Jamais sempre

Vamos lá a ser sinceros: sou só eu a achar absurdo que uma criaturinha licenciada ao domingo, com exames feitos por fax, venha dizer que não há facilitismo no ensino? Eu até podia concordar com o que estava a ser dito (embora não concorde, vejam lá), mas vindo daquela boca só me dá para rir.

Ana Margarida Craveiro está preocupada com a credibilidade dos políticos. Dos políticos do PS, em geral. E de Sócrates, em especial. Os outros, não contam. Até porque seria uma trabalheira começar a ter opiniões quanto à credibilidade dos políticos do PSD, é melhor ignorar. Pois muito bem. E que fez o malandro do Sócrates? Segundo a Ana, Sócrates licenciou-se ao domingo, com exames feitos por fax. Posteriormente, ela veio partilhar a sua fonte de informação, bastaria ler aqui. Acontece que ali não se diz o que ela diz, e que tanto pulha repete, pelo contrário. O enigma adensa-se.

Não lhe merece qualquer respeito a palavra do próprio aquando do esclarecimento dos factos? Estaria a Ana na disposição de provar o que diz? E, no caso de não estar, como qualifica as suas acusações? Já agora, uma curiosidade: estando pressuposto na difamação que Sócrates foi favorecido ao mais alto nível, para quê enviar faxes, qual a necessidade do domingo? É que qualquer um, vulgar cidadão, tem histórias as mais coloridas, patéticas ou escabrosas, para contar acerca dos seus anos de estudo em escolas públicas ou privadas. Ao pé delas, o que se diz das anomalias na formação académica de Sócrates é risível.

Uma coisa é certa, Ana: não existem licenciaturas em carácter, somos todos autodidactas. A avaliar pelo que mostras neste caso, estás chumbada. É estudar mais e melhor, incluindo aos domingos.

22 thoughts on “Jamais sempre”

  1. O que dizia há um ano António Borges sobre a Crise Económica?

    O candidato a Ministro das Finanças do PSD mostrou em entrevista ao Público a 30 de Março de 2008, o brilhantismo da sua compreensão da crise económica que já se sentia. Ficam algumas pérolas de um dos responsáveis pela política económica do programa do PSD.

    “A crise americana, a haver, será de curtíssima duração. Há um sector que está em situação dramática, que é o da habitação e construção. Mas tudo o resto da economia está bastante bem.” — vide construtoras automóveis do Michigan!!

    “A desregulação bancária foi longe de mais? De maneira nenhuma.” — crise do subprime? Falência do Lehman Brothers? Activos tóxicos? Bear Sterns a falir em…Março de 2008 se não fosse intervenção estatal?

    “Portugal e a Europa podem escapar a uma recessão face à actual crise internacional?

    Estou muito mais optimista do que a generalidade dos comentadores. (…) Haverá um abrandamento da actividade económica, mas espero que não seja muito substancial.” — No comments!

    “..As contribuições para Segurança Social também [são elevadas]… Mas não estamos é em altura de os baixar.” — por isso o programa do PSD propõe agora a descida indiscriminada da Taxa Social Única??

    ” A inovação financeira foi das coisas mais importantes que aconteceram nos últimos anos. ” — os tais produtos opacos que já levaram a gastar centenas de milhar de milhões de dólares a salvar empresas como a AIG? Activos Tóxicos? Hedge Funds? Credit Default Swaps?

    “O BCE é o grande vencedor destas dificuldades. Quer em relação ao Banco de Inglaterra, quer em relação à Reserva Federal. O BCE aparece muitíssimo mais sólido, tranquilo, capaz, competente, acabando por ter mais influência.” — Por isso já admitiu ter errado ao responder mais tardiamente à crise que os outros!!

  2. “É que qualquer um, vulgar cidadão, tem histórias as mais coloridas, patéticas ou escabrosas, para contar acerca dos seus anos de estudo em escolas públicas ou privadas. Ao pé delas, o que se diz das anomalias na formação académica de Sócrates é risível.”

    E que histórias são essas, para além do abstracto, mostra-mos provas.

    És mesmo um pandego.

    Foi a um domingo e por fax. qual é a duvida?

    “Segundo a Ana, Sócrates licenciou-se ao domingo, com exames feitos por fax.” Segundo a Ana ??? Onde tens andado na ultima década???

    Lembras-te do amigo morais, o tal que empregou a brasileira, o tal que foi professor de sócrates a uma carrada de cadeiras na tal universidade, o mesmo do famoso projecto do lixo da Cova da Beira, o mesmo …., lembras-te

  3. Venham de lá essas provas dos exemplos que atenuam a vergonha que foi a licenciatura de sócrates (os teus não valem).

    Não me digas que não conheces o amigo morais, cá para mim lembras-te bem dele, mas estás proibido de falar do assunto. O teu contrato obriga-te a defender o indefensável desde o carlos guerra até ao morais.

    Claro que a data da licenciatura não de um Domingo, incontestável que não enviou o exame por fax, é certo que não mandou um cartão de Sec. de Estado a acompanhar o trabalho, é evidente que tudo são calúnias, obviamente que os documentos apresentado foram forjados. Qualquer um vê isso. És mesmo um pândego!

  4. O melhor exemplo é o teu. Temos de pôr a Judiciária a investigar o teu percurso escolar e prender os responsáveis pelo resultado final.

  5. Na Universidade do Minho aluno que, faltando 3 disciplinas para acabar a licenciatura, tiver alguma experiência profissional pode pedir ao director de curso a equivalência às 3 disciplinas para acabar o curso – uma licenciatura faz-se com 36 disciplinas.
    Noutros cursos, o aluno a que apenas falte o estágio, se tiver experiência profissional, pode entregar apenas um currículo detalhado e pedir equivalência ao director de curso para acabar a licenciatura – um estágio equivale ao trabalho de 4 a 6 disciplinas.
    Inglês técnico num curso de engenharia civil vale tanto como chuva numa floresta tropical.

    Qualquer pessoa que tenha passado pelo ensino superior sabe qual é o valor de uma disciplina de inglês técnico num curso de engenharia – há quem prefira dedicar-se a berregar na esperança que aqueles que não sabem o que é o ensino superior acreditem que a falta é proporcional ao barulho feito.

    A mesquinhez e os slogans de campanha são usados para esconder o que interessa. São distracções para queimar tempo.

    Há quem ache que a política não deve nada à ética. Sá Carneiro dizia que a ética na política é fundamental. Caro Ibn Erriq,acha se deve votar para o País como quem defende um clube de futebol?

  6. Então é só o que tens para dizer?
    Esperávamos mais de ti, que provasses que é tudo é mentira, afinal não. Retórica, apenas retórica.

    O meu exemplo terá pouca assunto, já que nem a 4ª classe terminei. Só ia à escola para não ter que ir para o campo ou com o gado.

    Mas como não conheci o morais não arranjei um canudo, olha, azar o meu.

    Mas não te acanhes, venham de lá essas provas.

  7. Muito bem, Francisco.
    __

    Pois, Ibn, mas mesmo assim temos de descobrir como chegaste a frequentar a 4ª classe. Cheira-me a esturro. Ou bosta.

  8. Claro que te cheira a bosta, vives no meio dela!

    As provas onde estão as tuas provas? Nada?

    Mais uma vez não consegues interpretar o que lês, mostra lá onde escrevi que frequentei a 4ª classe. Oh homem tu trata-te. Precisas de um desenho?

  9. “Caro Ibn Erriq,acha se deve votar para o País como quem defende um clube de futebol?” Não, acho exactamente o contrário.

    “Há quem ache que a política não deve nada à ética” Eu aí estou com Sá Carneiro, sem ética não há respeito pelos políticos.

    O exemplos que deu em nada justificam a “trapalhada” da licenciatura.

    Querer reduzir o assunto à cadeira de inglês técnico é querer tapar o sol com a peneira.

  10. Sabe, felizmente há outros partidos em Portugal que não declaram que vão mentir aos portugueses.
    Há inclusive outros partidos de centro-direita que não abdicaram da ética.
    Defender a ética parece ridículo de tão óbvio; mas o momento é agora.
    Quando votar, vai escolher com a cabeça ou com o estômago?

  11. De que outros partidos fala?

    Mas os partidos de centro ou centro direita não são para mim opção.

    Nem vou votar com a cabeça nem com os estômago, vou votar com a mão!
    De qualquer forma, não compreendo a pergunta, ou seja, não compreendo o que o órgão digestivo tem a ver com o caso.

  12. Ok, já que não consegues um dou-te uma ajudinha.

    A 4ª classe era um dos níveis de escolaridade correcto? Embora, fosse também o nome da sua ultima etapa, certo?

  13. Desculpa lá, Ibn. Apaguei sem querer o teu comentário, na altura de o aprovar, e depois tive de o reproduzir assim. (daí aparecer com esta hora)

  14. Eu presumo que o facilitismo na conclusão de cursos seja directamente proporcional à inteligência.
    Sabes o que são números Ana? Na educação, na saúde, na desigualdade social, no PIB, na sinistralidade e por aí além…..
    Acções de formação em Word para licenciados? Cópias de trabalhos de colegas compilados e corrigidos em locais de trabalho dos maridos? Atribuição de créditos por acções de formação inexistentes?
    Deveria ser um caso de polícia….

  15. é sempre ridículo menosprezar a inteligência dos outros. muito mais quando se trata de aldrabões. por regra, se há coisa que eles não são é estúpidos. e um despacho duma falcatrua assinado a um domingo parece-me deveras alucinogénio.

    numa troca de opiniões o contraditório é salutar. nesse sentido vou transcrever algumas, só algumas passagens duma entrevista da visão de 14 de Agosto de 2009 com texto de patrícia fonseca, a amadeu lima de carvalho, um dos “donos” da independente que de queixoso passou a arguido num dos processos mais complexos da nossa democracia.
    o que é facto é que continua a reclamar os seus direitos numa instituição que foi encerrada pelo actual governo. nunca vi noticiadas nem comentadas essas afirmações em mais lado nenhum e tenho a certeza de que alguns intervenientes nesta caixa conseguem acrescentar algum esclarecimento ao assunto. tricas, dirão alguns.

    “-refere-se às chantagens que terão existido na licenciatura de josé sócrates? de quem era o interesse que essa informação viesse a público?
    -da oposição como é óbvio. rui verde foi militante do psd/ ppd e a ambição dele era ser político…
    (rui verde era responsável financeiro da independente e tem acusações do MP e de lima de carvalho contra ele)
    -e qual é a verdade?
    -a verdade é que as facilidades nas universidades existem. sempre existiram. facilidades não são ilegalidades…
    -que tipo de facilidades?
    -vamos imaginar que ele tinha um teste hoje e não podia ir, porque era secretário de estado, faz noutra data. isso é algum crime? qual é a universidade onde isso não acontece? mas eu não sei pormenores, era um assunto académico.
    -deve ter-se informado sobre o assunto…
    -evidentemente que fui averiguar. mas quando tomaram de assalto a universidade, essas pessoas queimaram documentos, inundaram instalações, destruíram muita coisa.
    -qual a intenção de destruírem esses documentos?
    -para que ficasse sempre a dúvida! e por isso é que responsabilizo quem conduziu a investigação… até skinheads guardaram a uni… como o que tinham combinado não podia ser cumprido, partiram para a chantagem…”

    e no fim, entre acesas guerras de poder, foi mariano gago, ministro de sócrates, que fechou a uni. os aldrabões devem andar desnorteados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.