Abraços

Para o Carlos Santos, que devia ganhar o Prémio Revelação – Blogosfera 2009. As suas competências analíticas e expositivas, tanto no campo da economia como da política, aliadas à extraordinária capacidade produtiva, fizeram dele um sucesso instantâneo na primeira metade do ano. Depois, foi a consagração, tornando-se uma nemesis para a direita que aceitou debater com ele. Acresce ainda ser uma das mais simpáticas figuras no meio, sempre à procura de pontes de diálogo e cooperação entre adversários, e distribuindo esmerada educação e classe por onde passa.

Para o Eduardo Pitta, que celebra os 5 anos Da Literatura e faz uma declaração de independência que é um manifesto de cidadania. O Eduardo é também um dos mais prestigiantes fazedores de comunidade na blogosfera, citando frequentemente os textos e ideias que lhe merecem favor. Trata-se de um autêntico trabalho comunitário, e gratuito. Eis aqui o segredo para o tão adiado triunfo do comunismo: ter de ser espontâneo e nascer da imperativa liberdade de cada um.

Para o António Parente, que se lançou na criação e promoção da opinião social e política de inspiração cristã e católica. Se pensarmos que nem nos partidos da direita encontramos quem represente essa tradição milenar, mais importante fica o intento de contribuir com uma fonte de inteligência que é desconhecida da enorme maioria da população, mesmo daquela que vai à missa. Sim, a Igreja não se esgota no Papa, no Vaticano, no clero ou nos Textos Sagrados. Reduzi-la a essas entidades será pecar contra o Espírito Santo. E, aqui entre nós que ninguém nos lê, se há coisa que temos toda a vantagem em evitar é pecar contra o Espírito Santo. Quem tiver ouvidos que oiça.

18 thoughts on “Abraços”

  1. Ena, pá! Tanta verborreia e tantos elogios a três blogues aparentemente distintos e que abordariam temáticas diferentes, quando se está mesmo a ver que a razão para tais elogios é só uma: os três apoiam o Pinto de Sousa. Vê lá se começas a disfarçar melhor, pá!

  2. Val,

    Este texto, vindo de ti, um mestre da blogosfera e senhor de um blogue que é capaz de argumentar tanto pela análise como pela exposição do ridículo da tese contrária, vai direitinho para os meus favoritos.
    Não posso incluir isto no CV, o que ´é pena!! Um enorme abraço, amigo

    Carlos

  3. é pá Valupi , tu fartas-te de pecar contra o espírito santo!!! sabes que os primeiros cristão , os gnósticos , odiavam poder , sabes , não sabes? sabes que viviam em pequenas comunidades perfeitamente anárquicas? e abençoadas pelo Espírito Santo. as únicas que mereceram a sua benção. de aí terem sido exterminadas pelos que queriam criar uma Igreja hierarquizada com mandantes e mandados , para dar uma ajudinha ao Poder terrenal.

    Bom Ano!!! e só tens mais 2 para te preparares .

  4. Grande abraço, Carlos. Vieste elevar o nível.
    __

    brincadeiras, os gnósticos não foram os primeiros cristãos. Tens de rever a matéria, e não só quanto ao calendário, também quanto à doutrina.

  5. As Igrejas deviam simplesmente desaparecer, são muito maiores os males que provocam do que o bem que dizem hipocritamente praticar. Lamento que neste espaço se faça, de certo modo, a apologia desses poderosos meios de alienação de massas pela superstição e pelo medo. Lamentável, quanto a mim, claro. Isto é complicado, são milénios de mentiras e invenções recebidas como verdades absolutas. Enfim, veremos, ou não!

  6. mct, estás muito enganado. As religiões são parte integrante da Civilização. Tu utilizas palavras, conceitos e ideias que nasceram nas religiões e por causa das religiões. E há muito bem a ser feito pelos seus membros. Obviamente, falas do que não conheces.

    Quanto a se fazer mal nas religiões, e em nome de Deus ou deuses, não poderei concordar mais. Só que essa é outra questão – uma questão relativa à natureza humana.

  7. Obrigado pelas suas palavras, Valupi. A maralha tem dificuldade em perceber que duas pessoas que não se conhecem (como acontece connosco) possam respeitar-se e admirar-se mutuamente. A terra lhes seja leve.

  8. Val, obrigado pelo esclarecimento, mas as nossas convicções religiosas e, pelos vistos, até sobre a Civilização – no que á religião diz respeito – são diferentes e ainda bem.

  9. Eduardo, obrigado nós. A maralha tem muito para aprender e a blogosfera tem uma vocação, ou promessa, pedagógica. Estão no sítio certo.
    __

    António Parente, é esse o espírito a cultivar, exactamente.
    __

    mct, não posso concordar mais.

  10. Porra! Daqui a pouco estão aos beijos! Afinal, isto é um sítio para aprender a ser sócretino e para aprender a fazer parte do respectivo rebanho, ou é um sítio sem nível e para ver html pornográfico?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.