Numerologia – II

11. Rangel é um animal de rixa de bancada, da boquinha sacana e da filha-de-putice do ganho de curto prazo como estratégia de longa duração. Foi o que fez na celebração do 25 de Abril na Assembleia da República, marimbando-se para a solenidade e simbolismo da ocasião, onde assinou por baixo um discurso comicieiro e arruaceiro. O miserabilismo político do PSD é tal que a sua falta de qualidades como estadista se transformou, por propaganda da claque, em embalagem de inteligência. Pode mudar, claro, mas neste momento a sua fama diz mais de quem o rodeia do que de si, ça va sans dire.

12. Todos os treinadores são bestiais quando ganham, bestas quando perdem. Um treinador pode, a 5 minutos do fim, meter um coxo no jogo e ainda vir a ser louvado pela sua ciência do pontapé na bola só porque o coxo, sem saber como, marcou o golo da vitória no último minuto. A tentação é a de atribuir ao treinador um qualquer poder que esteve na origem do acontecimento decisivo, mas a verdade está noutro lado: no ranço do coxo, no galo do guarda-redes. Assim na política. Muito provavelmente, o PSD teria o mesmo resultado, ou até melhor, com Marques Mendes. E o PS poderia ter o mesmo resultado, e até pior, sem Vital. Porquê? Porque, como toda a oposição o disse à partida e à chegada, nestas eleições só interessava atacar o Governo, o PS e Sócrates, para que imediatamente se pudessem usar os resultados para alimentar o fogaréu das Legislativas. Era inútil perder tempo a pensar em quem se estava a candidatar para a função, ou sequer no que ia para lá fazer.


13. Rangel frisou que a vitória comprovava o acerto da sua campanha, que rotulou de proximidade sem detalhar a preferência por hotéis de luxo, e Ferreira Leite frisou que a vitória comprovava o acerto da promessa de se falar verdade aos portugueses, exercício que deve estar a acontecer ainda com decibéis insuficientes para a capacidade de audição humana. Estas declarações desvelam o oposto da sua leitura literal, exibem a ferida no acto de colocar a ligadura. São curiosidades antropológicas.

14. Todos os raivosos, maníacos, ressabiados e tontinhos foram votar em romaria contra Sócrates. Nenhum faltou à chamada, era dever religioso. À noite, celebraram como se o Benfica tivesse conquistado o campeonato. E adormeceram felizes, justiçados. A vidinha voltou a fazer sentido, o horizonte encheu-se de esperança, a tirania está quase a acabar.

15. O PSD militante e operacional festejou a vitória com o êxtase que só é possível a quem regressa do mundo dos mortos. Tratou-se de uma vera ressurreição transmitida em directo, corporizada numa dúzia de galfarros, muito betos, aos urros na Lapa e a sonhar com o regresso para amanhã do mítico cavaquismo, aquele que tantas ricas coisinhas deu a ganhar aos seus papás e amigos dos papás. Só faltavam ali umas gajas boas, ou umas gajas boazinhas, mas é sabido que o PSD gosta delas é em casa, nas discotecas algarvias e nos paquetes.

16. A ousadia de Vital, ao dar nome aos bois, foi tanta que até no PS vários carolas ficaram assustados com a quebra da regra de ouro logo recordada pelo Pacheco. Há muitos anos que ninguém protagonizava uma cena tão politicamente incorrecta para a salazarista hipocrisia nacional como essa de pedir ao PSD um mínimo de responsabilidade moral perante um caso que envolve e implica o partido de várias formas, algumas delas directas e iniludíveis por causa dos financiamentos partidários. Por isso, nos dias seguintes, a direita ranhosa andava aos papéis, dizendo que o jogo sujo não estava no BPN, coitadinhos, mas no Vital, no PS e em Sócrates que andavam a caluniar só para obterem votos. E foi neste contexto de completo desnorte da campanha de Rangel, com a guerra intestina pela liderança a não se conseguir esconder nem numa altura tão crucial, que Cavaco fez uma declaração que deixou tudo e todos perplexos. E hoje soube-se que Dias Loureiro é um pobrezinho. Pois é, o tempo ameaça dar cada vez mais brilho ao grito de alma de Vital.

17. Imaginemos que o resultado das eleições é o espelho político do País no que diz respeito às escolhas para as Legislativas. E qual era o mal? Quem tem medo da democracia? Se os portugueses preferem esvaziar o centro e reforçar as alas, isso é tão válido como outro resultado qualquer. E se os portugueses consideram o PSD mais capaz de governar do que o PS, isso é tão válido como outro resultado qualquer. A questão das dificuldades na governabilidade é uma falsíssima questão — até porque a política é sempre dinâmica e relativista, levando os seus agentes para novas posições consoante a divisão do poder — embora o PS tenha de a brandir quase que por imperativo lógico. O nosso amigo Carlos Santos fez um boa reflexão a propósito.

18. Uma das excelentes consequências dos resultados eleitorais das Europeias pode ser visto no debate interno do PS para as Legislativas. Imediatamente apareceram aqueles que querem resolver o assunto abrindo já negociações com o BE. Chamam a essa operação virar à esquerda. Acontece que, quando já se está à esquerda, continuar a virar à esquerda acaba na direita — e o BE e o PCP são exemplos desse conservadorismo imobilizante. A tese que defende o acordo com o Bloco implica reconhecer algum projecto político meritório de que o BE seja bandeira, mas qual? Nacionalizar-se a Galp e EDP e proibir os despedimentos nas empresas que tiverem lucro? O que é que o BE quer para o resto do País que não odeia a Ministra da Educação? Se alguém souber, é favor informar.

19. Considerar que a vitória do PS nas Legislativas tem de ser obtida com viragens à esquerda nasce de uma concepção meramente horizontal e binária da política. Estes serão os mesmos para quem não existirá o centro, apenas mais ou menos esquerda, mais ou menos direita. Ou seja, estes ainda estão reféns dos ditames ideológicos esgotados no século XX. Começamos a libertar-nos dessa datada e limitada matriz quando situamos o PS num espaço tridimensional, onde o centro se concebe com altura, largura e profundidade. Nesta mais rica geometria, o novo posicionamento poderia continuar a ser ao centro, mas numa diferente altura e diferente distância. Por exemplo, o contrato que o PS estiver disposto a fazer com o eleitorado na área da Justiça não implica nenhuma viragem à esquerda ou à direita, exactamente ao contrário: trata-se de encontrar o verdadeiro centro equilibrador dos diferentes interesses que estruturam a comunidade. O mesmo para as políticas reformistas, onde a viragem à esquerda implicaria o seu atrofiamento e paragem. Esse retrocesso, essa cobardia, seria uma desgraça nacional.

20. Virar à esquerda é inútil, pela simples razão de que a maior parte desses votos não é recuperável. Quem votou BE e PCP porque está numa cruzada Alegre, ou porque é professor, ou porque é imbecil, já se encontra num estado de completa irracionalidade. Leia-se o A Educação do Meu Umbigo, por exemplo, e constate-se como o discurso do autor, e os comentários que recolhe, reproduzem na íntegra a posição radical do Mário Nogueira quanto à não cedência em negociações. Aquela gente está a lutar pela sua sobrevivência individual, nenhum apelo ao bem comum terá sequer reconhecimento cognitivo, pelo que se tornaram desperados oscilando entre o estado hiperactivo e a mais funda depressão. No plano ideal, o PS — ou outro qualquer partido, tanto faz — seria uma entidade que se posicionaria numa espaço político a quatro dimensões. Conseguiria, então, falar para certos grupos que ainda não têm maturidade política, que votam por efeitos de marketing, não de crítica. O BE recolhe muitos destes votos imaturos, votos tribais e de adesão afectiva, e isso também acontece porque não tem concorrência. Introduzir a variável tempo, e compreender que o eleitorado é constituído por uma crescente multiplicidade sociológica que também é categorizável pela sua maturidade política, é mero bom-senso. Os partidos no século XXI não se devem limitar a pedir votos, também devem oferecer instrumentos intelectuais para formar cidadãos mais críticos, mais autónomos. Isso passa por conseguir ensinar política de uma forma inovadora, sem paredes nem professores, mas com cidadãos a pensarem a Cidade. Eis uma ideia nascida da negatividade que moldou o resultado das Europeias.

85 thoughts on “Numerologia – II”

  1. Valupi, boa noite.
    Espero que sejas pago pelo que escreves, caso contrário, mais parece que caíste de um eléctrico, (ainda há eléctricos de onde se possa cair?) as coisas são muito mais simples.
    1.O bom do impoluto Dias Loureiro não tem cheta? Paga com o corpo, é assim desde os romanos.
    (pausa para a janta)

  2. Parece que está a ir longe demais e quando assim é perdemos o respeito.

    “Rangel é um animal de rixa de bancada, da boquinha sacana e da filha-de-putice do ganho de curto prazo como estratégia de longa duração”

    Difamação

    Quem votou BE e PCP porque está numa cruzada Alegre, ou porque é professor, ou porque é imbecil, já se encontra num estado de completa irracionalidade

    Mau perder de ressabaido que estás
    TEM VERGONHA

  3. É por este tipo de discurso fanático que deixei de votar PS, lamento meu caro que tenha enveredado por esse caminho

  4. Felizmente para Portugal a maioria dos Portugueses é mais inteligente do que tu!

    E deu “vitórias” ao PSD, ao CDS, à CDU, e ao BE e com um pouco de sorte elege o Rui Tavares.

    Quanto ao resto é a tua raiva a vir ao de cima. Sabes que a raiva se cura? há medicamentos para isso. Vai já ao tem médico de família.

    “Virar à esquerda é inútil, pela simples razão de que a maior parte desses votos não é recuperável. Quem votou BE e PCP porque está numa cruzada Alegre, ou porque é professor, ou porque é imbecil, já se encontra num estado de completa irracionalidade”

    Tu vales tanto como estratega politico como analista de sondagens SIMPÁTICAS, ou seja nada, zero virgula zero, zero, zero.

    IMBECIL ÉS TU, e tão imbecil que nem te apercebes disso. Ainda tens mais 3 meses para espumar da boca com a tua raiva.

    Se fosses minimamente inteligente já tinhas compreendi que o que andes a escrever não te valeu da nada. Mesmo o tachito parece estar em perigo!

    “A ousadia de Vital, ao dar nome aos bois, ”

    Sim de facto foi inteligente por parte do Vital. Pena que os portugueses não tenham concordado. Coitadinho do vital, um incompreendido. Eu acho que são os hábitos estalinistas do homem, que até na derrota é um pobre diabo.

    “14. Todos os raivosos, maníacos, ressabiados e tontinhos foram votar em romaria contra Sócrates. Nenhum faltou à chamada, era dever religioso. À noite, celebraram como se o Benfica tivesse conquistado o campeonato. E adormeceram felizes, justiçados. A vidinha voltou a fazer sentido, o horizonte encheu-se de esperança, a tirania está quase a acabar.”

    Pois, foi coitadinhos. Já a tua, deixou de fazer qualquer sentido. Mas vá, lá não lhe ponhas termos nem o socrates vale isso.

    Não vês que a tua arrogância te cega. Ao que parece é crime ter opinião diferente da tua e votar contra o PS!

    LARGA O VINHO

  5. O ponto 20, que me apanha de raspão, é divertido.
    Após boas e longas refregas com o sector mais ortodoxo da Fenprof, ler este marmelo dizer que eu reproduzo as posições do Mário Nogueira só pode ser anedota.

    Mas há quem goste de misturar tudo.
    Bom proveito.
    ;)

  6. Muito bem, Valupi! Continuas a ter o dom da lucidez. Realmente o alegado “fenómeno” Rangel é uma coisa que não deixa de me espantar. Faz lembrar o saudoso Santana Lopes naquela eterna atitude de reclamar uma ascendência moral sobre os outros, que acusa de baixeza, enquanto ele faz o mesmo à descarada. Ficou indignado com a alusão ao Bpn ? E já se esqueceu quando insinuou que Sócrates pôs o Sis a espiar magistrados ? E quando afirmou que o Governo era cúmplice de Lopes da Mota ?
    Insinua que os outros são aldrabões porque a sua é a unica política de verdade. Nem vale a pena elencar a imensidade de patranhas que entretanto lançou enquanto paladino da “politica de verdade”.

  7. Não sei quem tu és… Mas deves ser fraca besta… Quem fala assim dos professores, é porque está mal de humores…

  8. olho, fizeste muito bem em ter deixado de votar PS. Deves continuar assim, livre.
    __

    Ibn, tens toda a razão: a maioria dos portugueses é mais inteligente do que eu. Deves continuar assim, perspicaz.
    __

    Paulo G., tens razão, claro. Mas não tens a razão toda, porque discutires com os sectores mais ortodoxos da Fenprof (que eu nem quero sequer imaginar o que defendam…) não invalida que reproduzas e promovas a intransigência que tem feito a imagem de marca do Nogueira.

    E sabes muito bem que tipo de discursos te preenchem as caixas de comentários, é uma alucinação constante.
    __

    Jeronimo, exactamente. É da velha guarda, este Rangel.
    __

    Cunha Ribeiro, não falo “assim” (?) de todos os professores. Há muitos professores. Eu já fui professor. E poderia voltar a ser.

  9. Eu?
    Que intransigência?

    pensando bem, acho que eu sou mais intransigente.
    As caixas de comentários são caixas de comentários e tão só isso. Local onde cada um escreve o que quiser.
    Se passares por lá, tens toda a liberdade para dizeres o que quiseres.

  10. Claro que as caixas são livres, é disso mesmo que falo. As tuas atraem um certo tipo de comentários, resultado do teu discurso.

    Mas, olha lá, isso não tem mal nenhum. O teu espaço é um sucesso e ainda bem. Venham mais com essa pujança comunitária e activista.

  11. Quem votou BE e PCP porque está numa cruzada Alegre, ou porque é professor, ou porque é imbecil, já se encontra num estado de completa irracionalidade

    Penso que deves um pedido de desculpas

  12. O meu partido venceu com 63% dos votantes!!

    Parabéns para a ABSTENÇÃO, O POVO NÃO COMPARECEU EM MASSA E FOI MUITO POSITIVO PARA MOSTRAR AOS PULHAS DO PSD, PS, BE, PCP E CDS QUE ESTAMOS FARTOS DAS SUAS ACUSAÇÕES E DAS SUAS LAMECHICES.

    63% DE ABSTENÇÃO É A MAIOR ABSTENÇÃO DE SEMPRE EM PORTUGAL E ERA BOM OUVIR DA PARTE DOS SENHORES DO PSD, PS, PCP, BE E CDS…EXPLICAÇÕES PARA A CAUSA!

    O POVO NÃO NA SUA ESMAGADORA MAIORIA (QUASE 70%) DECIDIU NÃO ESTAR AO LADO DE NENHUM PARTIDO, POR ISSO QUE NINGUÉM SE ARROGUE DE DIZER QUE O POVO ESTÁ COM A, B OU C.

    O POVO ESTEVE AO LADO DA ABSTENÇÃO

    63% – A TAXA MAIS ALTA DA UNIÃO EUROPEIA!!

  13. “Ibn, tens toda a razão: a maioria dos portugueses é mais inteligente do que eu. Deves continuar assim, perspicaz.”

    Lamento desapontar-te, mas não é preciso ser perspicaz para chegar a tal conclusão.

  14. fcr, a Azia dura e vai agravar-se lá para Outubro, aí a azia vai ser de tal ordem que vai dar em ulcera nervosa!

  15. Val faz-nos um favor, por favor não desistas de ser assim .Eles acreditam nos glutões nós não .
    Eles que tomem aspirina que isso passa.

  16. Ibn Erriq,
    «Felizmente para Portugal A MAIORIA dos Portugueses é mais inteligente do que tu!
    E DEU “VITÓRIAS” ao PSD, ao CDS, à CDU, e ao BE»

    ….

    Ó PARVALHÃO !!! A MAIORIA DOS PORTUGUESES NÃO FOI VOTAR

    CAGOU PARA TI E PARA O PSD, PS, BE, PCP E BE

    O MEU PARTIDO GANHOU COM 63% – MAIORIA ABSOLUTA!!

    OTÁRIO…

    (desculpem os termos usados mas para sacanas sacana e meio)

  17. O olho do cu que já foi militar, psicólogo mas continua a ser doido, agora até já responde por filhododarquense, como se alguém desse alguma importância à merda que sai daquele olho, mas agora não veio sozinho também trouxe o meu amigo Guinote que a única coisa que sempre pretendeu, foi ganhar muito e trabalhar pouco, para ter mais tempo para olhar para o umbigo.
    Valupi, o Guinote sentiu-se insultado, por que aquilo que ele pretende efectivamente é tomar o lugar do Nogueira como líder dos agitprofs.
    O Guinote há anos que anda à procura de protagonismo, e quem lho deu, foi o Albino da Confap, porque até ali, o homem era um frustrado professor de história do 2 ciclo numa escola da margem sul, que se só sentia importante a olhar para o umbigo…

  18. O PARVALHÃO QUEM SE CALA CONSENTE, POR ISSO, QUEM SE ABSTÊM, PERMITE QUE OUTROS DECIDAM POR ELES.
    ASSIM, A MAIORIA QUE NÃO VOTOU PERMITIU QUE OS QUE VOTARAM “FALASSEM” POR ELES, CERTO Ó ABECULA?

    PORTANTO, COMO NÃO É NECESSÁRIO 50% MAIS 1 DOS ELEITORES, NA PRATICA, 38% DOS VOTANTES REPRESENTAM O MESMO QUE 100% CERTO Ó BURRO?

  19. Militar, Psicólogo, engraçado :-), não respondendo directamente alguém anda a fazer confusão com niknames ou Ip’s ou simplesmente é exotérico ou é parvo. São hormonas aos saltos????

    Olho, sempre assim será, só mudámos noutro Blogue para filhododarquense por piada, mas não se trata de nenhuma justificação, até porque não damos protagonismo a quem não o tem.
    Encerrado o assunto, resta-me confirmar , podem continuar a chover os insultos do pequenito que aqui anda à procura de migalhas que de mim não terá mais nenhuma resposta, não tarda sou o Sócrates….só mesmo por contrição

  20. Ibn Erriq,

    ERRADO Ó INOCENTE!!

    A MAIORIA SILÊNCIOSA DEU UMA MENSAGEM CLARA:

    – NÃO ALINHAMOS COM OS PULHAS DO PSD, PS, BE, PCP E CDS

    A MAIORIA SILENCIOSA GRITOU ALTO NOS SEUS QUASE 70% QUE ESTÁ-SE CAGANDO PARA O BARDAMERDAS QUE A MEIA DÚZIA DE GATOS PINGADOS ESCOLHESSE.

    OTÁRIO..

    QUASE 70% DO POVO PORTUGUÊS CAGOU PARA AS ELEIÇÕES EUROPEIAS, CAGOU PARA OS CHULOS E OS NOVOS EMIGRANTES DE LUXO QUE PSD, PS, PCP, BE E CDS DERAM A CONHECER AO PAÍS

    A QUEM É QUE ANDAS A LAMBER OS PERDICALHOS??
    AO CABEÇA DE PORCO LARANJA??

    VAIS FICAR RICO PRÁ SEMANA…É JÁ A SEGUIR, IMBECIL…

    ELE É QUE METE AO BOLSO E TU FICAS-TE A RIR PARA ELE, PAPALVO…

    NOTA BEM, O POVO ESTEVE AO LADO DO MEU PARTIDO DA ABSTENÇÃO EM QUASE 70%…SE CALHAR O PRÓXIMO PASSO NÃO É A ABSTENÇÃO…É MESMO PARTIR PARA A VIOLÊNCIA….E CUIDADO QUE PODEMOS COMEÇAR PELOS “VENCEDORES”

  21. Val,

    Obrigado pelo comentário. Estive a olhar em detalhe para os resultados nos vários países e se se confirma o que já sabíamos: uma subida dos conservadores / nacionalistas do PPE e dos grupos extremistas eurocépticos, eu não creio que isso tenha a ver, como anda a pretender a blogosfera do PSD, com uma consciencialização dos males do socialismo e dos méritos do neoliberalismo. Quando vejo onde mais cresceu essa contestação noto a Aústria, a Suécia, a Irlanda, a Alemanha, o RU: países onde a crise ou já é muito forte, ou, como na Suécia e na Austria, ainda aí vem e com mais força. Quando se olha para a Hungria que criou partido neofascista e elegeu 3 deputados, ou para os 5 deputados eleitos pelos eurocépticos austríacos, leva-me a crer que o há que é uma revolta contra uma ajuda que esperavam da UE mas que as instituições do maior neoliberalismo ortodoxo como o BCE não permitem dar.
    Em síntese, eu não acho que de repente, quando o desemprego se prepara para atingir 27 milhões de europeus a malta se tenha virado contra os socialistas e a favor do mercado desregulado. Acho é que como os socialistas são habitualmente os partidos mais pró integração europeia, e em muitos países o pessoal está desesperado com a UE, penalizou os socialistas não votando ou votando nos partidos menos integracionistas ou mesmo extremistas eurocépticos. Achas que faz sentido? É evidente que há factores nacionais em cada país. Mas a abstençaõ portuguesa, que foi a maior inimiga do PS, pode ter tido muito de abstenção de protesto contra a europa que nos foi vendida como um eldorado e afinal era um pesadelo…
    Olha, se puderes espreita o diz-me o que pensas http://ovalordasideias.blogspot.com/2009/06/e-agora-europa-na-crise-neoliberal.html

    Abraço,
    Carlos

  22. Ó olho do cu, o outro blogue que mudaste de nome, como já o fizeste por várias vezes, foi no meu.
    Tu és um olho do cu tão merdas. que até aqui já disseste que eras militar, agora desmentes! Eu topo bem este atrasado mental de merda que já fez um clone do meu blog com um pequena alteração no endereço, só para se passar por mim.
    O olho do cu como é um atrasado mental a querer se passar por inteligente, faz comentários nos blogues para se sentir gente, mas não passa de um filhoda… darquense com problemas mentais
    Como já te fiz uma vez, se quiseres posso apresentar aqui com link, a imagem do teu ip com os variados nomes de merda que saem desse olho do cu, depois é só confirmar o IP que apresento, com IP que entras aqui.
    Acho bem que comentes no plural, porque o teu atraso mental é tão grande, que nem sabes quem és!

  23. Caro Valupi,

    Em uma palavra: admiração.

    Parabéns pelo post e obrigado pela sua lucidez. Não ligue a esses raivosos, maníacos, ressabiados e tontinhos aí da caixa de comentários.

  24. Valupi: as sondagens davam uma vitória ao PS por 36% e ficou dez pontos abaixo, o que quer dizer que do eleitorado PS houve uma retirada significativa à última da hora para dar cartão amarelo.

    Na minha interpretação foi um cartão amarelo de esquerda, confirmado pelo desvio de votação para a extrema-esquerda, chamando assim para simplificar.

    Concordo que o binário esquerda/direita é uma redução, mas precisamos de binários para simplificar a argumentação.

    A esquerda ganhou as eleições por 12 a 10, com uma abstenção do caraças também da esquerda e com desvio significativo da votação para a ponta esquerda.
    Socrates e o seu estado maior sabem ver isto, só conseguem colher à esquerda com políticas de esquerda. Pode não aletrar o eixo estratégico mas tem de reorientá.lo á esquerda se quiser vencer as eleições.

    Quanto à direita: esteve toda nas urnas, vê-se pela votação do CDS, tudo junto não vale grande coisa, o PSD vale aquilo e com menos abstenção ainda vale menos,

    Tens razão em perguntar qual é o programa político do Bloco que não seja ser contra isto e aquilo mas fazer estoutro e aqueloutro.

    Que eu saiba a Justiça é um ideal da esquerda, claro que dito assim é redutor mas é essencialmente correcto, não?

  25. Na vida comentamos o que queremos e há coisas que não valem a pena, assim não alimentamos reacções coléricas

  26. Esta numerologia do Senhor Val, é mais um exemplo, se outros fossem precisos, da razão porque o PS tem mesmo que ir embora. Os partidos normais, normalmente, por assim dizer, precisam de cerca de oito anos, ligeiramente menos, entre seis a sete anos, para mostrarem à evidência que está mesmo na hora de se irem embora. O ps nem de quatro precisou. No que teve mérito e deve estar de parabéns. Ou não serve para exercer o poder, por clara incompetência ou gosta demasiado do poder que abusa dele com uma estranha e exemplar forma de amor. Sendo um partido pós-moderno, nem de esquerda nem de direita, com um lider pós-moderno, sem conteúdo nem densidade, é talvez natural que tenha acelerado o tempo, uma característica pós-moderna, e que tenha conseguido em quatro anos, até menos, o que outros costumam levar quase oito para conseguir.

    Com tudo isto, e com o bom coração que tenho, resta-me aconselhar ao Senhor Val uma Aspirina B, que se não mata o ressentimento, pelo menos alivia a dor. Ao que dizem.

  27. Valupi, faço parte da grande maioria dos que concordam com as suas análises e, por isso, não se manifestam. Mas acho que desta vez – face aos comentários estúpidos, fanáticos e ignorantes que antecedem o meu – devo vir a terreno para lhe expressar O QUANTO CONCORDO CONSIGO SOBRE OS RESULTADOS NACIONAIS DAS ELEIÇÕES PARA O P.E. E considero o Paulo Rangel mais perigoso do que o Santana Lopes, pois o seu estatuto de prof., a sua cara redondinha e voz maleável é mais cativante para uma certa camada “bem pensante” da população fora dos grandes centros urbanos. Mas é um aldrabão, de fachada “compostinha”! Só vomitou mentiras na campanha que fez!
    Infelizmente no PS já não faltam vozes a clamar por mais “esquerda”, como se as reformas corajosamente empreendidas por este governo não fossem as mais adequadas à sustentabilidade futura da nossa sociedade com os padrões “POSSÍVEIS” DE SOLIDARIEDADE SOCIAL, SEM ENTRARMOS EM GUERRA CIVIL.

  28. Aqui está a primeira amostra de um palerma que dá pelo nome de olho do cu e agora passou a entrar no meu blog com o filhododarquense como ele já admitiu aqui, aliás ele só o fez porque sabe daquilo que eu sou capaz. Este atrasado mental que vem para aqui armado em homem credível , mas não sabe fazer melhor do que comentários deste tipo.
    http://www.twitpic.com/6yrup

    olho do cu, continuas a cometer os mesmo erros por enquanto o teu IP e e-mail estão escondidos, mas não me provoques, já tiveste a prova do que eu sou capaz! Acedas á internet de onde acedas, a tua merda cheira tão mal, que te reconheço de qualquer maneira , em qualquer altura e em qualquer lugar!
    Já agora olho do cu há mais de um ano que em cada comentário teu, dizes que é último, mas nem sequer é o último do dia, porque há dias que tenho que levar com essa merda que te sai do olho do cu várias vezes. Numa coisa estou de acordo contigo de todos os nomes que já tiveste, este de olho do cu foi aquele que melhor te fica!

  29. A análise «ocultista» do Valupi continua… Segundo o que ele (e os especialistas do Tarot) nos diz, a realidade política não se reduz à esquerda e direita, pois há mais dimensões ocultas, que só os baralhadores (outra palavra para manipuladores) das cartas conseguem descobrir. Assim, nesta abordagem esotérica, o Pinto de Sousa é uma espécie de espírito que paira acima do referencial esquerda/direita: e ele está «acima» desse referencial porque se conseguiu desprender da matéria, do conteúdo, que constitui aquilo que diferencia diferentes ideologias e projectos políticos. Ele é pois uma imagem do vazio, do despreendimento niilista, que o transformam num ser imaterial, sem qualquer peso, sem qualquer massa, e nessa medida não é afectado por qualquer lei de gravitação politica. Limita-se a pairar no ar, seguindo a direcção e o sentido que os ventos, ou sopros do poder, determinarem: é o que se chama de um espírito oportunista e calculista.
    Realmente é escusado a esse ser imaterial virar à esquerda, porque só pode virar à esquerda ou à direita quem existe no mundo material, e o espírito voador tanto subiu, tanto subiu, em direcção ao outro mundo que já só se pode dizer que é um ser irremediavalmente morto. Claro que, por aqui, ainda há especialistas do ocultismo (como o Valupi) que nos querem fazer crer que esse ser ainda existe, até porque para estes especialistas o que existe é o que aparece nas imagens das cartas, nas imagens que passam e são fabricadas para a televisão. Bastaria por isso continuar a apostar na magia da publicidade e da propaganda televisiva para conseguir hipnotizar os eleitores e conseguir o milagre de ressuscitar o morto. O Valupi diz-nos que isto são «instrumentos intelectuais» que nos podem ensinar a «pensar a política de uma forma inovadora», mas a verdade é que a bruxaria e a «arte» da trafulhice não são de agora. O que é de agora é a bruxaria querer passar por ciência, e daí designar-se por «ciência oculta», e os seus praticantes e produtos reclamarem-se como «modernos» quando não passam dos mesmos aldrabões de sempre.

  30. Valupi

    Gosto muito de ler este blogue que descobri recentemente. Admiro a objectividade e lucidez com que trata os assuntos. Passar pela caixa de comentários dá-nos uma visão admirável dos sentimentos que pululam neste país e vemos muitos obcecados que ou sao parvos ou querem fazer de nós parvos.

  31. Caros amigos, é um facto que esta caixa de comentários se tornou mais vernácula e colorida do que o costume, mas isso não tem mal algum aqui no Aspirina B (bem pelo contrário!). É também para estes momentos de desabafos, momentos de fortes emoções ou meras brincadeiras, que a Internet pode ser um excelente auxiliar ao bem-estar mental.

    Acima de tudo, viva a liberdade.

  32. Val , desculpa de ter feito desta caixa de comentários peixaria , mas este olho do cu faz parte, apesar de nem sequer ser agitprof, de um grupo que sempre vendeu peixe podre por peixe fresco, e como a “ASAE” pôs cobro aquilo, não gostaram de ter de passar a ir lota e serem fiscalizados como todos…
    Segundo história antiga do olho do cu, quem é prof é a mulher, ele solidariamente tomou dores dela, até aí nada de mal! Mas como o tipo é um grande tangas nem sequer posso afirmar que isso seja verdade, mas uma coisa é certa, ele sempre se prestou a ser o bufo do rebanho do pastor Guinote, tipo leva e trás!

  33. “Os medíocres têm vida curta”

    http://aeiou.visao.pt/os-mediocres-tem-vida-curta=f512140

    And last but not least

    Esquizofrenia: sintomas
    A esquizofrenia, devido às suas características, foi durante muito tempo um sinónimo de exclusão social.

    Os sintomas esquizofrénicos podem ser classificados em duas categorias:

    Sintomas “Positivos”
    Delírios – ideias delirantes – (pensamentos irreais, como, por exemplo, as ideias de ser perseguido ou vigiado);
    Alucinações (percepções irreais – ouvir, ver saborear, cheirar ou sentir algo irreal – como, por exemplo, vozes que mandam fazer alguma coisa, ou comentam actos);
    Pensamento e discurso desorganizado (elaborar frases sem qualquer sentido ou inventar palavras);
    Agitação, ansiedade, impulsos.

  34. Esquizofrenia é um transtorno mental que interfere na capacidade da pessoa de discernir entre o que é real e o que não é

    Um problema complicado, há que ter pena

  35. O que a gente aprende

    ” esquizofrenia é uma desordem psiquiátrica caracterizada por quadro de psicose crônica ou recorrente, levando a deterioração progressiva das capacidades funcionais.

    A psicose é o termo usado para um alteração do estado mental caracterizado pela perda da realidade, com sintomas como alucinações, delírios, pensamentos e discursos sem lógica e comportamentos caóticos.

    O doente psicótico costuma ser extremamente desconfiado, ouve vozes e vê coisas que não existem, imagina ter poderes especiais, acha que a TV ou radio mandam mensagens especialmente para eles, e podem imaginar que existe algum tipo chip ou antena que consegue ler seus pensamentos e monitoriza suas atividades.”

  36. Estas eleições foram novamente uma vitória para toda gente. Este cenário de vitória generalizada já é um enjoo.

    Os portugueses foram os que mais ganharam porque finalmente se viram livres do subconsciente inconsciente da Ferreira Leite. Paulinho… vai chatear o Barroso!
    Também voltámos a ganhar aquele malmequer da direita que esteve ontem no prós e contras, Santana ou Bagão. Má moeda, boa moeda… Ou será o contrário?
    O PS ganhou consciência que não se pode fiar nas sondagens e também umas moções de censura nos espasmos de sobrevivência do Paulo Portas.
    O PSD ganhou uma rica merda e a extrema esquerda ganhou mais votos. Agora só falta ganhar algum juízo.

  37. Disse Vitor Ramalho: “Tem de dar-se muita atenção ao ideário, aos reforço das causas, aos valores, transparência e rigor.” E isso, sublinha, reside na concepção ideológica dos partidos. Ora, no PS houve “um desajustamento do PS consigo próprio”. “Quando não se dá a devida atenção aos partidos, perde-se esse suporte ideológico.»

    E disse outro militante do PS: “Não faz mal apostar em meios de comunicação e marketing de ponta, mas fazer deles o alfa e o ómega da acção política, reproduzindo (como se isso fosse possível) estratégias de outros, não chega”, avisa. “Só com uma identidade ideológica consistente se conseguirá um discurso político próprio e a mobilização de todos aqueles que, optando pela abstenção, comprometem a governabilidade”

    Pois é, no PS já se começa a preparar o funeral do Pinto de Sousa e a dizer aquilo que há muito estava à vista, mas que os especialistas do tarot e do ocultismo queriam esconder, nomeadamente o facto do Pinto de Sousa ser um vazio ideológico, mas também alguém que levou o partido para a direita do espectro político (mas que os bruxos como o Valupi dizem ser uma outra dimensão), assim como o facto da sua imagem assentar na pura propaganda e publicidade televisiva mentirosas. E digo funeral porque ninguém minimamente racional e com juízo acreditará que é possivel inverter a situação do actual PS com uma reencarnação do espirito ou fantasma do Pinto de Sousa no mundo material, pois isso continuaria a ser mais da mesma bruxaria à Valupi.

  38. Prontos, confesso que sou atrasado mental e venho para estes sites dizer mal de tudo e de todos.
    Sou um macaquinho pago para andar nos sites a emporcalhar todos os que tentam discutir os assuntos da nossa sociedade.
    A minha função é meter-nojo.
    Sou um fdp que bate na mãe e no pai, os irmãos matei-os.

    Prontos, desabafei, sou um merdas sem descanso.

  39. Dr. Alisando Cresce

    Não vale a pena gritares, não é isso que te dá razão!

    Podes chamar-me o que bem te apetecer, agora otário é que não, pois nunca fui defensor da OTA!

    Gostaria de te lembrar que 63% é diferente de 70%

    Já gora falas só por ti ou pelos 63%?

    Arrogância é coisa que não te falta.

  40. Ah já agora, desconfia que cresça, não deve crescer de forma nenhuma, nem com o comprimido azul.

    Será por isso a tua raiva e frustração?

  41. ds, que não lhe doam as mãos, isto não vai lá nem com um milagre.
    O bom do Valupi, das duas uma, ou ganha bom dinheiro (o que não é vergonha em si) com os seus dons, ou quer somente ver de que barro são feitos os fantasmas que por aqui pululam.
    Há um véu de ignorância por cima de muitos, mas estes nunca criarão regras algumas,
    uma leitura apressada na wk é um exercício mais útil do que a triste figura que julgam ter o direito de nos obrigar a partilhar.
    Que viva o vinho e a liberdade como diz o Valupi. Mas há limites à desconsideração.
    Uma tertúlia deve ser feita com os melhores mas ao vivo.

  42. Eu não disse que a esquzofrenia é perigosa

    A infatilidade do antitretas levou-o a escrever:

    olho
    Jun 9th, 2009 at 16:18

    O abrolho é feliz assim…

  43. O gajo no fundo gosta de ser o “olho” será uma questão de desbromamento de personalidade?

    Só faltava eu também passar a identificar-me como anti….dass

    Porra….

  44. Ibn Erriq
    “Não vale a pena gritares, não é isso que te dá razão!”

    ESTÁS A VER!! ESTÁS A APRENDER UMAS COISAS COM O TIO SÓCRATES!

    Ibn Erriq
    “Gostaria de te lembrar que 63% é diferente de 70%”

    MAS QUE É UMA VITÓRIA ESMAGADORA DA ABSTENÇÃO CONFESSA LÁ QUE É!!

    Ibn Erriq
    “Será por isso a tua raiva e frustração?”

    DE QUÊ?? SE GOSTAS DE LAMBER OS PERDICALHOS AO PORCO-LARANJA TU LÁ SABES!
    POR ACASO NESSE CAMPO ATÉ ESTOU DO LADO DA ESQUERDA

  45. Prontos, confesso que sou atrasado mental e venho para estes sites dizer mal de tudo e de todos.
    Sou um macaquinho pago para andar nos sites a emporcalhar todos os que tentam discutir os assuntos da nossa sociedade.
    A minha função é meter-nojo.
    Sou um fdp que bate na mãe e no pai, os irmãos matei-os.

    Prontos, desabafei, sou um merdas sem descanso

  46. Mais uma
    Prontos, confesso que sou atrasado mental e venho para estes sites dizer mal de tudo e de todos.
    Sou um macaquinho pago para andar nos sites a emporcalhar todos os que tentam discutir os assuntos da nossa sociedade.
    A minha função é meter-nojo.
    Sou um fdp que bate na mãe e no pai, os irmãos matei-os.

    Prontos, desabafei, sou um merdas sem descanso.

  47. once more para acabar
    muaha ha hah
    sou mesmo ranhoso
    Mais uma
    Prontos, confesso que sou atrasado mental e venho para estes sites dizer mal de tudo e de todos.
    Sou um macaquinho pago para andar nos sites a emporcalhar todos os que tentam discutir os assuntos da nossa sociedade.
    A minha função é meter-nojo.
    Sou um fdp que bate na mãe e no pai, os irmãos matei-os.

    Prontos, desabafei, sou um merdas sem descanso.

  48. Esta caixa de comentários parece escrita por alienados. Uns esquizofrénicos ,outros alcoólicos, outros imbecis, outros dementes e ,ainda outros que sabem que têm sempre razão…. Tás tramado Val.

  49. Ó coiso que era susposto crescer mas quem nem com o comprimidinho cresce!

    Provavelmente és um dos palermas que por aqui costuma passar, senão mesmo o próprio! que decidiu mudar de nik só para poder usar vernáculo!

    É só para que saibas que não vou discutir contigo. Não tenho tempo para discussões absurdas com gente idiota.

    Passa bem!

  50. Bem, depois dos insultos que fizeste só porque alguém rebateu civilizadamente o teu argumento…não tens que ficar amuado.

    Comigo não há cá paninhos quentes para quem gosta de insultar – trato o cão com o pelo do próprio cão.

  51. Ouve lá!

    Vê o teu primeiro comentário em que te referes a mim e não te armes em palerma.

    Está escrito! Mas vejo que já moderaste, de repente ficaste adulto, foi?

    Por mim é-me indiferente! não insulta quem quer insulta quem pode. Estamos entendidos?

    Fica bem!

  52. Os portugueses são sublimes. Na altura da verdade, somos os maiores.

    Ah… deixem-se de histórias, em eleições europeias até votamos 12 contra 10 no Durão Barroso para o Parlamento Europeu. Venham com o que vierem, contra tudo e contra todos, ganhamos sempre.

    Quais cá neo liberais ou preocupações sociais, a Ferreira Leite ganhou, pá! Mudámos de ciclo, meu! Queremos lá saber se ganharam porque assinaram por baixo (o Dias Loureiro também o fez… e os bens já os vês) e não é questão de andarem a brincar aos políticos. Pelo contrário. Gostamos é de os políticos andarem a brincar a gente crescida. Fazerem de agricultores… fazerem de feirantes… de justiceiros contra os criminosos… e até de madalenas arrependidas se El Rei Dom Presidente vetar a lei de financiamento dos partidos.

    Eles não queriam, pá! Foi o Sacana Del Sócrates que obrigou o Paulinho Rangel a votar a lei do financiamento dos partidos. (Vou ficar com saudades, este Paulinho Calimero faz-me sempre vir as lágrimas aos olhos. Até me arrepia as pestanas!… É muito triste ele ir-se embora. Já foste?)

    Mas mudámos de ciclo, pá. Qual é a tua? Nenhuma, pois! Está tudo muito bem e é a democracia. Mas a Ferreira Leite tem uma preocupação. Ou duas. E os portugueses estão expectantes… São doidos distraídos!

    PS. Já me esquecia, veio também o Rui Tavares com os seus gostos pessoais: a sustentabilidade das cidades, os transportes públicos e o catano. Rui, pensa bem… Não te apetece mais nada?

  53. Ibn Erriq
    “Felizmente para Portugal a maioria dos Portugueses é mais inteligente do que tu!
    E deu “vitórias” ao PSD, ao CDS, à CDU, e ao BE”

    Dr. Alisando Cresce
    “A MAIORIA DO POVO NÃO VOTOU E DEU VITÓRIA POR MAIORIA ABSOLUTA À ABSTENÇÃO.

    QUE PRESUNÇÃO E QUE ARROGÂNCIA ACHAR QUE A MAIORIA DEU VITÓRIA AOS PARTIDOS QUE REFERISTE.”

    Ibn Erriq
    “IMBECIL ÉS TU, e tão imbecil que nem te apercebes disso”
    “Ó PARVALHÃO ”
    “CERTO Ó ABECULA?”
    “CERTO Ó BURRO?”

    Dr. Alisando Cresce

    Realmente tens razão, por mim é-me indiferente! não insulta quem quer insulta quem pode. Estamos entendidos?

    Fica bem!

  54. De facto és hábil na arte da truncagem, e a tentar rescrever a cronologia, mas só isso.

    Felizmente está escrito. A não ser que o alisando seja o valupi, quanto a isso nada podes!

    Mas porque é que eu ainda perco tempo a dar-te atenção?

    Fica bem!

  55. Mas não estávamos em crise?

    Presidente ofereceu banquete por ocasião do Dia de Portugal
    O Presidente da República ofereceu, no Convento de São Francisco, em Santarém, um banquete aos convidados para as Comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas.

    A cantora Cristina Branco actuou sobre o final do banquete e, depois, o Presidente da República e a sua comitiva dirigiram-se para o Campo Infante da Câmara, a fim de assistir a uma parte de um espectáculo musical oferecido à população.

  56. Quem paga as viagens desta senhora?

    «Visitar a Capadócia era desde há muito tempo um sonho de minha mulher e, depois de ler alguns livros sobre a Capadócia, eu próprio comecei a sentir-me atraído por uma visita a esta parte da Turquia», afirmou, depois de visitar o museu ao ar livre e a Igreja Tokali.

  57. CAVACO SILVA

    O PULHA QUE HÁ 20 ANOS ATRÁS NEGOU PENSÃO AO GRANDE HERÓI DA REVOLUÇÃO SALGUEIRO MAIA.

    há 20 anos quando era primeiro-ministro, Cavaco Silva recusou atribuir a Salgueiro Maia uma pensão por serviços excepcionais e relevantes.

    Uma decisão tão mais polémica porque e, na mesma altura, Cavaco Silva concedeu essa pensão a dois antigos inspectores da PIDE.

  58. São só medalhinhas, muitas duvidosamente atribuídas
    É claro que saiem dos bolsos dos contribuintes e depois o PR vem falar da crise

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.