16 thoughts on “Entrar em 2019 a rir (e à gargalhada)”

  1. Apoiar monetariamente os meios de campanha eleitoral da direita?
    Nem que fossem tenentes !!!
    (quem fez a guerra colonial tem acesso fácil ao sentido do escrito acima.)

  2. “Informação rigorosa”,dizem eles, e depois referem-se ao PR , sistematicamente, como “Chefe de Estado”, uma figura que não existe na CR, e que usam com o óbvio intuito de passar a ideia de que é o gajo que manda nesta merda toda.

  3. O jornal dos amigos quer donativos !
    Fim de linha.
    O povão prefere o original manhoso.
    Gente que gosta informação tem outras vias :
    – melhores
    – muito mais baratas.

  4. Nem oferecido! Quanto mais perder 4 euros. Só mesmo gente analfabeta política pode comprar esse jornal para ser enganada. Esse e vários outros, tal como as tv´s (só a RTP2 ainda vai oferecendo coisas interessantes e não é sempre). OExp(r)esso é apenas o Correio da Manha para os que têm a mania que são espertos.
    É bem melhor ler blogs, como por exemplo este, para saber realmente o que se passa no País.

  5. Mais parece a argumentação de um concorrente do Netflix. O posicionamento do enlatado do bannoninho Costa está assim entalado entre a Octávio fiction e o stream, completa ficçao portanto. O que é bem demonstrado (como nao podia deixar de ser) no texto. Fala em rigor ligando-o ao investimento e ao novo preço do jornal quando este resulta do aumento de um custo fixo(preço do papel) ou seja de 3 variaveis duas são, neste caso, falsas; investimento não há logo o rigor não existe.
    Todo o texto é um enunciado do que é uma fake News. O subtexto é puro desdém.

  6. Não sei por quanto tempo, o semanário do Dr. Balsemão se vai aguentar. Basta olhar o Relatório e Contas do grupo, para constatar que a Impresa não está bem. O amigo Ulrich já não está no BPI e os espanhóis não vão em cantigas. O Costinha e o Monteirinho conseguiram dar cabo do jornaleco.
    Os direitolas que que os sustentem que têm dinheiro para isso, só que são pouco dados à leitura,
    são mais de ir à missa ….

  7. Argumentação para justificar o aumento ao nível daquilo que o expresso nos habituou nos últimos anos, patética!

  8. O “Expresso” deveria ser vendido em rolos da RENOVA; com 4 Euros compram-se uma dúzia tamanho XXL; o PSG e o Costa, a par de quase todos os outros são uma vergonha para o jornalismo…em Portugal não existe é jornalismo, com raras exceções…

  9. Deve ser para poderem pagar as prestações dos Panamá Papers e poderem, finalmente, publicá-los… Não sei porque é que já não se fala nisto.

  10. Só o pasquim PàFioso do Balsemão para nos fazer rir.
    E os “Panama Papers”? Já esclareceram? Ainda não? Esqueceram-se, tadinhos.

  11. O Guerreiro não publica a lista prometida porque sabe que, se o fizer, haverá um colossal escândalo nacional que poderá perigar a pátria e arredores, para além do próprio perder a direção do tal jornal que tem como missão “revelar as grandes histórias”.

  12. Mete pena.

    Pensar que já fui fã do «Expresso» e seu cliente semanal, há para aí um quarto de Século…

    Agora, ou melhor, desde há cerca duns quinze ou mais anos, nem de borla lhe pegaria!

    Para não me chegar a sua peçonha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.