6 thoughts on “Serviço público”

  1. Sem pretos como iamos (os genuinos portugas)cultivar arroz no Sado, como iamos ter os magriços quase campeões na inglaterra, Eusébio no panteão, artistas como Almada Negreiros, e a Cova da Moura continuar a dar trabalho à maternidade Alfredo da Costa?

    Como iamos sobreviver 500 anos a lutar contra o mundo inteiro sem a ajuda dos pretos e pretas?

    Como iamos fazer tantos mulatos em São Tomé, Caboverde, Guiné, Lisboa e Rio de Janeiro?

    Se todos os tugas fossem pessimistas com o «velho do restelo» nem os pretos sabiam que havia «europa» para lá do mediterrâneo e «américa» para lá do atlântico.

    Agora somos os tugas miscegenados (a maioria)a mandar apanhar azeitona a romenos e moldavos por esse alentejo a fora.

    Que os pretos não estão para aí virados.

  2. O Senhor Deus nem tem culpa dos brancos palradores que por cá temos, nem teve pela Inquisição, nem teve pelo holocausto, nem teve pela troika e muito menos pela geringonça, nem sequer tem por aqueles de todas as cores que ainda acreditam que ele existe.

  3. pois, mas os tipos sao mesmo burros ,nao se percebe como vem aos magotes tentar meter-se na boca do lobo opressor branco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.