Isabel no Aspirina B

Eles queriam gajas, mais gajas, para acabar com a ribaldaria que aqui reinava. Desde que soube que esta palavra, ribaldaria, se escreve com «i», estava mortinha por usá-la. Sorte a minha, tive logo a oportunidade de o fazer duas vezes. Convenhamos que ribaldaria, com fonema agudo, fica uma ribaldaria muito mais feminina e composta.
É tempo de remodelações e este blog não anda em desgoverno. Sendo eu uma enviada do Engenheiro José para a promoção da equidade e boicote à misoginia, venho anunciar uma das novas contratações que tornarão este espaço ainda maior.
Foi difícil convencê-la, pois trata-se da Isabel (R., na Soca), que é muito, muito boa e tem mais que fazer do que gastar-se em blogs. Mas ela, finalmente, concedeu-nos essa graça. Isabel, desculpa este texto manhoso de apresentação, mas a verdadeira, e boa, deixo-a para ti. Aliás, és tão boa, que és também pontual e até te antecipaste ao meu texto de apresentação. Haja por aqui alguém a representar condignamente as virtudes femininas.

18 thoughts on “Isabel no Aspirina B”

  1. É isso, gajas. Passou por cá um cometa chamado Vanessa Amaro que quase nada escreveu e logo desapareceu. Foi há muito, muito tempo. Depois convivemos com a Soledade Martinho Costa, mas uma série de equívocos acabou com a festa. Há uns meses, tentámos a Ana Cristina Leonardo, que nos mandou dar a grande curva e abriu a excelente Pastelaria. Logo depois, deu-se a feliz oportunidade de convidar a Susana. E agora, a Isabel. É impressão minha ou somos uns gajos com muita sorte?…

  2. Com muita sorte! Mas eu não escondo nada, Valupi: eu só quero que me concedam a pasta da Preguiça nesse vosso governo aspirínico. Eu colaboraria arduamente nesse sentido.

  3. Susana,

    Ainda bem que és a acessora para as remodelações, porque assim convidaste a Isabel certa. É que a mim ninguém me convence que os acessores do Engenheiro não fizeram uma cagada de todo o tamanho e telefonaram ao Pinto Ribeiro errado…. Mas também António ou José António vai dar ao mesmo, não vai?

  4. Olha, eu acho que é assim. O António Pinto Ribeiro é ensaísta, homem das culturas, programador da gulbenkian, O José António é advogado, dirigente do Forum Justiça e Liberdades e membro da Fundação do Berardo na qualidade de jurista.
    Das duas uma, ou este ministro é tipo shampoo amaciador e vai ASSESSORAR! o Costa na justiça enquanto despacha uns subsídios para a Cultura ou foi barraca mesmo.

  5. Mas há uma terceira via. A namorada deste António, que é José, é ja Anabela Mota Ribeiro, jornalista de televisão e que tem no curriculum uns programinhas culturais. Pode ser que tenham encarrilhado por aqui….

  6. Devia haver um comité de boas-vindas. Penso eu de que. Mas é bom haver unidade na diversidade como escrevia o meu amigo Jacinto do Prado Coelho. É muito bom.

  7. ernesta, pois. eu tinha ouvido e lido uma breve sobre a substituição. o nome levou-me logo ao outro, pois deste confesso que nunca tinha ouvido falar. o que não significa coisa alguma, pode ser muito competente. esperemos…

  8. Susana, este é bastante competente. Na sua especialidade – Direito. Ontem ouvi a notícia de nomeação na sic noticias e comecei a fazer um post, porque achei que era engano da sic. quando reparei que era mesmo o JA o ministro ficou tudo com mais graça ainda. pode não ter havido engano, mas que parece parece. De qualquer forma fica sempre a dúvida e a vontade de dar a gargalhada do ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.