A blogosfera pula e avança

O nosso amigo João André voltou às lides. E já é doutor. Por extenso.

O nosso amigo Henrique Fialho abandona. Mas de uma forma que permite pensar ter ido de férias. Que tanta falta fazem aos que criam.

A Sábado lançou-se em versão digital. Lamentavelmente, sem ultrapassar uma atroz banalidade no conceito e conteúdos. O mais interessante acaba por estar na experiência de emulação dos blogues. José Mário Silva e Luis Rainha, figuras que foram desta casa, dinamizam o Blogue de Esquerda, ao lado da Ana Leonardo (que tentámos convencer a entrar no Aspirina, antes de ter aberto o seu Meditação na Pastelaria) e do Vasco M. Barreto. No Blogue de Direita, João Miranda, João Vacas, João Gonçalves e o nosso amigo Rui Castro são os artistas. Portanto, e dos dois lados, o elenco reúne bloggers prestigiados. Garantia de textos de qualidade, maturidade analítica e potencial polémico. Todavia, talvez a maior vantagem desta secção seja a captação de novos públicos para a blogosfera entre os leitores da revista. Há um desvirtuamento da independência dos autores quando servem uma marca, qualquer — e ainda pior se for um órgão de comunicação social — pelo que o espaço poderá ser frio demais para a comunidade. Também aponto como mau critério (são gostos, claro) a disparidade entre as pilas e os pipis, 7 a 1, uma correlação funesta. Seja como for, as maiores felicidades para todos.

4 thoughts on “A blogosfera pula e avança”

  1. “Há um desvirtuamento da independência dos autores quando servem uma marca, qualquer — e ainda pior se for um órgão de comunicação social —”

    LOL!

    Será um acto de contrição? Nem a ressalva te vale.

  2. Ok, então, és mesmo tontinho. Mas, repara, já sabíamos que eras mesmo tontinho; portanto, não vem novidade por aí. Se queres oferecer alguma informação útil com o teu gasto de caracteres, explica qual é o pensamento que pretendias transmitir (obviamente, pressupondo que tinhas algum, o que não é uma certeza).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.