13 thoughts on “A virgindade provoca o cancro. Vacina-te.”

  1. Essa boca é ainda mais velha que “as putas ao poder que os filhos já lá estão”.
    Quanto ao artigo citado não diz nada que empiricamente não soubéssemos.

  2. a ciência é uma atrasada, só quando toda a gente já desconfia ou sabe é que vem dizer que sim* – vá lá que nós por aqui sempre soubémos destas coisas. As grandes inovações científicas apresentam-se como Arte primeiro, seja o Electromagnetismo, a Teoria da Relatividade, a Teoria da Evolução, e os números imaginários de Descartes…

    * é por causa daquilo dos testes de hipóteses estatísticos

  3. Valupi,

    Não vais sem resposta, meu depravado, esse gajo introduzido aí pelo link do Sabichão, esse sim!, tem-se dado bem de saúde com o aproveitamento da Grande Masturbação Europeia. Mungir qualquer teta é, para todos os efeitos e dependendo da predisposição mental do mungidor, uma actividade sexual.

    Quanto ao resto são baforadas para distrair peixotos condenados a raquitismos sexuais depois da quarta década de vida, se lá chegarem, com autorização das companhias de adubos e das farmacêuticas..

    Os “cientistas” nestes estudos saiem-se com mimos destes: meia hora de sexo “energético” (com ajuda de serrote, pesos, martelo e picareta, só pode ser) ajuda-nos a perder 11 gramas de peso. Bacorada de primeira. Se isso fosse verdade já eu era o Homem Muito Invisível que sempre ambicionei ser desde miudo!

  4. Pois sim, Zeca, também desconfiava que fosse dos anos 70 (seguramente) e 60 (muito provavelmente).
    __

    Comendador, e farás parte da campanha de vacinação?
    __

    SUBSTANTIA, esses 11 gramas de peso perdido têm de ser protegidos. Mas, às tantas, dava-te a fomeca a seguir e acabavas a ganhar 110…

  5. ora e tem que ser com amor?! não pode ser com amigos coloridos ou, sei lá, com duas mãos e muito amor-próprio…? pelo que li, basta que um gajo se venha depois de arfar um bocado. também não é assim tão difícil. falar em amor é maldade, pode gerar nos e nas mal-amadas a sensação de que até na luta contra o cancro se encontram desprotegidos. estas notícias que colocam o amor com parceiro fixo no rol das panaceias universais são uma injustiça para os solitários.

  6. dina, a que te referes com isso da “qualidade do sexo”? Estou curioso.
    __

    susana, podem ser más notícias para os solitários, mas é a verdade: só o amor salva.

  7. com certeza, mas o amor é plural. nada obriga, para a salvação, a esse amor conjugado com o sexo. que ele é bom, lindo e maravilhoso está além da discussão, mas convém tomá-lo como um extra.

  8. sim, um extra, um presente, ou algo a almejar, não uma condição para viver. e falo do amor relacional com sexo à mistura, pois era desse que se falava…

  9. My partner and I stumbled over here coming from a different web page and thought I might as
    well check things out. I like what I see so now i am following you.
    Look forward to looking at your web page repeatedly.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.