18 thoughts on “de gradação”

  1. Exmo. Senhor Presidente da República Portuguesa
    Prof. Aníbal Cavaco Silva
    Palácio de Belém, Calçada da Ajuda, nº 11, 1349-022 Lisboa

    Tendo verificado que a maioria dos dementes e confusos deste país assentaram arraial no Blog do Catedrático da Mula-Russa, para poderem estar mais perto das palestras do Todo-Boneco (o Chui-advogado), venho por este meio pedir a V. Exa. que pressione o Governo para que dê um subsídio a este Chapitô. Assim, o espectáculo continuará e o Centro de Estudos João da Quinta poderá continuar a analisar o comportamento destes lunáticos.

  2. Alerta

    O denominado João da Quinta, também conhecido por Chico da Quarta e Jaquinzinho da Sexta, não sofre de nenhuma espécie de demência nem tem a sua lucidez toldada por nenhum sorte de confusão, tendo que ser considerado plenamente imputável. O dito indivíduo costuma apresentar-se como director de um Centro de Estudos inexistente, com o objectivo de levar domésticas idosas e viúvas a abrir-lhe a porta de casa, assaltando-as de seguida. É dissimulado e perigoso, devendo as domésticas idosas usar da maior prudência e nunca lhe franquear acesso a suas casas. É facilmente reconhecível pelo nariz coberto de derrames, as unhas sujas e a barba tingida pela nicotina. Segura as calças com um velho cinto de cabedal com uma fivela em forma de S maiúsculo.

  3. anonyme, obrigada.

    nik, ui, espero não vir a ter o mesmo contacto com o senhor. verdadeiro homem do saco.

    cláudia, conta lá qual foi o erro (e obrigada pela parte em que reiteras a apreciação).

    obrigada, fernando.

  4. Meu caro Anonyme ou Très cher Anonyme,

    ESPECTACULAR, só pode sair da boca de um luso!
    Um francês não usa isso no dia-a-dia. Dependendo da idade, do extracto social, etc. e tal, dirá:

    C’EST TROP!
    IMPRESSIONANT!
    SUPERBE!
    OH LA LA!
    INCROYABLE! (não é por nada, mas a susana vai ficar toda envaidecida)

    Diz-me lá agora se não trago a tigela cheia de palavras?

  5. Parece um passeio pelas estações do ano, através da janela do 1º andar.
    (Anonyme, a Claudia tem razão. Spectaculaire não se utiliza como interjeição. Claudia, há mais uma que se aplica bem aqui – C’est géant!)

  6. Interjeição? Santa ignorância. Spectaculaire é um adjectivo, querida, como fantastique, superbe, merveilleux ou o coloquial super. Se fosse usado como interjeição, que não é o caso, ainda lhe faltava o obrigatório ponto de exclamação. No google “c’est spectaculaire” dá 25.900 resultados. Serão todos portugas?
    Va donner le bain au chien, toi aussi!

  7. cláudia, babada, claro.

    sininho, isso ou os dias de outono a passar.

    anonyme e cláudia, vocês andam um pouco obcecadas com a higiene dos respectivos animais de estimação.

  8. Observando novamente talvez não tenhamos céu para Verão mas continuo a ver o despontar do verde primaveril e a neve a cair. Não me fico pelo Outono. Continuo no primeiro andar.
    O teu comentário deu-me a oportunidade de apreciar novamente. Generosidade, a tua :-)

    Anonyme
    J’ai une cinquième au pied de Lacs… et une chienne blanche et noire. Perdeu a cor, com tantas lavagens :-(

    Anonyme e Claudia
    A obsessão pela higiene não é nada francês

  9. L’Anonyme, en parlant de calembour, m’a donné envie de manger du camembert.

    sininho, sininho, não me venhas cá com coisas que todos os franceses cheiram a queijo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.