Falta de auto-estima? Aonde?

O “Record” de ontem resumia a nossa vitória contra o Irão com qualquer coisa no estilo de “Até já damos baile!” Isto depois de um jogo medíocre contra um adversário que patentemente não tinha ideia do que fazer quando se via com a bola nos pés. Falando de uma vitória que se solidificou com um penalty ingénuo cometido segundos depois de uma jogada em que só a inépcia terminal de um avançado iraniano evitou o empate.
Hoje, na TSF, ouvi o moderador da famosa “Bancada Central” entrevistar um comerciante turco, adepto do Sporting (!), colocando as suas questões num Inglês macarrónico. A fechar a peça, o jornalista não resistiu a comentar com condescendência o “Inglês deficiente” do entrevistado.
Fico sem saber se estes episódios autistas são um sintoma de doença colectiva ou apenas tontice banal. Não esqueçam que é a esta malta da imprensa que cabe dar voz ao sentir da alma lusa, amplificar as nossas idiossincrasias e dar antena aos estados de espírito que nos vão dominando. O que explica muita coisa.

One thought on “Falta de auto-estima? Aonde?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.