1925

Entre o sem-número de razões para se ler o romance Nome de Guerra, de José de Almada Negreiros, está o título do capítulo XLV:

OS PALERMAS QUE NÃO PERCEBEM NADA DA VIDA SÃO PIORES QUE OS MALANDROS

3 thoughts on “1925”

  1. Valupi,

    Folgo em ver esse «1925». É (suponho que visas isso) o ano em que se supõe Almada tenha escrito o seu fabuloso romance. Guardou-o numa albarda de cavalo (pode ser mula, ou macho, também), e aí o foi descobrir em 1938, ano em que João Gaspar Simões, director de colecção, quase lho arrancou das mãos. Isto será lenda urbana. Mas desta sabe-se a fonte: o próprio Simões.

  2. Nils

    E não te apetece partilhar mais algumas?

    Fernando

    Precisamente. Escolhi a dita data por desdita: não me ocorria nenhum outro título que se ajustasse ao minimalismo do post. No fundo, queria era expressar o meu entusiasmo com a obra, a qual parece que não envelheceu um dia sequer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.