Daltónicos

SkinColorScale.jpg

Ninguém se surpreenderá com esta notícia. Porque já todos sabemos dela. Porque só acontece aos outros. E lá longe, parece.

Será mais uma das áreas cinzentas da vidinha; cujos cinzentos, parece, chegam para nos deslocarmos diariamente, sem chocar nas esquinas, sem precisar de contrastes cromáticos, sem ferir os olhos na luz. Achamos que não nos devemos incomodar, com tanta coisa já em que pensar, com tanto com que nos preocupar. Parece.

7 thoughts on “Daltónicos”

  1. (mas quer dizer, para os das pontas não ficarem tristes, fiquem a saber que há dias e dias, e há outros…)

    Agora com notícias destas o meu gene neanderthal fica a rosnar e a produzir enzimas proteolíticas:

    ver DD

    Bem me parecia que eram mouros!

  2. olhem o meu nick, rebaptizei-me no Aspirina! Já perguntei ao meu Quercus se podia ser e mandou-me uma baforada de pólen, portanto está contente. As árvores são muito inteligentes.

    A notícia também está no Público on-line. Não posso pôr os links senão o Aspirina constipa-se e chama-me spam

  3. Pygarço
    Que trabalheira nos dás!
    Py-garço – não será melhor assim?
    Hum… acho que, para ti, é entre 4 e 5.

    Valupi
    A manga é que é sempre igual… parece. Para dispersar. Parece.

  4. é. são todas de executivo. bom auspício – ou parece?

    pygarçon, então há dias para todos os gostos, no que toca ao javali?

  5. há um problema naquela pata, mas é a camisa branca. Só numa certa faixa etária é que vai, e mesmo assim desconfiado…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.