2 thoughts on “o urgente e o importante”

  1. O urgente é o apontado por Porfírio. O importante é,ultrapassando os pessimistas bacocos e os optimistas chéchés, meditar sobre a razão de mais um falhanço enquanto comunidade face à necessidade de um novo paradigma. O importante é questionar porque não somos capazes e voltámos a perder esta oportunidade de ouro de nos afirmar na adversidade, ultrapassando-A. Tenho de voltar para a cama que o catarro está de volta e a Rosa tem os pés frios. Maldita glândula entre a bexiga e a uretra!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.