Ó Gaspar, diz-me cá

quando estoirares com a economia a querer fazer figura de bom aluno, achas que os nossos parceiros vão admitir que a receita da Troika estava errada ou vão simplesmente dizer que, tal como a Grécia, não conseguimos cumprir os objectivos?

8 thoughts on “Ó Gaspar, diz-me cá”

  1. Caro Vega9000,
    a culpa será dos que não quiseram emigrar; dos que não quiseram aproveitar a janela de oportunidade que se abriu no seu despedimento; dos que teimosamente decidiram empobrecer quando lhes cortaram nos salários; dos que viram ser-lhes negado o acesso à educação porque eram pobres, velhos demais ou até por dificuldades geográficas; dos que decidiram encerrar as suas empresas porque já tinham ficado sem os anéis e os dedos já começavam a sangrar; dos que morreram por não terem dinheiro para os tratamentos; dos parvalhões que acreditaram nos cantos das sereias por quem tomaram uma data de animais horrendos que lhes prometeram o céu enquanto os precipitavam no inferno.

  2. tá tudo previsto, foram já aprovadas várias modalidades, a nós calha-nos sermos esmifrados a troco de uma medalha de bom comportamento, já os italianos e os espanhóis levam juro mais barato a pagar quando der jeito porque são mal educados e têm outro tipo de economia. no fim, se é que isto acaba, o gaspar vai para porteiro dos urinóis do banco europeu e o broges a chefe dos serviços de limpeza.

  3. Anti abrantes,comparar o conteudo de um pec 4,que alem de menos austeridade,não nos impedia de irmos aos mercados buscar dinheiro a preço mais baixo como até aquela data, não é serio.quem pensa assim,não é anti nada.para sermos anti abrantes, temos que ser mais lúcidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.