93 thoughts on “Adeus, adeus…”

  1. nao sei! estes canalhas que nos governam,esconderam 500 milhoes para comprar votos.não existem tribunais para estas burlas? puseram muito portugues a pão e agua durante 4 anos, para agora manterem as cantinas escolares abertas para alunos e familiares por causa das eleiçoes que eram para ser lixadas.uma vergonha.

  2. Aquela mãozinha do Portas de palma voltada para cima não engana ninguém!
    O fifi e tu achas que o povo não percebe ?
    No Porto o Menezes serviu porcos assados em arraiais. O povo do Porto foi lá, comeu os porcos (porque tinha fome), e depois foi votar no Rui Mordida.

  3. Parece-me uma foto de vencedores. Mas achais que depois de toda a BARRACA que os XUXAS deram, com o Tony Bosta a esquivar-se e a declinar responsabilidades, o 44 a autoliquidar-se, como se tira do acórdão que se publicou no dispensário, vocês acham que os XUXAS vão onde? A conta de telefone do Tony vai aumentar, o 44 não vai ter a quem ligar, o Seguro prefere os ovos moles de Aveiro, e vocês precisam de algo que vos mantenha a fazer exercícios de dedos. Engordaram com tanta inatividade à conta dos subsídios pagos por quem trabalha. Previsão: temos PM. A festa vai ser de arromba. Ai vai, vai.
    Unam-se, requisitem a Av.ª da Liberdade, reúnam-se à volta do Marquês ( de Pombal), chamem aquele gajo que fica sempre a olhar para as câmaras atrás da jornalista…

  4. IGNORANTEZES, o homem veste bem. Tu é que ainda não deixaste de vestir saias, porque és um cross dresser. Só não usas sapatos de salto alto porque tens joanetes. E se procurarmos melhor «samos» capazes de te ver atrás do Paulo Portas.

  5. Esta semana o Socrates já fez sair da prisão de Évora o seu espólio.
    Quem nos informa é o repórter do Correio Manholas preso dentro da cadeia.
    Isto significa que neste momento sócrates já sabe que vai para casa muito em breve (antes do dia 9 de Setembro).
    Provavelmente dia 4 de Outubro ve-lo-emos a ir votar na sua mesa de voto!

    Não consigo neste momento citar de cor mas é qualquer coisa do tipo …há no Universo muitos mais segredos do que a pobre inteligência humana consegue alcançar …

    PS: e segundo o mesmo repórter ficamos também a saber que Socrates já onderava desfazer-se da casa para pagar ao amigo pelo menos desde o “segundo mês de prisão preventiva”….

  6. nunca me enganaste. Não consegues esconder a excitação que sentes. Gostas é de falar de roupinhas e aparências. Talvez por isso gostes tanto da toga e do vestidinho preto que usas. Excelentíssima bicheza!

  7. Fifi
    O Rui Moreira não ganhou a Câmara por escrever uma coluna no JN.
    Ganhou pelo seu trabalho a frente da Associação Comercial do Porto e sobretudo pelo excelente trabalho a frente da Sociedade de Reabilitação Urbana do Porto.
    Ganhou por ser um cidadão honesto e competente do Porto. Um bocado direitolas mas ainda assim um direitolas decente e com preocupações sociais.
    E ganhou porque o Menezes é um MENTIROSO, aldrabão, corrupto, despesista, e chico-esperto, e que ainda por cima cometeu o pecado capital de querer fazer dos portuenses lorpas! Ora não há coisa que irrite mais um tripeiro que um chico-esperto que o queira fazer de Lorpa!
    Por isso o resultado só podia ser o que foi , uma humilhação!

    Recordo que o PS foi muito inteligente ao convidar o Prof Alexandre Quintanilha para cabeça de lista pelo Porto!
    E uma personalidade de enorme prestígio na sociedade civil portuense, e a palavra passa de boca em boca.
    Em Lisboa António Costa tem um trabalho na Câmara que o prestigia, e em Setúbal funcionará o voto útil a esquerda num eleitorado que tem tudo menos de estúpido.

  8. um bocado abichanados, um galã suburbano que casa com mulheres carecas, a Caterine Deneuve, o casal Calex e Rosex que com tanta pirueta e notas na cueca já parecem um número de Chip and Dale.
    E o Salazar, esse grandesissimo panasca que morreu a bater punhetas numa cadeira perneta.

  9. O gajo que passou a caixa registadora com os bens na mão, também planeava devolver tudo antes de consumar o furto…Absolvido, segundo os critérios da ética e da humanidade da JASMERDIM MORDIDA, excelentíssima licenciada e do OUTRO «Eu sou(…)».

  10. IGNATZARALHO, passas a tua vida a falar de bichas, paulettes e deneuves. Respeita a tua classe, pá. Só aqui é que falas mal delas, quando andas por perto delas, bem tentas a tua vida, mas desde que escaldaste a pila e ficaste com peles caídas, andas de roda.

    Tu bem queres uma careca, mas nenhum te liga.

    RESPEITA OS DOENTES ONCOLÓGICOS, ORDINÁRIO! Publica aí a tua foto, ó HEREGE. Aposto que tens o trombil no andar de baixo, asnaralho.

  11. SALAZAR foi um grande homem. Se fez o que dizes eu não sei, mas tu pareces estar em todos os locais, para os descreveres com tamanha precisão. Aposto que tens vídeos e não os passas aqui porque enfim, podemos ver a tua falta de prestação. Que ORDINÁRIO.

  12. Não vês mesmo nada e ainda por cima contas com o ovo no cu da galinha !
    Óptimo! Assim é que nos convém.

  13. Achei por bem, por deus, pela grei e pela verdade, transferir também para aqui:

    ”Desculpa, cegueta, mas vou por-te a questão em pratos limpos. Evitei-o sempre, mas chegou a altura em que se me manifesta imperativo.
    Que idade tens tu?
    Eu tenho sessenta e cinco anos completos, nasci em 1950.
    Penso que chegou a altura de admitirmos que existe em Portugal uma geração rasca, formada por outra geração rasca, formada por outra geração rasca, por aí fora, todas formadas na mesma escola, a do Salazarismo.
    Há actualmente pelo menos três gerações rascas formadas pela geração do Vasco Pulido Valente, o do tempo e do modo e da embalagem de consumo da Maria Cabral.
    Por sua vez, formada pela última geração do salazarismo, a do marcelismo.
    Portugal tornou-se num lugar obsceno.
    Vamos prosseguir a partir daqui, se tens coragem ou o mínimo de hombridade de me olhar nos olhos.
    Vivemos em Portugal na era da universidade católica, que é uma geração, subdividida em três ou quatro.
    Deixa-te de tretas.”

  14. Eu também. Em prol da GREI, aí vai:

    Olha, Olha, que me interessa a tua idade, CEGUETA PRUNES?
    Mozart tinha quatro anos quando escreveu uma das suas sinfonias…

    O que é que a tua idade tem que ver com o post? Senhor dono do blogue, este descomentador tá a fugir do assunto.

    ( Ok, mas deixa que te diga. De facto há gerações rascas desde pelo menos os idos tempos de Vera Cruz. Os gajos gastaram o dinheiro aos brasucas e o nosso, e a coisa começou a descambar a partir daí. Claro, vieram depois aqueles que conseguiram descrever em vasta literatura sobre trampa e moscas em Portugal. Eu «cá» não sou rasca. Nem comungo de obscenidades. Fala com o IGNATEZES que ele esclarece sobre esse concreto assumpto).

    Afónico, much?

    Mas nota, prometeste que ias ESCLARECER tudo como jurisconsulto. Incumpriste.

    Que faz isso de ti?

  15. JASMERDIM PERDIDA,

    Ansiei pela tua escola visonária e esclarecedora sobre o processo Sócrates. Diz-me: escreveste algo que eu não tenha dado conta? Diz lá, ó CEGUETA.
    Parece-me que já tinhas resolvido o caso com o pagamento do paquistanês. Conseguiste?

    Podemos fazer brainstorming, sempre choverão mais ideias e soluções. Que achas? Aviso já que não partilho de maledicência nem críticas a quem trabalha…

  16. Bem, agora com o treinador do Sporting, perito a mandar mensagens, não sei se os XUXAS ganharão alguma coisa. Nada como marketing direto, que essa coisa dos cartazes, já deu o que tinha a dar.

  17. Só dizes bacoradas, cegueta.
    Por vezes parece que vais entrar num itinerário de debate mais ou menos sério.
    Mas logo de seguida ficas nervoso e foge-te a língua para a chinela.
    A ti pode não te interessar a minha idade. É moda, agora. Mas a mim interessa-me a tua.

  18. Olha, olha, a falar de chinela. Deselegante.
    Pois fica sabendo que os teus interesses não são os meus. Mas afinal: que te ensina Aristóteles, pá?

    Nervoso ficas tu. Cumpre TU o que te ofereceste para fazer, seja, ESCLARECER e educar a favela que anda pelo dispensário. A palavra define o homem. Não é a chinela. Que rasca.

  19. JASMIM PERDIDA,

    Como tu vês tudo, já devias saber que o ovo, de facto, está na galinha. Manda aí um PAREXER dos teus, tipo Clara Ferreira Alves, em tom de Ana Gomes. Deixemos a leitura do acórdão para a Isatell moreia.

    Entretanto, vê lá se pescas mais umas febras no comício do outro.

  20. Anda por aí um cego a chamar perdidos aos outros.
    Haja alguém que o faça encontrar o cão e a bengala, já que o problema dele não vai lá com óculos, e a cirurgia laser só resolve alguns problemas orgânicos refractivos.
    ADEUS !

  21. numbejonada,acho que tem instruçao suficiente para não entrar em determinados comentarios.não baixe o nivel.

  22. Caríssima Fifi.
    Não bata mais no ceguinho! Ele há de lá chegar através da sua própria vista.
    Não acha que, com paciência e algum carinho, não teremos poder de persuasão para lhe mostrar o caminho certo, mesmo que ele não veja?
    Eu confio na natureza humana.

  23. Quando venho por aqui muito aprendo!
    Desta feita um grande apreciador de música deu-me uma alegria, descobriu-se uma nova sinfonia de Mozart! A que ele escreveu aos quatro anos! Estranho não ter lido ainda nada sobre o assunto mas, se calhar, estava junto das pautas dos Concertos para violino de Chopin, tão do agrado do Santana.
    Fica-me no entanto a dúvida se não estariam juntas com a Fenomenalogia do Ser, do Sartre, que o nosso primeiro tanto gostou de ler.
    Tanta coltura até impressiona…

  24. Ó PATAS, olha, se pegas em palavras, eu posso fazer o mesmo contigo. E garanto-te que aí é que tu impressionas pelo que não sabes e devias saber até como leigo. Deixa estar – se não foi sinfonia não interessa. Substitui por PRIMEIRA OBRA e verás que engoles o que acabaste de escrevinhar.

    Que tal? Hum?

  25. Caro Fifi, e como suponho que é de espírito XUXA, não quererá V. Ex.ª. fazer tal observação a quem inicia o linguajar em causa? P.e exemplo, a palavra NÍVEL…

  26. O Cegueta diz asneiras do tamanho do Universo e ainda faz ameaças. Tens que ajoelhar no confessionário

  27. Temos que ter paciência, Ferreira.
    Não me espantem a fera que eu amestro-a.
    Vereis as habilidades que vai ser capaz de fazer bem amestrada.
    E não faças barulho que eu já o mandei p’rá cama.

  28. CASTRETA tu mandas as tuas melgas para a cama. E amestras a JASMERDIM, CALRACHOS e companhias. O 45 é um derivativo teu.
    Olhem ATUEM EM CONFORMIDADE COM A FOTO. Passos Coelho faz um stop às massas carneiras da ESQUERDALHA. PORTAS encaminha-as com o braço direito para a DIREITA. Vá, como sois carneiros, segui as indicações. COMUNAS.

  29. Não foi nada, filho, descansa. Foi só o Ferreira que telefonou.
    Volta p’rá cama.
    Os comunas também já se foram deitar.
    Vamos por o resguardo no colchão. Já sabes o que acontece quando ficas nervoso.

  30. Ó CASTRETA, vê lá pá, com a tua idade não tens força nem para empurrar uma bola de naftalina. De certeza que consegues pôr o resguardo? olha que o meu jacto racha um iceberg ao meio, se te apanha a cara…

  31. Ó numbejonada, em primeiro dou-lhe os meus parabéns pelo heterónimo, pois reflecte uma grande verdade sobre o seu utilizador.
    Note bem, para engolir alguma coisa é necessário que ela exista, e, que eu saiba, nem a sinfonia, nem os concertos, nem o livro alguma vez existiram, daí a impossibilidade de lhe satisfazer o desejo/vontade.
    Quanto à primeira obra do menino-prodígio, apenas se sabe que está referida pelo pai como tendo sido composta aos cinco anos. Depois, confundir um pequeno andante com uma sinfonia, é bastante esclarecedor quanto aos seus conhecimentos musicais.
    É como confundir o Amazonas com o Minho, ambos são rios, ambos desaguam no Atlântico, ambos banham dois países, ambos têm peixe, mas são muito diferentes um do outro, ou estarei errado?
    Para a próxima recomendo uma leitura mais atenta da busca na Net,

  32. CAMARADA PATAS,

    Os meus parabéns também pela forma como V. Ex.ª se ilustra pela sua identidade virtual. V. Ex.ª alega saber. Diga-me: os seu conhecimento é direto ou indireto? Viveu à data ou reproduz o que lhe disseram? Também lê? Parece-me que não. Não se preocupe com a minha visão. Aprenda com a mesma.

  33. Bem me parecia. Da barriga p’ra cima és preto, da barriga p’ra baixo és branco.
    És o máximo, cegueta!

  34. fotoxupar os chispes da paulette “em pontas”, alterar a legenda para “pas des deux”, imprimir e outdoorizar em cada rotunda.

  35. Adeus, adeus…! Até breve! O Costa está a fazer tudo para não ganhar as eleiçoes! Não vai custar nada!

  36. O meu receio é se o Rio ganha as presidenciais.
    Se ganhar a coligação e o Rio, então o País vai assistir a um período negro, insuportável e muito deprimente, da classe média-baixa não fica pedra sobre pedra.
    Rio pode ser pessoalmente muito honesto mas como político é da escola medinacarreirista, tudo que dê despesa é pra entaipar e vai aparar a ortodoxia ultra-reaccionária pessoana. Tudo pelo equilíbrio orçamental, nada contra o equilíbrio das contas, vai ser o mantra.
    À esquerda e para as presidenciais, o divisionismo do costume, já vai em três candidaturas.
    Mal por mal prefiro o beatismo do Marcelo que o exacerbado radicalismo economicista do Rio.
    E de mais a mais, o Marcelo gosta de protagonismo e portanto não fará a vida tão fácil ao governo, se ganhar a coligação. São tradições que já vêm dos principados e baronatos laranjistas.
    O Santana Lopes não tem hipóteses nenhumas.
    Aliás, daria um péssimo presidente.
    Realmente o Costa parece quer quer perder as eleições, por este andar de tartaruga dificilmente lá chega.
    Tinha que propôr coisas radicalmente diferentes para conseguir atrair a enorme massa de indecisos. Perder os medos do papão dos mercados, troikas e coisas assim.

  37. A praxeologia do comentador Manojas, ao emitir um comentário inconexo, bloqueou o prolixo fluimento, que deveria ocorrer normalmentes. E assim, lamentavelmente, perturbou o normal andamento deste quadro de comentários.
    Talvez tenha acordado mal-disposto. Presumo eu.
    Custas no valor de 25 centimos. Pago eu.

  38. Non cortorbatur ordo.

    Pago eu que é barato e portanto sou generoso.

    O proprietário deste Blog tem mais que fazer e anda com a cabeça em água por causa destas creaturas virtuais que lhe acamparam na casa e lhe dessarumam a mobília toda.
    Já tentou corrigir a até operou milagres e prodígios, tais como fazer aparecer e desaparecer comentários, mas eles não têm emenda.
    Veja-se o lamentável caso do comentador escatológico, por assim dizer, cagalhão.
    A mim ainda ninguém de acusou de ter uns tomates muito grandes, assim tipo colhões de boi.
    Mas ainda vai a tempo. Aguarde e observe.
    Não perdí ainda a esperança.

  39. Este teclado dá-me cabo da pinha. Corrigo :

    NON CONTURBATUR ORDO.

    É chinês.

    Quer dizer :

    Não perturbe a ordem.

  40. Sr.Bastonário com tão ilustre designação ainda o confundem com algum derivativo. Olhe que os há por aí à solta.

  41. Sim, é verdade, confesso que tenho alguns familiares que andam por aí, inclusivé, parentes afastados, um por exemplo, o Anónimo da Costa, falou com a Caríssima Jasmim e tenho a impressão que ela ficou convencida que falou com o snr. Básico, pois que mais tarde, afirmou, ” tenho pena do snr. Básico ” . Isto foi no episódio do ilibamento, que por lapso teclário, saiu ilhamento. Uma forma do verbo ilhar, ser confinado ao exílio numa ilha. Esse meu parente, candidamente, explicou qur, ilhado foi o Napoleão. Mas esse meu parente é muito cordial e comporta-se sempre como um verdadeiro escuteiro. Nesse dia, também falou com o snr. Rocha, mas aí foi a minha conhecida Luisinha da Confeitaria Monica, especializada em brioches, foi o caso Clinton/Mónica Lewinski.
    Também foi uma conversa muito cordial essa, com o snr. Rocha, esses dois meus parentes que raro vejo, são muito pacatos.
    Já o meu primo Vicente, esse fez para aí grande desacato, não o Vicente mais ou menos de Sousa, foi o outro, esse é mais radical e causa agitação, coisa do género do Inácio, no fundo bom moço.
    Já lhe disse terminantemente para não voltar a pôr os pés aí.
    Já a Teresinha, essa está de férias.
    O Orlando, como se sabe, faleceu.
    Teve uma vida curta mas feliz. Tipo mosca da fruta. Mas é melhor assim.
    ———
    Agora com relação ao snr. Valupi, que tudo vê pelo IPelho, esse agiu com grande sabedoria e tiro-lhe o chapéu.
    Pois então tinha aqui na casa virtual uma tropa fandanga que lhe punha tudo fora do sítio, desarrumava a mobília, assaltava o bar, não o deixava dormir tranquilo, às tantas fartou-se e decidiu tomar medidas . Resultou assim, que as creaturas virtuais, começaram a dirigir-se ao camiseiro e cadê as camisas, saiam do duche e não davam com a toalha para se enxaguarem. Claro que basta substituir no texto acima, camisas e toalhas, por comentários.
    Mas foi bem pensado não haja dúvidas.
    Parece-me que ainda vai ser preciso esconder o papel higiénico, por causa de um certo comentador mais dado à escatologia, mas isso não é nada comigo, eu, ignoro.
    Mas sei que costuma atacar mais pela calada, de noitinha e é rancoroso.
    Ora, não se deve reter rancor, só faz mal à saúde.
    Para finalizar, só uma pequena clarificação, quando eu disse, não perturbe a ordem, não me estava a dirigir especificamente a si, mas sim, no sentido de, não se perturbe a ordem.
    Isso porque 25 cents são peaners e não vale a pena perder tempo com cricas.
    Só tenho pena que o tratem tão mal e lhe chamem cegueta, pois não vêm eles que é um santo, em matéria de paciência, e um comendador do Supremo Tribunal Americano Federal, em matéria de sapiência .
    Enfim, meu caro, c’est la vie .
    :-)

  42. LOL. Meu caro, bem o entendo em seu desfiar de vicissitudes neste dispensário, que carece de ser arrumado e limpo de quando em vez. Ele os há por cá que se travestem de licenciados e licenciadas em licenciosidade, matéria que não domino. Também não domino «ar evento» e, por isso, já mandei alguém instalar dentadura em certo sítio, visando, assim, controlar a produção do disparate, pelo menos, em certas matérias. Nalguns as palas encontram-se definitivamente instaladas;estão, por isso, condicionados na visão, que redefiniram segundo os seus (des)valores. Por isso, também, ocupam a 1.ª fila deste ilustre dispensário – dedicada aos distintos estúpidos.
    Melhores cumprimentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.