Traquinices

Raispartam. Dizem que o Sócrates tem tantos contactos e move toda uma rede de influências e não foi capaz de convencer quem oferecesse um descaroçador de fruta à rapariga? Tinha-se poupado isto. Ah pois… não podia ser porque senão o bloco começava logo uma gritaria porque o governo estava a subtrair postos de trabalho. Ontem já não tive dúvidas que esta volta da escravatura protagonizada pelos arrastados só podia estar relacionada com os números do INE relativos ao PIB. Realmente o que é que se pode esperar da produtividade num país onde ainda se paga salário (digo eu) a alguém para tirar as grainhas da uva? Como a semana estava a chegar ao fim seria de esperar o sermão moralista do bloco. Ao responso juntaram a luta de classes como convém. No entanto, ninguém me tira da ideia que esta volta do esclavagismo está intimamente ligada com a tentativa de restauração da monarquia na capital. Vou esperar para ver.


Há uns anos tive um gato que adorava peixe. O normal. Só que, o sacaninha comia o peixe de um lado e punha-se a miar desalmadamente até que alguém virasse o peixinho do outro para ele comer o resto. Aquilo tornou-se um ritual que durou até o pobre bicho se fartar de nós. Hoje percebo claramente que foi aí que se começou a perder a verdadeira consciência de esquerda cá em casa. Sou adepto que socialista de gema deve fazer a caminha quando se levanta, arrumar a botinha na sapateira e pôr as meinhas para lavar. Juro que tento cumprir mas longe de mim a ousadia de querer passar neste crivo de consciências do bloco. Manicuras ou massagens étnicas, cocktails à borda da piscina e restante serviço de esplanada só pode ser conversa de capitalista. Está escrito, esquerdista que se preze, quando quer regabofe tem que dar o coirão. No corte de cabelo é que continuo a ter dúvidas.

Ainda bem que a Carolina gosta de fruta sem caroço. O contrário é que seria preocupante. A forma como ela resolve isso é lá problema dela. Mas agora ficou a saber preto no branco que ao tornar isso público perdeu a capacidade de representar quem quer seja (com sorte talvez lhe sobre poder representar os profissionais de descaroçar fruta) e corre sérios riscos de deixar de ser respeitada pelo resto da Humanidade. Nem quero imaginar que o PS pudesse ter escolhido um jovem com gostos mais invulgares e estranhos. Ia ser o cabo das tormentas. Tínhamos o regresso em força do grande circo da Roma Antiga com os gladiadores vencidos a servir de lanche às feras insaciáveis. E mais uma impagável homilia do Daniel.

Só sobra pivete nestas lições de dignidade do bloco que tresandam a moralidade e preconceito. Muito pior do que qualquer religião. Haja quem puxe o autoclismo porque precisamos de uma sociedade muito mais higiénica.

__

Oferta do nosso amigo tra.quinas

3 thoughts on “Traquinices”

  1. e muito bem posto, z. pelo milton com a elis, pelo poder do sal e porque me cheira a milagre dos peixes
    muito higiénico :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.