Síndrome do Gozo

A Selecção com Queiroz é um festival, sim, mas da risota. O desconchavo táctico só é ultrapassado pela mímica desesperada e desesperante do treinador no banco de suplentes. Embora seja certinho que alcançaremos o apuramento para a África do Sul, dando uma desvairada alegria à diáspora lusitana, e permitindo uma eventual vingança do Professor caso nos calhe a equipa da casa, esse caminho será feito com as mãos na barriga e o coração na boca. É que não vamos ter uma equipa, vamos ter uma rapaziada que vai jogar à fuçanga e ter sorte, muita sorte. De resto, o futebol não passa da sorte, o mais sendo aparato e contingência. Pode é haver equipas que facilitem a sua chegada e outras que a dificultam. Neste jogo com a Finlândia, voltámos a ver uma equipa que jogou à antiga portuguesa, tudo fazendo para enxotar a sorte. Que ninguém se iluda: falhar golos de baliza aberta não se consegue apenas por um qualquer tipo de inépcia ou inércia, é preciso ter a deliberada intenção de alterar a probabilidade natural desse tipo de eventos. Ora, quem consegue tais feitos mirabolantes, poderá também conseguir o seu contrário. Basta que se esforcem menos, que sejam menos criativos na altura da finalização. É só.

7 thoughts on “Síndrome do Gozo”

  1. a mim pareceu-me ao estilo do último campeonato europeu. jogar mais que os coxos que nos sairam em sorte e incaapcidade para lhes marcar golos. quando se passou à fase seguinte foi o que se viu. mais do mesmo. queiroz herda o que já existia.

  2. Confirma-se: vale mais cair em graça do que ser engraçado…
    Que a sorte é elemento do jogo… elementar. Que “ter sorte” dá imenso trabalho… elementar também e confirmado pela afirmação do S. Ballesteros no tempo em que andava pelos “greens”. Que a atitude (whatever) é importante, também é elementar.

    Só uma pergunta (genuína) para ver se entendo o texto: o que é jogar à antiga portuguesa?

    :)))

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.