Impressionar no emprego, brilhar nos jantares, seduzir em festas

‘Benevolent Sexism’ Is Not an Oxymoron and Has Insidious Consequences for Women, Experts Argue
.
Wash Away Your Troubles
.
The Decline of Violence
.
Babies Show Sense of Fairness, Altruism as Early as 15 Months
.
Reducing Iron May Lower Age-Related Brain Disease Risk
.
Why Does Conflict Arise When Social Identity Is Threatened?
.
People Without Cars, Financial Assets Less Likely to Marry: Study
.
Illusory Memories Can Have Salutary Effects

6 thoughts on “Impressionar no emprego, brilhar nos jantares, seduzir em festas”

  1. a diferença não é sexismo. existem, de facto, características que nos diferenciam. por exemplo, a capacidade de elevação das mulheres é cerca de 60% da dos homens. o sexo, o género, é um dos parâmetros que faz toda a diferença no trabalho manual e isto não é sexismo, é realismo;

    lavar a alma é a metáfora do fora para dentro;

    placebo para tudo e mais alguma coisa.

  2. Mas que treta de post é este? Porque é que volta e meia este post aparece? A quem pode interessar – senão a desocupados – tamanha sonsice? Que se lixem estes estudos… gastar dinheiro com ciência patética é o que está na moda, mas não julguem pf que estão todos a dormir. Que treta. Que raiva. Que desprezo. Que condescendência, enfim.

  3. Não sou nazi, nem sou louraça, Anónimo.
    Sou de esquerda (mesmo; e não do PS, do PCP ou do BE), e tenho o cabelo castanho.
    Odeio o PSD e o CDS, e ainda mais o Cavaco Silva. O resto tolera-se.
    Odeio a literatura portuguesa, que considero a mais inferior a nível mundial, em contraponto com a sua gastronomia, que considero uma das melhores a nível mundial.
    Odeio música portuguesa, e se fosse serial-killer, matava os Deollinda, o Rui Veloso e os Gato Fedorento.
    Gosto da Soraia Chaves e da Catarina Furtado, mas odeio a Sílvia Alberto e a Fátima Lopes.
    Odeio os nossos telejornais, que não informam coisa nenhuma e se divertem gratuitamente com a informação.
    Aqui no blogue, dos postadores, só aprecio Vega9000, e em termos físicos (em intelecto, é básica, porque só vê direito à frente), a Isabel Moreira. O resto desprezo.
    Dos comentadores, aprecio o Kalimatanos, porque é fresco e feroz, e gosto do Adolfo Dias, que me diverte com a sua poesia bem portuguesa (ou seja, de fraquíssima qualidade).
    Renego a Igreja Católica e as aparições de Fátima, e nunca sorrio para um padre. Gosto de comer restos de hóstias com uma caneca de cerveja, e de ver o Peso Pesado, enquanto me comovo com todo aquele nojo.
    Às vezes, quando não me fazem um sexo oral decente, acordo mal-disposto; e sim, nisso acertou: foi esse o caso hoje (tive, mas foi mal feito – assim como a maior parte das mulheres sabe fazer, ou seja, sofrível).
    Felicidades para si. Deixe-me em paz. Eu escrevo para me ler.

  4. oh pindérica! é nazi e ainda não deste por isso. experimenta um broche do metanos ou do autoproclamado rei dos arrumadores que talvez resulte. e já agora, não partas o espelho.

  5. Anónimo, mantenha-se anónimo pf. No resto da sua vida, e não apenas aqui. É um favor que se faz a si mesmo. Para mim, é-me igual ao litro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.