Questionários de Verão

Se és direitola decadente, pulha inveterado e/ou caluniador profissional, que te está a causar mais azia e insónias?

OPÇÕES

AA resposta do SNS e o processo de vacinação estarem a ser um sucesso na mitigação das consequências da pandemia, inclusivamente quando nos comparamos com os países mais ricos do Mundo.

BA população empregada registar, no segundo trimestre do ano, valores superiores aos verificados no período anterior à pandemia (2019), atingindo 4,81 milhões de pessoas empregadas e uma taxa de desemprego de 6,7%.

CAinda não ter ocorrido na "época de incêndios" nenhuma desgraça em área ardida, bens destruídos e vidas perdidas, para poderes voltar a berrar pela "falência do Estado" e para tratares o Eduardo Cabrita como um assassino em série.

Escolhe uma das opções e justifica na caixa de comentários.

26 thoughts on “Questionários de Verão”

  1. Então a vacinação não está a ser um êxito?
    É um êxito tão grande que os médicos meteram logo o cu de fora na responsabilização de vacinar os miúdos.
    É um êxito tão grande que para tomar a vacina de livre vontade temos de assinar um termo de responsabilidade.
    É um êxito tão grande que agora a maioria dos mortos covid já estão vacinados.
    É um êxito tão grande que o totó da ordem dos médicos já quer mesas separadas nos restaurantes para os não vacinados.
    É um êxito tão grande a discriminação que se está a fazer aos não vacinados que só falta mesmo meterem uma estrela amarela ao peito.
    É um êxito tão grande que para proteger a geração mais velha, não se importam de provocar danos incalculáveis na geração mais nova.
    É um êxito tão grande esta vacinação que quando chegar o inverno já não tem efeito nenhum.
    Mas é curioso que em Inglaterra não têm este processo de vacinação, acabaram com estas medidas estúpidas de contenção, e os casos estão a descer.
    E África? Com os esgotos a céu aberto, e sem este êxito na vacinação? Coitados, já morreram todos de certeza.

  2. Opção C (com adenda)

    Programa Aldeia Segura para proteger do fogo “é mais show-off”, diz Xavier Viegas (12 de agosto)
    https://www.publico.pt/2021/08/12/politica/noticia/programa-aldeia-segura-proteger-fogo-showoff-xavier-viegas-1973901

    Incêndios. Drones da Força Aérea de novo em terra voltam a falhar missões de vigilância (13 de agosto)
    https://www.dn.pt/sociedade/incendios-drones-da-forca-aerea-de-novo-em-terra-voltam-a-falhar-missoes-de-vigilancia-14028385.html

    Há torres de videovigilância florestal que não estão operacionais (11 de agosto)
    https://sicnoticias.pt/pais/2021-08-11-Ha-torres-de-videovigilancia-florestal-que-nao-estao-operacionais-2f608389

    Em plena época de incêndios.
    O Ministro Cabrita é inimputável (politicamente).

  3. Opção B
    Em plena pandemia o nosso governo é uma maravilha, o emprego sobe, o desemprego desce e em Odemira até requisita o Zmar para proporcionar melhores condições aos nossos trabalhadores imigrantes.

  4. Opção C
    É por causa do Cabrita andar a 200 à hora nas autoestradas que não houve ainda nenhuma desgraça em área ardida, porque agora está ele a vigiar, e ai de alguém que se meta à frente do carro.

  5. O Xavier Viegas percebe tanto de combate a incêndios como o ” Eu mesmo” de vacinação !
    A unica certeza é que mesmo pessoas vacinadas morrem e os incêndios continuarão a devastar a floresta e coberto vegetal, em Portugal, na Russia ou no Canadá…mais um ano, nenos noutro…o resto é verborreia de quem nem sabe como, noutros tempos, sem bombeiros, se apagavam fogid com uma giesta no meio de um pinhal…

  6. Oih genti boa, pura com mente sã. Hoje fiquei a saber que o Chega recebeu 5000€ a fundo perdido do “filho de um investidor” da TAP. Também fiquei a saber que o meu querido André (o menino tá melhor? Espero que sim) e que dizia cobras e lagartos, isto é dizia com aqueles modos definitivos ou como eu digo ou o diluvio, que a negociação Governo/TAP era uma vergonha mudou de opinião mais ou menos na mesma altura. Eu sei que o questionário é sobre outras questões mas como, Chegados, negacionistas e o grupo Folclórico Arreia no Governo investiram nos comentários eu investi em lhes dar conhecimento deste caso para a troca.

  7. “Eu mesmo”! Uma alforreca que não sabendo dizer nada que jeito tenha, diz asneiras.
    Quem te atasse uma albarda….

  8. Ontem e hoje é só propaganda no MAI, o neurasténico ministro Cabrita está amarrado às barras da cama, o espião anda a tratar do acto eleitoral e a oferecer publicidade à borla à sempiterna Vasp da distribuição de jornais e revistas qu’ainda por cima deve ter tido direito a mais um ajuste directo generoso para fazer o trabalhinho (quem mais ordena agora são tipos do PS?), e, veja-se até o ponto a que chegámos, a bombeira do MAI travestida em secretária de Estado pelo António Costa agora está quase loirinha com os cabelos a dar a dar pelas costas e já tratou de mandar as tropas para sossegarem as gentes de Castelo Branco e Faro ou lá para onde é para prevenir as… alterações climáticas!

    Por falar em propaganda, este cabrãozinho da CML é que não acerta uma… É tempo de ir esticar as pernas no duplex que comprou, adquiriu?, possui?, herdou?, transaccionou?, na mais completa das surras aqui há tempos, não achas ó Valupro?!

    https://expresso.pt/autarquicas-2021/2021-08-13-CNE-ordena-a-Medina-a-remocao-de-cartazes-em-Lisboa-considerados-publicidade-ab21ce97

  9. Chateia-me em barda que os sociais-democratas (esses marotos do centro-esquerda…) continuem convencidos de que a sociedade ainda pode confiar na democracia como regime, no pão saúde e educação como chão da cultura e liberdade, na ciência e na arte como desideratos civilizacionais.
    E também me irrita solenemente que o people trabalhador e empresarial tenha de pagar impostos para benefício do estado social e dos mais desfavorecidos – vendo bem, uma sopa dos pobres e umas sobrazitas (devidamente empresarializadas pelas dondocas do sistema), mais uma caridadezinha embrulhada em campanhas tão giras (de escuteiros à porta dos hipers a envergonhar consciências), são mais do que suficientes para satisfazer os necessitados e garantir um lugarzinho no Além.
    Ah!… e agora até a minha contabilista diz que não posso pôr a viagem familiar de férias como custo da empresa porque estaria a enganar o fisco (a gaja deve ser uma proto-comunista, às tantas é mesmo fufa, é o que é!)

  10. Opção A

    Tenho um orgulho enorme em ser português e poder dizer aos países mais ricos do mundo que os nossos mortos em Portugal morrem todos vacinados contra a covid 19. E isto graças à vacinação que está a ser um sucesso.
    Só que o sucesso da vacinação não é na mitigação das consequências da pandemia, porque infelizmente as consequências da pandemia reflectem um número de mortos não covid drasticamente superior ao que é normal para a época.
    O sucesso da vacinação deve-se apenas ao governo por tratar as pessoas como gado.

  11. De facto, convém relembrar que os direitolas( neo-fascistas) são o que são, cada vez piores, por isso este post é fundamental para que as pessoas pensem bem em quem vão votar… quando for o caso! Pensem bem! Obrigado por todos nós! E muito obrigado Aspirina B pelos textos fundamentais, como este, que tem escrito!

  12. Hipótese b: Começas um curso de formação profissional na última semana de Julho, interrompes o mesmo na primeira quinzena de Agosto e prolongas o mesmo até ao final de Outubro a 4 horas por dia pagas a 1 euro e tal. Baixas a taxa de desemprego durante 4 meses e ficas muito feliz

    P.S. – Esta é uma história real é só dar uma “espreitadela” na Net

  13. “Se és direitola decadente, pulha inveterado e/ou caluniador profissional, que te está a causar mais azia e insónias?”

    Convergindo com a direita mais reacionária, o esquerdismo radical (representado no Aspirina B por camacho e afins) também padece duma azia e insónia crónicas face à persistência da Democracia, por esta frustrar-lhes a concretização dos desígnios totalitários.
    Os direitolas reacionários e os esquerdistas radicais da têmpera de camacho e afins vão aligeirando essa frustração crónica. Por isso, importam alegrias de substituição, uma vezes prestando culto a Trump ou a Bolsonaro, outras, a Putin ou a Maduro.
    E sem um pingo de vergonha na cara, como nos dão exemplo camacho e afins, que, na tradição do islamo-esquerdismo, acabam de celebrar a saída dos EUA do Afeganistão e o regresso dos talibãs ao poder. Assim mostrando que não tem limites a hipocrisia do seu “humanismo anti-imperialista”. Hipocrisia de quem, nas consequências das suas escolhas, está-se nas tintas para o que, sob o novo regime, muitos afegãos vão sofrer, em especial, as mulheres e as crianças,
    Instalado o regime opressivo da sharia, as bocas dos hipócritas que hoje gritam de revolta contra os EUA calar-se-ão, como é hábito. Nem piam.

  14. Quando os USA apoiavam os radicais do Afeganistão contra a Rússia, empenhada numa acalmia política permitindo um módico dr vida digna às populações, não pararam enquanto não forçaram esta a abandonar o país. Nunca perceberam, os USA , o que estava em causa. Hoje retiram caóticamente, sem sombra de solução entrevista.
    Se me quiserem explicar melhor o que é uma opção aventureira, façam favor !!!

  15. “…a Rússia, empenhada numa acalmia política permitindo um módico dr vida digna às populações…”

    oh madre teresa quel’cul t’as!

  16. Não é bem assim, Abraham. Eles sempre perceberam o que estava em causa, estavam-se era nas tintas para isso. Eles aliam-se ao Diabo, a todos os diabos que o Inferno for capaz de parir, para tentar lixar quem lhes ameaça a hegemonia e a ganância dos bolsos sem fundo. Foi o que fizeram quando apoiaram os paizinhos dos talibãs, cagando-se para o retrocesso que isso provocava na sociedade afegã e para um “módico de vida digna para as populações”, como dizes. Tal como conviveram inicialmente muito bem com os talibãs quando ainda pensavam que os podiam controlar, cagando-se para os homens, mulheres e crianças cujas vidas esses atrasados mentais pudessem infernizar. E foi o que fizeram quando ajudaram a criar, apoiaram e armaram a Al-Qaeda, ainda para enfraquecer a URSS no Afeganistão. Foi o que fizeram quando promoveram o derrube do primeiro-ministro progressista do Irão, Mossadegh, para pôr no seu lugar o xá, um seu (deles) criado, porque este lhes garantia mão livre no saque do povo iraniano, assim levando ao advento dos ayatollahs. É o que fazem no apoio desavergonhado ao regime ultra-retrógrado, corrupto, torcionário e assassino da Arábia Saudita, autêntico Estado Islâmico de papel passado, como dizem os brasileiros, que armam até aos dentes enquanto enchem os bolsos com os brinquedos bélicos que lhes vendem, e é também o que fazem com o apoio a toda a merda de monarquias retrógradas do Golfo parentes da merda saudita. É o que fazem quando apoiam e armam a merda da Al-Qaeda da Síria, que muda de nome todas as semanas mas continua a ser a merda da Al-Qaeda (deve ter sido com esses que a pidalhada que infecta este pardieiro aprendeu o método). Foi o que fizeram quando apoiaram o Saddam Hussein contra o Irão, fornecendo-lhe inclusive apoio com informações obtidas por satélites e aviões espiões sobre posicionamento de tropas iranianas. Ou seja, apoiaram o país agressor contra o país que fora pura e simplesmente invadido para lhe roubar parte do território rica em petróleo, aproveitando a fraqueza conjuntural do exército iraniano devido a purgas dos ayatollahs. E apoiaram de novo o Saddam (juntamente com Alemanha e outros) com o fornecimento de armas químicas com que ele gaseou e assassinou centenas de milhares de soldados iranianos, de que os sobreviventes ainda hoje sofrem graves sequelas. E continuaram a apoiá-lo quando gaseou e assassinou milhares do seu próprio povo, os curdos de Hallabja, boicotando a sua clara condenação nas Nações Unidas e, inclusivamente, desenvolvendo manobras de desinformação com vista a atribuir ao Irão o crime que sabiam perfeitamente ter sido cometido pelo Iraque de Saddam Hussein, mais tarde promovido a diabo mas que consideravam então um grande amiguinho. E foi o que fizeram quando apoiaram, armaram e treinaram (inclusivamente com escolas de tortura) todas as ditaduras torcionárias de extrema-direita da América Latina, fosse na Argentina, Chile, El Salvador, Brasil, Uruguai, Paraguai, mais toda a merda de filhos da puta que lhes ameaçassem uma redução, por pequena que fosse, do saque a que sujeitaram esses povos. Foi isso que fizeram quando apoiaram a Indonésia na guerra de genocídio que desenvolveu contra o povo de Timor-Leste, como já haviam feito quando apoiaram a mesma Indonésia assassina no massacre de uma parte do seu próprio povo, neste caso os malfadados comunistas. E não esqueçamos o que fizeram no Vietname, apoiando, armando e treinando um regime de ladrões, enquanto assassinavam, a tiro e à bomba, centenas de milhares de um povo que se atrevia teimosamente a não se deixar subjugar nem roubar, afogando-os ainda em armas químicas (agente laranja e outros) de que ainda hoje sofrem sequelas. Mais a filha de putice que fazem há anos, como há dias lembraste, com o bloqueio a Cuba. Foi isso que sempre fez, faz e fará o império do bem, caro Abraham, e nunca faltaram nem faltarão cretinos, sacanas, filhos da puta e idiotas, úteis e inúteis, que nisso os apoiarão ou aplaudirão entusiasticamente, se preciso for ajudando-os a roubar, torturar ou assassinar os seus próprios povos, missão em que não hesitarão um segundo, como se encarrega de provar a diligente canzoada que, neste pardieiro, não nos larga os botões da braguilha.

  17. eu é mais a A….mentira pegada de vossa excelência , sr V. basta comparar com os números de Agosto passado e ficamos a saber que a vacinação contribuiu para a disseminação do viruzito e para um aumento de mortes . é muito fácil de verificar : a única variável nova relativa ao verão passado é a vacinação , porque havia novos , velhos , variantes xpto muito mais muito contagiosas e perigosas , festas , turistas , tudinho menos a vacinação de água bente da big pharma. já sabem que à 10 dose , a pfizer e demais ogres , oferecem um big mac?

  18. O doutor da mula russa esqueceu-se de dizer que foram os EUA que derrubaram o regime dos talibãs em 2001 e os mantiveram longe do poder até ao recente reinado do Trampa, que os reabilitou.

  19. Eh pá! Não vou dizer que és meio atrasado mental porque, em bom rigor, te encarregas de provar que a segunda metade também é tua.

  20. Encostados às cordas, o camachismo dedica, por fim, uma porção tardia da sua indignação a outros alvos, que não os EUA.
    Mas, fiel ao paradigma estreito da sua indignação, observando sempre o preceito ritual de relativizar a culpa de ditadores, para, em contrapartida, sublinhar a do imperialismo norte-americano.
    Fazendo fé no camachismo, a responsabilidade criminosa de gente como Saddam Hussein ou Augusto Pinochet remete sempre para a responsabilidade maior e última do EUA. Em suma: os ditadores e políticos criminosos deste mundo são, com maior ou menor grau de autonomia, marionetas manipulados pelo bonecreiro Tio Sam, o criminoso-mor.
    Assim, fazendo fé nas omissões cúmplices do camachismo, cabe aos EUA a responsabilidade dos crimes cometidos na URSS e na Rússia de Putin.
    Fazendo fé nas omissões cúmplices do camachismo, cabe aos EUA a responsabilidade dos crimes cometidos na Bielorússia de Lukashenko.
    Fazendo fé nas omissões cúmplices do camachismo, cabe aos EUA a responsabilidade dos crimes cometidos nos países europeus do antigo bloco soviético e além destes, na Roménia, Jugoslávia e Albânia “socialistas”.
    Fazendo fé nas omissões cúmplices do camachismo, cabe aos EUA a responsabilidade dos crimes cometidos na Coreia do Norte.
    Fazendo fé nas omissões cúmplices do camachismo, cabe aos EUA a responsabilidade dos crimes cometidos no Cambodja.
    Fazendo fé nas omissões cúmplices do camachismo, cabe aos EUA a responsabilidade dos crimes cometidos na China.
    Fazendo fé nas omissões cúmplices do camachismo, cabe aos EUA a responsabilidade dos crimes cometidos em Cuba.
    Fazendo fé nas omissões cúmplices do camachismo, cabe aos EUA a responsabilidade dos crimes cometidos na Venezuela de Chávez e Maduro.
    Fazendo fé nas omissões cúmplices do camachismo, cabe aos EUA a responsabilidade dos crimes cometidos no Afeganistão durante a intervenção militar soviética.
    Fazendo fé nas omissões cúmplices do camachismo, cabe aos EUA a responsabilidade dos crimes cometidos no Irão dos ayatollahs
    Fazendo fé nas omissões cúmplices do camachismo, cabe aos EUA a responsabilidade dos crimes cometidos na Síria pela dinastia Assad.
    Fazendo fé nas omissões cúmplices do camachismo, cabe aos EUA a responsabilidade dos crimes cometidos no Laos.
    Mais: fazendo fé nas omissões cúmplices do camachismo, os civis palestinianos mortos por israelitas merecem a indignação e o clamor, enquanto que os israelitas mortos por palestinianos o desprezo e o silêncio.
    Fazendo fé nas nas omissões cúmplices do camachismo, a morte violenta de Kafadi merece as nossas lágrimas, enquanto que a morte violenta das vítimas do seu regime apenas merece costas voltadas.
    Fazendo fé nas omissões cúmplices do camachismo, as tentativas de assassinato de Fidel Castro merecem a celebração do seu fracasso, enquanto que os cubanos assassinados sob o seu regime merecem a celebração das suas mortes.
    Finalmente, fazendo fé nas omissões cúmplices do camachismo, a saída dos EUA do Afeganistão e a queda do atual regime afegão merecem o nosso contentamento explícito e espontâneo, enquanto que o retorno ao poder da sharia talibã apenas merece a omissão dum silêncio inicial, mal resolvido com adendas tardias.

  21. Ó Fazendo fé, é isso mesmo, os EUA só levam aos povos oprimidos, a democracia, a paz, a prospreridade. Basta ver os casos mais recentes da Líbia, Egipto, Afganistão. Aonde reinava a desordem e a tirania, passou a reinar a democracia, a igualdade, a prosperidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.