Talvez

Talvez o facto mais extraordinário a respeito do Governo, e da política de terra queimada que levou o PSD à conquista do poder contra os melhores interesses de Portugal, seja constatar a negação de tantos acerca desta evidência ofuscante: Passos e Relvas são a chave interpretativa um do outro.

7 thoughts on “Talvez”

  1. Val,

    Lamento mas não creio que haja qualquer negação colectiva sobre este governo. Está

    sim, em minha opinião, a criar um enorme desnorte sobre o sentido disto tudo.

    Há uma forte crítica dos ex qualquer coisa dentro do próprio PSD contra os princípios

    que se propalaram, e o que vai por aí de golpes e contra golpes de puros gangsters.

    Entre Passos e Relvas há o que sempre existiu na politica em Portugal, o “mestre” e

    fazedor de “sale boulot”.

    Estamos em vésperas de chover em Santiago.

  2. Não nos espantemos que quando o esbulho “nacionalizativo” terminar: TAP, REN e outros restos, deverão, então, bater a asa, nestes tempos em que os capitães já são os primeiros a abandonar os navios que se afundam. As justificações haverão de ficar para uma “comerdicação” social ajeitada. Aguardemos…

  3. estou convencida que serão ambos adeptos, e formatados, pelo individualismo das personagens de Walt Disney, talvez do tio patinhas, que induzem ao erro que a representação da realidade social gera na realidade social.

  4. não, o passos bate a bola baixo, ao nível da relva e com o swing de massamá faz todos os buracos à primeira tacada

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.