Paulo Bento, o Platão de Sócrates

O seleccionador nacional de futebol, Paulo Bento, sublinhou nesta terça-feira numa aula no ISPA – Instituto Universitário sobre “Treino de Liderança e Desenvolvimento de Equipas” – que “um líder deve ser o último a desmotivar”.

Fonte

2 thoughts on “Paulo Bento, o Platão de Sócrates”

  1. Tinha a ideia que o socras era mais um daqueles subprodutos, “misto Eusébio Pelé”, em que se juntava Paulo Bento com queiróz “daqui não saio nem morto”. Mas depois o gajo foi aos EUA e jurou que se demitia se o orçamento não fosse aprovado, pelo que, és capaz de ter razão.

    P.S. Já agora, até quando vais dizer socras forever?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.