Portugal dos pequeninos

Há um Marques Mendes em todos nós. Um Marques Mendes que se recusa a crescer. Um Marques Mendes da senha de presença. Da sanha da sua presença.

19 thoughts on “Portugal dos pequeninos”

  1. é sim, quase :-)),

    e portanto |z|= sqrt(x2-y2)

    ora, como a norma, no seu sentido convencional, é distância à origem, deixando cair distâncias negativas que nos levavam para o outro lado do espelho, tens que sqrt(x2-y2)=C, c>0,

    fa z er a mala
    ba z ar

  2. O problema do Marques Mendes não está na altura do seu esqueleto, mas no tamanho do seu carácter. Tamanho esse que deixa muito a desejar, posto que se apresenta como chefe político.

  3. sim, Valupi deixei de propósito um – no lugar de um + para ver se havia maestro para cuidar do stradivarius,

    portanto sendo w=x-iy (conjugado de z) então:

    |z|^2=zw= x^2+y^2,

    e |z|=sqrt(x^2+y^2)

    obrigado pela sugestão, claudia, que tem sido bem aproveitada, aqui em terras de granito, e que imagino se te aplique por igual

  4. Marques Mendes mede 1,60 c, não sei se calçado ou descalço, eu penso que calçado de peúgas e sapatos de salto alto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.