucidade…

  8. nice minha! a lady wilkinson avia uma palete de zorrinhos e no fim faz a barba ao sg*

    * símbolo químico e princípio passivo daquilo ca gente sabe

  9. Isabel, é recíproco. E lícito. ;)
    ___
    edie, não sei se tens reparado, mas eu, graças à infinita generosidade do Valupi, escrevo neste blog. O upgrade de comentador a autor teve algumas consequências, entre as quais:
    – telefonemas diários matinais do Sócrates a dar orientações sobre o que escrever
    – telefonemas diários tardios do Sócrates furioso por não ter batido no Seguro com violência que chegasse. “menino” é o adjectivo mais suave com que me brinda.
    – Cupões de desconto do consultório da Ana Matos Pires na minha inbox logo após os telefonemas. Como é que ela adivinha, é para mim um mistério.
    – alguns e-mails do Valupi a queixar-se que tem que levar com berros do Sócrates a meio da noite por minha causa.
    – apesar disso, a garantir-me que tenho liberdade de escrever o que quiser, curiosamente sempre seguidos de elogios aos meus filhos e que “seria uma pena que lhes acontecesse alguma coisa”

    Logo, tenho a liberdade de publicar eu os meus próprios comentário, se me apetecer. Este fica bem aqui. Até porque está em boa companhia. Eu gosto de caixas de comentários.

  10. No meu comentário acima, o meu uso do nome de José Sócrates é abusivo e não corresponde de todo à realidade. José Sócrates não me conhece, nunca falou comigo, e nunca dá a quem quer que seja orientações, até porque está retirado da vida activa política.

    (Está bem assim, chefe?)

  11. São momentos como este que me levam a pensar que o tema da minha tese, afinal, não é assim tão ridículo quanto isso. :-)

  12. Vega,

    Foi uma questão de 5 minutos até levares nas orelhas, reparei. (déspota, o gajo)
    E tens toda a razão, a fazer a sugestão, havia que tê-la feito a ti.
    Por fim, dizer que gosto de te ver aqui na plateia, ca malta.

  13. gamado à ana gomes no causa nossa

    German Submarines

    In the town where I was born
    Ruled those set to steal the people
    And they chose German suppliers
    To get bribes for submarines

    So we sailed on to the crisis
    Till we sank in a sea of sleaze
    And ruined the Union beneath Merkel
    With our German submarines

    We all bought a German submarine
    Two German submarines or
    Three German submarines.
    We all sink in a German submarine
    Sold by German Ferrostaal
    Hiring banks and lawyers
    To engineer bribes and fake offsets

    And the rulers close their eyes
    In Brussels, Lisbon, Athens or Berlin
    And the gang continues to steal

    We all bought a German submarine
    While they stole taxpayers and
    Even got bribes for it
    We all sink in a German submarine
    Sold by German Ferrostaal

    {Full speed ahead Captain Barroso,full speed ahead
    Full speed ahead it is, Master Merkel
    Cut the corners, drop the sail,
    Ignore courts, shut the media
    Aye, aye, Mam, aye, aye
    Captain, captain}

    As people live a life of misery
    Some have much more than they need
    (In Merkel’s recession the rich get richer and greedier)
    Sky of Europe and sea of corruption
    (Sky of Europe and sea of corruption)
    In our German submarines
    (In our German submarines.. aha)

    We all sink in a German submarine
    In Greece, Portugal, the Troika steers
    In Berlin they close their eyes
    Who cares who is to fault for
    Excessive sovereign debt
    Buying a German submarine
    Two German submarines
    Many German submarines…

    In Greece people rebel – arrest the Minister who signed the contract!
    In Portugal justice is too busy
    To even hear the then Defense Minister
    Now so busy
    In Foreign Affairs business…

    We are sailing Merkozy’s stormy seas
    Barroso swims trough darkest waters
    Nobody cares at EU’s helm
    We are sailing
    At German submarine speed
    To crash at the bottom of the crisis.

    We will all sink in German Europe.

    original by Songwriters: Lennon, John; Mccartney, Paul; © SONY BEATLES LTD; SONY/ATV TUNES LLC;

    These lyrics are freely adapted by Ana Gomes, MEP

  14. Vega, não apareceu na comunicação social (por enquanto) , mas apareceu como caso de estudo no mv flux do JPC. A partir de agora, quando vierem chatear-me por causa dos bideos, mando-os ler o texto do JPC…

  15. edie, tenho o google translator encravado com o mv flux, sabes onde posso encontrar a versão portuguesa da difusão videomusical? li o original e fiquei com a sensação que o tal jpc até acha piada à coisa ou assim, o resto não percebi e fiquei intrigado se aquilo não será o embrião de um daqueles movimentos de cidadania para a libertação & culto do santo ohvídeo.

  16. :)) – só custou mais o primeiro parágrafo, depois vai-se ganhando o tal entusiasmo que percebeste no jpc.

    Entretanto, vai por exclusões: não são os difusores de cheiro…
    Ora, just do it.

  17. Vega,
    já regressei, sabes que o nosso amor agora é tão conhecido como tudo o que aparece no correio da manhã. telefonei ao sócrates pela primeir vez na vida, porque já não aguento a fama sem o proveito, pedi-lhe ordens sobre isto, avisei-o de que não o conhecias. mas ele afirma que sim. via valupi. disse assim: “está tudo bem”

  18. Isabel,

    explica lá à malta da plateia: quem é que disse que está tudo bem? Tu ou ele?
    É que faz toda a diferença.

  19. já que acabaram as jornadas, há alguma coisa a relatar aqui à malta Isabel? De que falaram? Houve striptease? Galvanizações? Políticas e discursos mobilizadores? Algo que queiras partilhar?

    Perdemos alguma coisa ou tudo como dantes?
    (enquanto espero pelas 6 ou 7 respostas que já aqui pedi, vou botando clips como o ignatz)

    http://www.youtube.com/watch?v=qkmrjrfitBo

  20. telefonei agora para o ministério das finanças, o gaspar não estava, mas tinha deixado a resposta ao porteiro. parece que 23:05 é 12′ subsquente a 22:53 e 16′ a 22:53.

  21. (desculpa lá, é que hoje fui a um ecevnto de cariz profissional e levei com uma hora de Beatles…vieram mesmo bater a boa porta)

  22. oopss…mas sabes , os tempos mudam…(aqui até caía bem o bob D. mas não há versão original no tube…must be going crazy…o youtube, digo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.