A entrevista e o entrevisto

Sócrates deu uma banalíssima entrevista a dois péssimos entrevistadores e recebeu miseráveis reacções da oposição e publicistas. Dizer que ele não pode ligar a situação nacional à crise internacional, que falhou na política económica e que não apresenta ideias novas, revela uma concepção da política que só sobrevive à custa da dissonância cognitiva. Depois desgostam-se com as sondagens, as alimárias.

Sócrates começou por ter mão no PS, um partido que estava todo minado. Conseguiu manter o Governo coeso e em passada de corrida, mesmo nas alturas em que o chão fervia e o ar queimava. Lidou com o mal português com extraordinária capacidade de gestão. Para além disto, que ultrapassa em mérito o mito cavaquista, não se vê ninguém na oposição que sequer merecesse uma Secretaria de Estado. Mas é escusado tentar explicar os factos da vida aos imbecis – o que muito nos descansa, e até consola.

11 thoughts on “A entrevista e o entrevisto”

  1. “Sócrates começou por ter mão no PS, um partido que estava todo minado, depois conseguiu manter o Governo coeso e em passada de corrida, mesmo nas alturas em que o chão fervia e o ar queimava”??????

    Mas então , o que é que é importante ? O PS , a foto de família do governo ou a governação do país ? È que a governação é péssima , corrupta , e cada dia nos afundamos mais. E não é por não haver melhor que passa a boa. Digo eu , que sou assim pro exigente , não gosto nada de caudas da europa , e não me enganam com papas e bolos.

  2. Z, também tu tens razão.
    __

    Ibn, dizes muito bem: estamos condenados à incompetência primária da oposição e corte de comentadores.
    __

    imbecil, a governação é péssima e corrupta? Diz lá onde e porquê.
    __

    Jerónimo, aprecio os teus critérios.
    __

    nuno magalhães, nada disso. Chegaste hoje a Portugal, ’tá visto.

  3. O Pulido Valente , na sua crónica de hoje do Público , dá uma visão , do mesmo assunto , de não ceguinho , Valupi.

  4. não é bem igual , V. não sei citar de memória , mas diz qualquer coisa como isto : no meio da tal de disciplina e imagem PS e socras, a realidade politíco , financeira e económica foi posta de lado ,e é mascarada como se fosse boa , ou seja , a tal de governação do país nem existe : governa para o partido , como o fez ( e voltará a fazer , com certeza) também o psd .

  5. Tens de te habituar a citar só as leituras de que te lembras. O que o Pulido Valente diz é que Sócrates consegue ser superior aos adversários apenas por ter uma forte disciplina. Nem um discurso pobre de ideias, como o dele, se deixa apanhar pois ele é coeso. É isto, e isto tem várias interpretações possíveis, como é óbvio e normal. Para o Pulido Valente, e tantos outros, é algo mau. Para Sócrates, e tantos outros, é algo bom. Para mim, o Governo de Sócrates é bom para Portugal.

  6. Valupi seriamos todos muito mais felizes se os incompetentes primários se restringissem á oposição, infelizmente não é assim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.