3 thoughts on “Exactissimamente”

  1. Vítor Gaspar teria, decerto, alguma dificuldade em ser eleito…

    Vai-se a ver e este desprezo pelas eleições é, de facto, complexo de inferioridade motivado por falta de carisma. (Isso explica o ódio a José Sócrates, por exemplo). Tal desprezo e recorrente, neste governo. Leva-me este deslize de Gaspar a pensar que a múmia política que ocupa a residência oficial do PM disse o que disse — que se estava a lixar para as eleições — porque o homem do verbo lento assim o doutrinou.

    Entretanto, Passos Coelho veio fazer uma diatribe sobre ter ou não ter (eis a questão!) máquinas para imprimir moeda para pagar salários e pensões. Mas foi de tal forma insistente com a ideia, que um sem número de portugueses poderá ter ficado a pensar se não seria melhor sair do euro e regressar ao escudo (mesmo aguentando com os 30% de desvalorização).

    Posso acrescentar que é melhor que Passos Coelho entenda que os 30% de desvalorização supõem uma saída controlada do euro, coisa que o seu Ministro das Finanças já disse não querer nem saber fazer…

  2. oh pá! 30% de desvalorização já tu levas no património que hás de andar a pagar em prestações até ao fim da tua vida, mais umas marteladas nas prestações sociais, uns impostos especiais e chegas ao fim da legislatura com 50%, se houver desvios ainda podem recorrer ao confisco das poupanças. ficas no euro enquanto der para amortizar algum por conta da dívida-que-cresce-cada-vez-que-pagas e depois logo se vê, os velhos ficam a tomar conta do património, pagar imi e prestações, e os novos vão lavar pratos ou esfregar teclados para a merckla a troco de golfes em 2ª. mão.

  3. ignatz, pões-me a rir de coisas tristes.
    exactamente, esfregar teclados é bom para descrever a desvalorizaçao do trabalho, componente importante da estratégia. Mas descreves no futuro e já é realidade. Os alemães estão satisfeitíssimos com a qualidade dos engenheiros informáticos (e outros) portugueses que ficam quase tão baratos como uma assistente de limpeza alemã. “golfes em 2ª mão” -LOL

    Quanto ao meu futuro, também já é o presente: pagar o imi e prestações. Podem é aumentar, tens razão, mas até lá esta merda desmorona-se. Falo desta europazinha de merda que temos agora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.