cinco receitas para comer maltesers

Introduzir a esfera inteira na boca e mascá-la até ao fim. É o modo vulgar.

Comê-la em pequenas dentadas, mantendo constante o ratio de chocolate e malte.

Partir a camada de chocolate com ligeiras mordidelas, de modo a soltá-la como à casca de um ovo cozido. Deixar o núcleo desfazer devagar sobre a língua.

Derreter o chocolate dentro da boca como um rebuçado. A seguir, partir o núcleo com os dentes da frente. Fazer uma pasta com estes pedaços, equilibrando mastigação e saliva.

Chupá-la e desfazê-la em simultâneo, pressionando-a contra o céu da boca. Quando quebrada, enrolá-la na língua, para sentir a mistura de sabores e o contraste de texturas. Escorrega para baixo, sem repararmos sequer que engolimos.

susana

12 thoughts on “cinco receitas para comer maltesers”

  1. Meter quatro ao mesmo tempo na boca. Mastigar toda a massa, ocupando toda a boca. Dois minutos após ter deglutido toda a mistura chocolate/núcleo, fazer um reaproveitamento e prolongar o prazer, passando a língua pelos interstícios e retirando a massa que se alojou entre a gengiva e a bochecha. Ignorar os Maltesers Brancos.

  2. Claro que a Susana é adolescente, e este post é uma delícia (além de saboroso)

    [vamos ver se desta vez a máquina deixa entrar o meu comentário, que das outras vezes embirrou comigo]

    Menina, a tua presença neste blog foi a melhor contratação dos últimos tempos!!! (sem ofensa para os anteriores parceiros) Esta aspirina estava mais tipo anti-biótico.

  3. Serei eu a única pessoa do mundo a odiar maltesers? Já no outro dia no SL cheguei as essa conclusão. Olha, a tua irmã até estava com eles vestidos!

  4. anonymous, tem que renovar o repertório: ouço esse piropo quase todos os dias.

    valupi, já experimentaste?

    emiéle, muito obrigada.
    serei então uma espécie de ultra-levure…? :)

    clara, tenho a anunciar-te que sim: és única no mundo.

  5. Aqui vai um cheirinho inspirador. Bom apetite!…

    (Come chocolates, pequena;
    Come chocolates!
    Olha que não há mais metafísica no mundo senão chocolates.
    Olha que as religiões todas não ensinam mais que a confeitaria.
    Come, pequena suja, come!
    Pudesse eu comer chocolates com a mesma verdade com que comes!
    Mas eu penso e, ao tirar o papel de prata, que é de folha de estanho,
    Deito tudo para o chão, como tenho deitado a vida.)

    Álvaro de Campos, Tabacaria

  6. então, sílvia (ou sylvia?) está como o anonymous? dê-me qualquer coisa que eu ainda não conheça.
    assim não me seduzem, vocês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.