Tradução simultânea

Ão-ão-ão-ão-ão, ão-ão-ão, ão ão-ão, ão-ão-ão-ão ão-ão-ão-ão-ão, ão-ão ão-ão-ão. Ão-ão-ão. ão-ão-ão-ão-ão, ão-ão ão-ão-ão-ão-ão, ão-ão-ão ão-ão-ão-ão-ão. Ão-ão-ão ão-ão ão-ão-ão-ão-ão. Ão-ão-ão. ão-ão-ão-ão-ão, ão-ão ão-ão-ão-ão-ão, ão-ão-ão ão-ão-ão-ão-ão. Ão-ão-ão ão-ão ão-ão-ão-ão-ão. Ão-ão-ão ão-ão ão-ão. Ão-ão-ão ão-ão ão-ão-ão-ão-ão, ão-ão ão ão-ão-ão.

[O verdadeiro discurso de agradecimento de Philip Seymour Hoffman, sem a voz off meticulosamente sincronizada que os produtores dos Óscares sobrepuseram, à má fila, durante o espectáculo transmitido esta madrugada para todo o mundo.]

2 thoughts on “Tradução simultânea”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.