11 thoughts on “Evidência”

  1. eu ontem quando li isto pensei se seria o ex-secretário de Estado das Florestas, ou outro homónimo. Pelos vistos é ele. Não o conheço, calha que vou com a cara porque o vi uma vez a rir e gostei. Que eu saiba saiu em colisão com o ministro, mas não sei nada de especial, porque o puseste aqui Valupi, era porque ele era SE do Ambiente?

  2. é provável, é provavel
    que o homem seja sério; aliás basta ser figura menor de um qualquer executivo neoliberal para se furtar a suspeitas; nem sei quem é o homem.
    porém, é sempre possivel admitir que alguém tenha passado e atirado uma pastel de nata para dentro de um balde de merda

  3. Ó José Nunes, diz lá em que pasta está agora o Rui Gonçalves, se não te importas. Quando se quer desmentir alguém, convém não dizer aldrabices.

  4. xatoo, vê-se que tu odeias os executivos neo-liberais.

    Pergunto:

    Preferes os executivos liberais à moda antiga? Ou odeias todos os liberais?

    Outra pergunta:

    No mundo há algum governo que não seja neo-liberal e também não seja ditatorial? Qual?

  5. Valupi: estava ali enroscado na metafísica (está a apetecer-me dar cabo do realismo físico que nos dominou nos últimos anos) e dei comigo a coçar uma orelha com este teu criptopost; espero que venha Sol amanhã senão ainda desoraculizo isto,

  6. Nik, é óbvio: ninguém está isento de escrutínio, fiscalização, investigação. Mas eu referia-me às suas declarações, tanto no conteúdo (o essencial) como na forma (outro tipo de essencialidade).

    Não penso que ele se tenha substituído às polícias, digo é que nesse plano da comunicação social – o contexto do que disse e da minha observação – não apareceu oponente. Ele chegou e sobrou para o contraditório.

    Quanto às suas actuais funções, sei tanto como tu.
    __

    Exsocialista, não é curioso, é a prova de culpa.
    __

    Z, ele é uma das figuras centrais de todo este imbróglio no que respeita à suspeita de corrupção. Se os promotores viram o seu projecto chumbado duas vezes como chantagem, então Rui Gonçalves teria sido um dos cabecilhas do processo, pois era ele o responsável directo pela aprovação ambiental.
    __

    xatoo, essa imagem é porreira, a do pastel de nata num balde de merda.

  7. gosto de imaginar que existem gajos incorruptos mas olha que normalmente são afastados, e isso é cá, porque lá fora levam um tiro, os negócios fazem-se é com corruptos, se forem só um pouco já temos sorte,

    lembro-me de uns ex-colegas meus que no início das carreiras ainda falavam do assunto e diziam “ se não fôr eu é outro “, e reproduziam o argumento corruptor por excelência, mas o sistema funcionava assim,

    mas não conheço as declarações do homem sobre o assunto, se houver para aí um link apropriado manda pf

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.