18 thoughts on “E a multa por tentativa de manipulação de eleições legislativas e autárquicas, será maior ou menor?”

  1. Quero ver se há algum político “com voz” a vir em desefsa deste “popular”. Possivelmente ficarão todos calados, porque é um “popular”, um zé-ninguém. Nem percenem que isto é uma forma de atemorizar e fazer calar a indignação. Ou percebem mas estão-se cagando. Os da esquerda, porque os direitolas já teriam feito cair o carmo e a trindade se o insultado fosse de esquerda. Recorde-se o “filha da puta” ao PM Sócrates que, em vez de multa, rendeu 10 000 euros de indemnização. A estratégia do medo é uma realidade em crescendo, a que a nossa alienada classe política assiste, assobiando para o ar.

  2. carlos costal detido e julgado no minuto por injúrias ao presidente, sem espinhas. sousa tavares, o ministério publico estudou o caso, vai instruir um processo, daqui uns meses notifica o miguel para uma diligência qualquer e daqui a dez anos é arquivado por deficiência da defesa técnica. o primeiro tem que pagar € 1.300,00 e provavelmente uma cunha do lima para ser despedido. o segundo vai ter publicidade à borliú durante os próximos anos, maior procura como comentadeiro e ficará para a história como apresentador dos palhaços no circo da justiça.

  3. O nosso presidente, ao qualificar os seus poderes constitucionais de “bomba atómica” acaba por, ele próprio, menorizar o Órgão de Soberania de que é titular. Não será tal declaração uma injúria maior ao povo que o elegeu para tão difícil e exigente missão?

    Será que Sua Excelência, o Senhor Presidente da República, não entende o conceito de separação de poderes, típico de um estado democrático? E que os seus poderes de zelador — pelo regular funcionamento das instituições democráticas — têm a sua legitimidade democrática própria, assente no sufrágio universal, directo e uninominal? Não precisava o Senhor Presidente da República de pedir desculpa — pelos seus poderes — a Vítor Gaspar, Passos Coelho, à troika ou aos (manipulados) mercados. Terá, isso sim, que pedir desculpa ao povo português por não os usar quando a isso está constitucionalmente vinculado.

  4. aliás, o acto de castigar um popular com detenção, processo sumaríssimo e multa de um valor muito superior ao rendimento que aufere é um símbolo vivo da injuriosa repressão que o zé tuga é obrigado a sofrer, às mãos do poder laranja.

    O poder laranja, nestes seus tiques autoritários, mais parece saído da cabeça do turco Erdogan que do europeu Voltaire…

  5. cavaco em campanha de reeleição para chefe do pote:

    “Considero importante que crianças, jovens, pais e professores venham para a rua para defender a sua escola. É um sinal de vitalidade da nossa sociedade civil”

    http://expresso.sapo.pt/cavaco-silva-incentiva-alunos-do-privado-a-manifestarem-se=f626538#ixzz2W5jYbU92

    cavaco em estrasburgo na qualidade de chefe do pote:

    “Confesso que não gosto nada de ver os nossos jovens, as nossas crianças serem utilizadas como meios para alcançar fins. Elas não têm culpa das divergências que se verificam entre o Governo e os sindicatos”

    http://www.publico.pt/sociedade/noticia/cavaco-pede-ao-governo-que-dialogue-com-professores-para-evitar-greve-1597162

  6. o que se passa com o “escritor” miguel s.tavares,e o pobre alentejano de elvas,é a habitual justiça para pobres e a outra para ricos.

  7. desta vez o garcia pereira não apareceu na esquadra, a raquel varela não botou petição e o pcp não inventou uma campanha de solidariedade cujos resultados serviriam para custear a própria campanha. tou em crer que o homem é do partido socialista e está por conta própria.

  8. A partir de agora, Cavaco vai ser recebido em todos os sítios a que desloque com uma vaia óbvia, berrada em coro: “Vai trabalhar malandro!”

  9. ofensas graves devem ser severamente punidas…sigam a boa educação de um tal de Charrua que só chamou filho da puta a Sócrates e saiu em ombros e debaixo de uma salva de palmas…

  10. trabalho é o grande palavrão, do momento, da língua portuguesa. um paradoxo interessante se atendermos ao facto do mais de milhão de gente não estar, afinal, fodido.

    (onde surgir a palavra – falada ou escrita – deverá aparecer um pi)

  11. O aspirina b podia organizar uma colecta para o rapaz. 260 pessoas a 5€ cada e fica pago o insulto ao palhaço.

  12. Eu também apoio o Carlos Costal.

    Valupi, mãos à obra!

    São só 5 euros a cada um. Diz-nos uma conta para fazermos a transferência e organiza depois uma excursão a Campo Maior, num Sábado, para entregarmos a nossa contribuição ao amigo Carlos. Ele merece (e Campo Maior também!)!

    Estou a falar a sério. E contem comigo para animar a camionete…

  13. ah, Baltazar, mas se é para fazer a excursão da alegria e ramboiada também quero! levo pataniscas de bacalhau e rissóis de atum e frango estufado e rojões frios para meter no pão para nós. e salsichas alemãs enroladinhas em ovo para oferecer. :-)

  14. com estas subscriçoes por toda a parte,ainda vamos ter um novo capitalista,a andar de ferrari. fui muito feliz em elvas,mesmo na tropa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.