Lendo a Liberalosfera nacional

Alguns tópicos de moda:

– Salazar, esse exótico discípulo do capitalismo, das sociedades urbanas e da rule of law;
– A Monarquia do Sr. D. Carlos e o parto terrorista da República;
– A vida antes da vida do feto;
– A escravatura do ponto de vista econométrico.

No princípio, aconteceu o liberalismo. Na verdade, foi inventado. Individualista. Progressista. Internacionalista, nacionalista quando convinha. Chegou cá atrasado e o engenho luso foi às compras, adaptou-o, fê-lo nosso à nossa maneira. Castiço. Composto. Liberal, mas… conservador. Eis o Liberal Português. É como aquele velho anúncio da rádio que falava dos dois pólos, o pólo norte e o pólo sul…depois havia o polilon. Por cá, do liberalismo sobra-nos o polilon. Com algum terylene.

One thought on “Lendo a Liberalosfera nacional”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.