Um político às direitas

Nos intervalos da escrita de roteiros e respetivos prefácios, Cavaco Silva tem dado contributos preciosos para a saúde da nossa democracia, a estabilidade política e o progresso. Tem sobretudo colocado o interesse do país, ou seja, da generalidade dos seus cidadãos, acima de qualquer outro interesse. Para além da genial ideia de dar o tiro de partida para a tomada do poder por via da mentira e do insulto por uns imbecis e incompetentes numa conjuntura extremamente delicada, que exigiria gente com extrema habilidade, conhecimento profundo da economia do país, interesse em defendê-la e experiência de negociação, veja-se como foi bem pensada a decisão de não vetar e depois de não suscitar a fiscalização preventiva de algumas normas do orçamento de 2013, mas sim a fiscalização sucessiva. Agora a incerteza paira e ameaça. Foi uma decisão a todos os títulos errada. Ou será que a ideia era mesmo deixar que a pressão da situação calamitosa das contas no início do ano (que provavelmente conheceria) atuasse sobre os juízes do Constitucional de modo a levá-los a desencantar argumentos para compatibilizar o orçamento com a Constituição, como quererá o Governo? Tudo é possível. De uma maneira ou de outra, não se recomenda uma pessoa assim tão desastrada e/ou cobarde (no primeiro caso) ou tão cínica (no segundo) para árbitro do jogo político e fator de equilíbrio. O homem é um calculista pouco inteligente, apenas centrado no seu umbigo e em proteger o seu passado. Vai pactuar com estes farsantes até ao fim.

3 thoughts on “Um político às direitas”

  1. “o PS queria que o PCP desse uma mãozinha para eleger mais 11 ou 12 candidatos à presidência da câmara de alguns concelhos”, geropiga de sousa depois de almoço

    mas o que é que gajo queria? se calhar uma coligação para manter o psd no poder. mais valia dizer que já estão coligados com a direita e que só alinhavam se lhes dessem mais vantagens para os red boys & emília girls.

    http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/politica/ps-queria-que-pcp-desse-uma-maozinha

  2. estes trapaceiros do pcp ,foram para o executivo da camara do porto já com o lider da direita eleito por duas vezes e no total de tempo que ultrapassou os 15 anos. (eng. oliveira dias e rui sá),.então não querem tambem trabalhar com os os socialistas nos mesmos termos e quiça com mais lugares? porque será?os seus militantes que tirem as devidas ilaçoes deste comportamento vergonhoso de se juntarem com a direita sempre que ela precisa para servir de muleta! basta entregar-lhes o magnifico pelouro da limpeza , para ficarem alegres e contentes. que os pariu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.