22 thoughts on “Provérbios bentos”

  1. Recomeçam as dores de cabeça para a dupla Relvas/Passos. Passou o efeito da anestesia e o povo enfrenta a realidade. Merkel,Merkel,Merkel!

  2. Paulo Bento quis copiar o Chelsea, mas não foi feliz.
    Pelos últimos 15 minutos ficou a saber-se que, se Portugal jogasse os 90 minutos de igual para igual, o resultado do jogo poderia ter sido outro. Quem joga para empatar, geralmente perde. E foi o que aconteceu.
    Apesar disso, nada está perdido. Perder com a Alemanha, que é uma séria candidata à vitoria final, não deslustra. Ganhemos nós à Dinamarca e à Holanda, mais acessíveis, que outros ventos surgirão!

  3. estou fazendo figas para que a alemanha ganhe a merda dos jogos todos a ver se os wiskas men capados europeus se decidem a alguma coisa que se veja , gaita. Vergonha. primeiras páginas inteiras de jornais de “referência” a falarem de bola. referência à estupidez masculina , só pode.
    a Lisístrata do sec. XXI tinha de pensar numa maneira de boicotar a bola , não o sexo , cromos da bola cobardolas eunucos amigos do cunhado pai do filho in vitro do ronaldo unhas pintadas .

  4. :))

    desta vez concordo contigo. Bola, Balelas e Bento. Faz diferença dos três Fs. Quatro: f***.

    Ai a projecção nacional, ais os nossos embaixadores, ai a estratégia do jogo, ai o Bento, ai o Ronaldo, ai a atitute, a táctica. xauzinho, que aqui não se está a aprender nada. Silly season é todo o ano em Portugal, mas escusava de ajuda suplementar agora que até temos os santos Poplares.

  5. eu espreitei o site da uefa e vi o seguinte:

    remates à baliza: Alemanha 12 Portugal 11
    remates enquadrados: Alemanha 4 Portugal 7
    cantos: Alemanha 2 Portugal 11
    golos: Alemanha 1 Portugal 0

    O que vem confirmar que a Alemanha ganhou, sem dúvida, porque marcou mais golos.
    Mas desmente que, na prática, tenha atacado a baliza portuguesa mais do que Portugal
    atacou a alemã…

  6. Amo de paixão a estatística descritiva do jogo. Como houve um golo durante o jogo entre as duas equipas, fazendo as contas exactinhas, exactinhas, estou em dizer que Portugal marcou meio golo.

    :)))

  7. algum dia tínhamos de concordar , edie :) fico danada , acho que a falta de pão é merecida a pessoas que perdem tempo no circo.

  8. Agradeço os posts de josé carmo francisco que puseram à disposição dos frequentadores do aspiria b.Pelo que li, jose do carmo francisco tem dois problemas: um é ser um homem culto,que lê muito e escreve bem.O segundo problema é sustentar com argumentos a idade do benfica para por os” lampioes” em polvorosa. faço a minha declaração de interesses dizendo que sou do Sporting mas gosto do Benfica,por ter tido uns pais que muito amei adeptos deste clube. Se esta posição ou outras, de JCF suscitam comentarios taõ pouco apropriados , lamento profundamente.Quero acreditar que esta malta já caiu em si,e neste momento já fizeram um mea culpa.José carmo francisco pela vertente cultural que tras a este blogue torna-nos mais cultos o que só nos enriquece.rapazes vamos tornar este blogue melhor.critiquem os posts, dêem-lhes o seu apoio se estiverem de acordo com o que ele suscita,mas sempre com humor,contudência mas elevaçao moral e etica.A josé do carmo francisco,peço-lhe que continue com a sua vertente cultural. gostei imenso do post sobre fernando pessoa. Os nossos inimigos não estão no aspirina,mas fora, e em varios tabuleiros.Os que nos visitam, para fazerem o contraditorio, serão benvindos,se não entrarem por caminhos do insulto gratuito.Vamos a isto camaradas,pois os tempos estão dificeis.No fascismo prendiam-te se fosses do contra. hoje prender custa muito dinheiro. portanto ameacam-nos com relatos das nossas vidas privadas,como fizeram à jornalista do publico e pelos vistos ao Bispo das forças armadas torgal ferreira.Para todos um abraço de solidariedade e um viva a portugal para ganharmos à dinamarca.Maria Rita

  9. os tugas são muito chatos : uma pessoa não quer comentários , pois não se comenta , carago !!!!!!! fogo. não conseguem respeitar a vontade do próximo ? chatos. que enjoo.

  10. Maria Rita, vai ver se eu estou na esquina.

    maria albertina, se queres respeitar a vontade do próximo, não comentes.

  11. Títulos do Record de hoje:
    João Pereira: «Podíamos ter saído daqui com a vitória»
    Ronaldo: «Fomos muito melhores do que a Alemanha»
    Nani: «Tivemos azar…»
    Fábio Coentrão: «É uma injustiça muito grande»
    Nélson Oliveira: «Perdemos mas fizemos um grande jogo»

    Por último, o “treinador”:
    Paulo Bento: «Jogo estava controlado…»

    Como poderão estes fulanos melhorar quando não conseguem perceber por que perderam o jogo? Andam nisto há décadas e depois queixam-se do azar e do Pinto da Costa.

  12. “À direita, o Rio Tejo e o mesmo Mar da Palha onde há 55 anos as barcaças com o lixo doméstico dos lisboetas eram despejadas no Porto da Lama. Carroças lentas levavam esse material a servir de adubo pelos campos do Afonsoeiro, Jardia, Alto Estanqueiro e Atalaia. O Porto da Lama ficava no Montijo, logo a seguir e bem perto do Cais dos Vapores.”

    Leiam este naco de prosa. O Filho da puta do Xico que não se cala e só diz mentiras.
    Então os barcos com o lixo de Lisboa (a merda que tu fazias) iam só para o Montijo? Grande idiota. Parte desse lixo ia em fragatas para o Barreiro e era despejado junto à linha do caminho de ferro no ramal Barreiro-Seixal.
    E diz-me lá oh cretino. Sabes onde é o Mar da Palha? Pois é precisamente em frente a Cacilhas. E então as barcaças que iam de Lisboa para o Montijo davam a volta pelo mar da Palha. Era oh estúpido? se calhar iam almoçar ao Ginjal e depois voltavam a Lisboa e lá seguiam para o Montijo.
    Se o Val perNite tanta alarvidade e tanta asneira no seu blog está realmente a colaborar com gente analfabeta, cretina, estúpida, ignorante e isso EM nada beneficia o blog. Apenas faz com que as pessoas pensem que todo o blog é esta palhaçada.

  13. “Alguém perto de mim pisa o empedrado da calçada dita portuguesa. São passos na manhã do feriado da Festa do Corpo de Deus, dizem as vozes que este é o último. Talvez por isso a procissão saída da Sé de Lisboa às cinco da tarde parecia não ter fim nas ruas da Baixa.”

    . ontém marrou com azulejos, hoje temos a verdadeira, legítima, caldeirada à portuguesa. o pé descalço da benedita põe, subtilmente, em causa a origem do calçado da terra que o viu nascer, numa provocação caceteira digna de rio maior e com interpretação muito para lá de freud ou mesmo pacheco pereira.

    . afinal eram passos, uma constante do pensamento fransciscano, acreditando em rumores publicados no diário da república.

    . por fim, a baralhação habitual do proso-poeta, era de manhã, mas passou-se à tarde e parecia não ter fim, tudo numa estranha relação do nexo causa/efeito.

    se me der na telha ainda falo do resto desta obra prima da literatura rústica do séc. xxi que à primeira leitura cumpre os mínimos para uma candidatura ao prémio tino de rães senda a maria rita em prezzzidente do xchúri.

  14. “Suemos mas ganhemos”, era assim que se dizia, quando ganhávamos moralmente. e ouvíamos o relato no rádio da taberna da aldeia.

  15. a primeira parte foi um bocado desastrosa pois foram completamente comidos no meio campo. mas quando sofreram o golo, e talvez por isso, já estavam a dominar o meio campo e o jogo. é um facto que face ao produzido o resultado podia ter sido melhor e é também um facto que a alemanha não é nada de especial. mas creio não andar longe da razão ao dizer que esta equipa é a menos boa (em potencial, claro está) dos últimos 15 anos. vamos ver…

  16. E continua a baralhação, balha-nos Deus! Eu já tinha abisado, mas ninguém me deu oubidos. Agora, é isto. Já não se cumenta só um poste. Cumenta-se dois em um! O dr. Xico fechou o seu caixote do lixo, mas não imbalida que as pessoas cultas de serbiço no aspirina benham a terreiro alheio botar os pontos nos iii. Cumo é o caso das aldraveiras que o dr.Xico se atrebeu a escreber aqui e que lebam o leitor a ler o que não é berdade. O caso é sério, sinhores! Depois bem uma tal Maria Rita e outra Maria Alvertina, combidadas do dr. Xico, a dizerem vem sem saverem nadinha do provlema. A Maria Rita debe dar aulas de catecismo, moral e religião, lá nas vandas onde mora. A Maria Alvertina debia ter ficado muito xatiada por Portugal ter perdido com a Alemanha. Biu-se nas palabras dela. Um bizinho meu, o sr. Bentura, disse-me logo: «Bá inté lá, bizinha, a pôr água na ferbura daquela gente, quinda dá tragédia!» O sr. Bentura conhece vem o dr. Xico e diz que ele sempre foi assim, um pé no chinelo e o outro a dar para as imbenções. Mas berdade, berdadinha, quem fica a ganhar são ou outros sinhores do aspirina: o sinhor balupi e as sinhoras que escrebem neste vlogue. Bendo vem, somam mais cumentários. Às bezes até só tinham um ou dois. Agora bou. Mas bolto a dizer que fico à espera que aquilo que escrebe o dr. Xico seja debidamente corrigido por quem save mais do ca ele. Até à bista!

  17. Ó BIZINHA do LADO , Vocemecêi agora lemvra-me a garle néxte dóre, olhe, gustei da oubir, lá istendie a rôpa, e apanhei com a merda da gataria do Trambolho, cum carago, ainda bou a ber o gajo a iscrebere sovre póias e gatos. Já me encarderam a porra da rôpa, apanhei um pedaço de berruga em cima das cuecas do homem, granda bácoro, e com as ovras ilegais que cunstruiram aquie de bolta, já num apanho com as águas da arravida, e lá se me baie o cloro e o iodo, catano. o tempu num tá para vrincadeira, de tal maneira anda o xarcu.

    inté

  18. Ó Boltaren, foi uma alegria ber cas minhas palabras não caíram em saco que não foi cusido. Tenho lido os seus cumentário com olhos vem atentos e bejo a cólidade dos seus bastos conhecimentos de orde geral. Sovretudo bê sempre vem as vanalidades, inda por riba varalhadas, do dr. Xico. Graças a si, Boltaren, fica tudo nos seus debidos lugares. Não há dúbida qué preciso um rebisor disponibele aqui no aspirina para os postes do dr. Xico sairem como debe de ser. O meu bizinho Bentura até me deu os paravéns quando biu o seu cumentário ao meu. A mulher, a Balentina, andaba a labar as iscadas e inda não biu nada. Mas ela diz que tamvém conhece o dr. Xico e quele já é assim desde que usaba vive: tronvudo, inbejoso e que varalhava sempre o carteiro quando tinha de assinar uma carta registada enbiada lá da Benedita. O mal já bem de longe, sinhore. Canto à rôpa e à gataria, bote uma voa pitada de pimenta aí pelos veirais queles cheiram e não boltam mais. Era vom que se pudesse fazer o mesmo aos postes do dr. Xico; não boltava mais a bir praqui a fingir qué vom e a dar roda de povre e charolês a quem anda a travalhar de vorla no aspirina a vem da cóltura. Até à bista!

  19. Ó BIZINHA , pois olhe tô agora a fazere a janta pró meu meco, o gajo é cumó dr. Xico Trombudo, chega-me a casa, destapa-me aquelas patas e é só xulé carago, e dpois diz quistá inspiradoe e lá bai pro salãoe, onde puzerem a intrenete, e prontos fica alie a amargare a buscar palabras deste e daquele e quando arranja um afrase, cumeça aos gritos, save cumó quando o benfica marca um golo. Ê já lhe disse que se acaitelasse, num lha foçe dare o vadagaio, queu preciso de reforma do animale, mas prontos ali senfia no terraço, bolta e meia escarra pró lado e é a bida que tenho.É da mesma egualha do dr. Xico, cumo casei por precuraçãoe, num sei de onde é o meu meco, mas debe ser lá dos lados da Benedita, cus caracteres sãoe iguais. O Cavrão até mofereceu uma hoober e agora anda cum a mania do citrohein, eu já lhe disse para ficare quedo, cainda lhe caia algum bebado em cima do tejadilho e furabalhe um pineue, mas o gajo é teimozo cumá porra. à noute, bai-se.me pra janela, eue que me abenha nos lençois, o cavrão diz que biagra num é com ele, e o qu elhe dá pica é a iscrita. garnda porra, eu bem uso La perla com os viscates que faço a limpare a merda da casa dos ôtros, mas o cavrão só quere é iscrevere e eu já lhe disse «larga-te disso, home, dá cabo do cú de tanto escrebere, nem melhoras o álito nem o buraco do cu tem descanso, tal a soltura»
    Já pensei no probedor dos blogues, pra bir a fazer uma bistoria aos atentados á iscrita que po cá se fazem. Ai cada bez que me lembro da ode da berruga do Dr. Xico, só me bem à caveça certas coisas.

    Já bou indo, inté.

  20. Concordo com o Zeca Diabo: o mais importante de tudo não é ganhar, nem sequer competir, é APRENDER com os erros!

    Há seis anos que Portugal leva chapas-três sempre que joga com a Alemanha e NUNCA APRENDE NADA!

    Desta vez, vá lá, só chupou um e podia até ter empatado (ao menos deu essa sensação nítida, o que não aconteceu em nenhuma das duas vezes que perdemos com o desnorteado Scolari no banco), mas o mais importante de tudo NÃO SE ALTERA: continuamos a Leste de perceber por que é que, joguemos melhor ou pior, ACABAMOS SEMPRE POR PERDER!!!

    Para escaparmos a este deprimente faduncho, talvez um jornalismo desportivo menos cretino (e não só) seja indispensável. Já para não falar das Escolinhas de Futebol, onde não abundam competências pedagógicas de espécie nenhuma, ou nas próprias Aulas de Educação Física, onde talvez muita coisa pudesse ser diferente…

    Continuem a chorar baba e ranho, feitos Calimeros. E depois não se admirem se voltarmos lá da estranja humilhados com três derrotas na sacola (papo cheio, mas sempre muito inchado, como bons marialvas de punheta…).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.