8 thoughts on “Vamos lá a saber”

  1. Em teoria, ao CDS, poucos ou nenhum, ao PSD, todos os daqueles que, como o Santana Lopes, sejam convictos PPDs. Mas na prática o que acontecer será sempre irrelevante.

  2. Ele é um irrelevante, ninguém o leva a sério. Pode ter votos de protesto para os muitos desiludidos dentro da sua área política, mas nunca os fidelizará.

  3. Era só para dizer á menina Isabelinha ….
    http://visao.sapo.pt/opiniao/2018-07-11-Da-responsabilidade-coletiva-pelo-Estado-de-direito
    … que “Á Justiça o que é da Justiça, e à Política o que é da Política” … nem ela, nem nenhum dos seus camaradas, piou enquanto esteve preso ilegalmente durante quase um ano um camarada que por acaso até foi secretário-geral do seu partido, deputado, secretário de estado, ministro e primeiro-ministro de Portugal … foi acusado fora de prazo de coisas completamente diversas das imputações que serviram de pretexto à sua prisão preventiva ilegal … e foi achincalhado (e continua a ser) na praça pública antes de qualquer julgamento e condenação com provas objectivas em sede própria.

    E posto isto, bardamerda para a carta que ela e alguns amigos seus deputados do PS, BE e PCP escreveram aos Supremo Tribunal do Brasil, tal como bardamerda para a Ana Gomes quando zurrou contra os tribunais de Timor, e bardamerda para todos eles quando cacarejam contra a Justiça de Angola.
    Resolver a pouca vergonha da Justiça em Portugal é que tá quieta, ó Isabelinha.
    E para continuar o exercício de cobardia ainda se preparam para reconduzir a bruxa com vassoura, chapéu de bico, e nariz de pêga, e tudo …!

  4. Suponho que muitos, tantos quantos os caceteiros do PPD e do CDS:
    Afinal não foi ele que estreou os agora famosos assassinatos de carácter, no célebre debate com José Sócrates em que insinuou que o adversário era homossexual?
    Saiu-lhe mal , o outro foi eleito e o MP já desmentiu oficialmente, arrolando resmas de gajas que brincaram com Sócrates, nem sinal de gajos.
    Mas lá que tentou, tentou.

  5. Na mosca Jasmin. São efeitos de trela psicológica, só se ladra aos de fora, conforme condicionamento do treinador. A não ser para promover, e bem, a agenda de grupos minoritários mas de forma um pouco egoísta e autista.

  6. O problema do Santana é a falta de um “tacho” acolhedor tipo Santa Casa que,
    por ser burro e, ir na conversa dos jotas em vias de perder as mordomias da A.R. perdeu!
    Pelas suas prestações na SIC vê-se que, nem para Pai Natal já serve é a confirma-
    ção da falta de ideias que sempre mostrou … mas, sabe gastar bem que o digam os
    figueirenses!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.