Lixeira

Segunda volta faria subir taxas de juro. Nós não podemos prolongar esta campanha por mais três semanas. Os custos seriam muito elevados para o País e seriam sentidos pelas empresas, pelas famílias, pelos trabalhadores, desde logo, pela via da contenção do crédito e pela subida das taxas de juro.

Cavaco

Para Pedro Passos Coelho, é possível «poupar dez anos de sofrimento e de desemprego a Portugal se fizermos em pouco tempo uma desvalorização fiscal bem sucedida», sendo necessário para isso «baixar a TSU».

Fonte

Passos Coelho acredita que, “se porventura o PS tivesse a responsabilidade de executar este programa (de ajuda externa), em menos de meio ano estava a discutir-se, como na Grécia, a reestruturação da dívida portuguesa”.

Fonte

O dirigente do gabinete de estudos do PSD Carlos Moedas defendeu hoje em declarações à agência Lusa que, com as reformas que um futuro Governo social-democrata vai aplicar, as agências ainda vão subir o ‘rating’ de Portugal.

Segundo Carlos Moedas, que é um dos principais conselheiros do presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, os mercados “olham para uma nova equipa de gestão como uma boa notícia”, porque “há muito tempo não dão credibilidade ao Governo português”.

No seu entender, “assim que os mercados incorporem a informação de que o PSD vai respeitar as metas do défice, e fará tudo o que for necessário para que se cumpram essas metas até porque foi o PSD que sempre anda atrás do Governo para cortar, essas agências voltarão a dar credibilidade a Portugal”.

Fonte

“Eu quero chegar a casa, depois de ganhar as eleições, todos os dias e quero que a minha filha tenha orgulho daquilo que está a ser feito”, disse o porta-voz do PSD, acrescentando: “Eu no lugar do engenheiro Sócrates tinha vergonha, eu se fosse parente do engenheiro Sócrates escondia que era parente dele.”

Relvas

7 thoughts on “Lixeira”

  1. Muito bem, Val, para memória futura. Mas, confesso, estou a ficar deveras preocupado com esta aventura desgraçada de uma s dúzias de “marcoantónios”, devidamente capitaneados que pelo presidente Cavaco.

  2. Pois é! Mas que grande bronca! Não é que a Moody’s não vai na cantiga do Moedas e faz-nos uma coisa destas?! Como é que o Relvas chega a casa, cansado de tanto cortar nos rendimentos dos portugueses e encarar os filhos que lhe apontam que o seu País é classificado como lixo depois de ele ter ido para o governo? E o Passos? Que é feito do miúdo que gostava de cantar e oferecer enxadas aos desempregados? E o sr. presidente da república que dizia que não devíamos criticar as agências de rating e agora as critica abertamente?
    Pois, acabou o tiro ao Sócrates e começou outro campeonato não foi?
    Vamos lá senhores, digam-nos como é? Assumam-se pelo menos uma vez!
    Não acham que é hora de deixarem de gozar connosco?

  3. o DN, que ainda vou comprando por causa do Ferreira Fernandes, omitiu esta “insignificância” na sua capa.
    Temo pela debilidade mental de jornalistas, que faziam do seu “mister” um ataque pessoal a Sócrates.

  4. Mas isto não é justo…
    os moços em vez do habitual estado de graça, tiveram isso sim, o [merecido] estado de desgraça…
    Com estas notícias, “el comandante” Cavaco deve estar a roer-se e a preparar alguma contra-ofensiva. Vamos aguardar…

  5. Tudo gente muito sabedora e BEM INTENCIONADA.Só que os mercados e as agencias de rating não atingem os invulgares raciocínios das suas mentes«iluminadas».

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.