Os Bichos Carpinteiros roeram as janelas aos comentários

Com uma tocante declaração de repúdio aos insultos (realmente atrozes) que se andavam a disseminar pelas suas caixas de comentários, os soaristíssimos Bichos Carpinteiros lá encerraram as ditas cujas. Espero é que tal não fique associado ao desagradável episódio em que Joana Amaral Dias acusou, apoiada numa manchete do “24 Horas”, a sua homóloga cavaquista de mentir ao apresentar o seu currículo. É que logo surgiram comentadores a inventar que a Joana também já se deixara anunciar como “professora universitária” quando apenas é assistente, e num Instituto dirigido pelo pai, o único e inconfundível Carlos Amaral Dias.
Tricas rasteiras à parte, feio mesmo é que a ex-deputada do BE continue a espalhar pelo DN colunas deste quilate sem voltar a avisar das suas funções na campanha de Soares. Ainda fica alguém a acreditar que tantos ataques a Alegre e a Cavaco são objectivos e desinteressados…

19 thoughts on “Os Bichos Carpinteiros roeram as janelas aos comentários”

  1. É claro que com qualquer declaração de repúdio aos insultos, principalmente por parte de apoiantes de Soares, tinhas que aparecer log tu a botar faladura. Tu, o paladino da liberdade de expressão… Mas já agora explica-nos lá o que pensas dos comentários insultuosos, e como se deve lidar com eles.

    Não vou estar aqui a defender a Joana – ela que o faça se quiser, mas acho que não citas o currículo todo. Mas, já agora, tu que gostas tanto de acusar os outros: alguma vez assumiste perante os teus leitores (num post, os comentários não valem) os teus interesses nestas eleições? Alguma vez disseste para que candidato trabalhas? Não dizer isso é enganar as pessoas. E isso é muito feio.

  2. Tens uma forma curiosa de juntar as palavras em frases; mas és uma alma divertida… Olha; a forma como eles lidaram com os comentários durante meses era simplesmente não lhes ligar. O que me parece bem; sobetudo tendo em vista o tipo de comentários em questão: mesmo do piorzinho.
    Quanto aos meus “interesses”, trata-se de uma pequenina alucinação tua: julgas que se o Louçã ganhar (eheh), serei nomeado chefe da Casa Civil ou coisa similar? Deve ser do adiantado da hora.
    Se não percebes a diferença entre escrever no DN e ter um blogue, és mais tonto ainda do que pareces. E diz-me lá onde é que pára esse livro de regras que citas, que estabelece o que é que “vale” ou não.

  3. Pois: tens menos responsabilidades porque escreves no blogue e não no jornal; tens menos responsabilidades e não declaras os teus interesses porque trabalhas para o Louçã na propaganda e não para o Soares como mandatário. Não há nada como ter menos responsabilidades e apontar o dedo a toda a gente, hã?

    “virgen ofendida”, essa questão só o Luis poderá responder.

  4. Safa, que és obtuso! Não se trata de responsabilidade. Mas eu vou explicar-te como se fosses muito burro. É assim: o DN é um jornal supostamente independente e quem paga por ele não o faz para levar com paleio de propaganda disfarçado de coluna. Em campanha, sobretudo, é do interesse do próprio jornal que não surjam mal-entendidos; gente com compromissos a um dos candidatos deveria declará-lo sempre que ali escreve.
    Por outro lado, um blogue é um espaço inteiramente pessoal, grátis e sujeito apenas à ética que quem o faz. Eu, por mim, sinto-me só na obrigação de ser honesto; se não o pareço, azar.
    Por exemplo, trabalho também para a Tele2 e escrevi há uns tempos a elogiar a sua ligação por dial-up. E então? Se o serviço é mesmo como o descrevi, qual o problema?
    Eu sei que nada do que escrevo é determinado pelo meu trabalho; se não acreditas, tens sempre bom remédio.
    Mas continuas com graça.

    Adelino,
    Acertaste na mouche.

  5. Eu, que vou votar Mário Soares, acho que a Joana Amaral Dias é prejudicial para a sua campanha.
    Tanto no DN como no blog escreve coisas muito “rasteiras” e a sua presença sempre atrás de Mário Soares em todas as suas aparições públicas é simplesmente ridícula.
    Não me parece que a sua presença consiga captar o eleitorado bloquista que vê a sua atitude como uma espécie de traição. Por outro lado os seus ataques sem grande sentido a Manuel Alegre não podem deixar de desagradar ao eleitorado mais moderado.
    Alem disso já se percebeu que JAD não lida muito bem com as críticas que lhe são feitas e a questão dos comentários no blog é mais um sinal disso mesmo.

  6. Acho que a questão dos comentários é mais importante do que esta birra dos “Bichos” faz parecer:

    Um blog é um meio que vive do diálogo. Ao contrário dos artigos de jornal, os posts são conversas e serão sempre mais eficazes se forem escritos com o leitor, e não para ele.

    Acho preocupante esta tendência que há na blogosfera para os blogs da esquerda não terem caixas de comentários enquanto os blogs da direita as têm. Ora isto apenas quer dizer que a prazo a esquerda se vai tornar subalterna na blogosfera.

    Poderão dizer que os autores de esquerda são mais insultados. Aquilo que tenho visto é que respondem pior aos insultos.

    Fiz dois posts no meu blog a analisar isso, aqui e aqui.

    Agora estou à procura de blogs da esquerda bons, ou pelo menos legíveis, que tenham caixa de comentário:

    já me lembrei do vosso, e também de um caso que me parece exemplar: o “Canhoto”, onde escreve o Paulo Pedroso, sujeito aos insultos que vocês imaginam, e mesmo assim com a caixa de comentários aberta.

    Eu acho que um blog sem comentários não é um blog: é uma espécie de jornalinho “wannabe” – a não ser em casos como o “da literatura”, que faz tantos links que parece estar em conversa permanente.

  7. Mas que tipo de pessoa é essa Joana Amaral Dias que usa o 24 Horas para apoiar a sua tese.
    Pela leitura que fiz do post dela no Bicho Carpinteiro só posso concluir que ela mora num bairro social e compra a revista «Telenovelas».
    Porque quem no seu juízo perfeito vai acreditar no jornal 24 Horas?!

  8. O que se passou? Postei um comentário longo, que foi remetido para uma censura qualquer e agora não aparece aqui. Foram vocês que o rejeitaram ou alguma coisa funcionaou mal?

  9. Bom, isso agora também não interessa. O importante para mim é referir que acho uma pena haver cada vez mais blogs da esquerda sem comentários. Um blog ou é um instrumento de diálogo, ou então não passa de um jornalzinho “wannabe”: os autores do Bichos não perceberam isso, mas vão perceber quando o número de leitores diminuir para metade.

    Neste momento estou no meu blog a fazer uma lista de alternativas ao “Bichos”, para os leitores que já não sabem onde conversar.

    Sobre a atitude das pessoas que agora se fecharam em copas, escrevi aqui.

    Esta questão é, na minha opinião, mais importante que parece. Se os blogs da direita dialogarem com os seus leitores e os da esquerda não, quem é que acham que as pessoas vão ler?

  10. É esquisito: agora o vosso blog voltou a dizer que o meu comentário tinha de ser “aprovado”. Mas que disparate é este? Enfim, eu falo deste assunto no meu blog, portanto basta carregarem no meu nome.

  11. O que se pode dizer doDr. Mário Soares? É um homem sem palavra porque no aniversário dele à um ano atrás disse a uma plateia que já bastava de cargos de responsabilidade, que já bastava de política – era a vez de dar lugar aos novos.
    Passado um ano é candidato nas presidenciais com 81 anos.
    isto faz-me lembrar a mesma atitude do Dr. Oliveira Salazar que se retira por breves momentos do cargo que ocupava, logo após o final da II Guerrra Mundial, facto que criou nos sequazes que o apoiavam um sentimento de orfandade. O mesmo sucede com o Dr. Mário Soares, só que neste caso ele usou dos seus atributos como «Pai Tirano do Partido Socialista» para fazer valer a sua vontade.

  12. LJ,
    Desculpa lá, mas continuo sm fazer ideia do que se passou. Não tinha previsto este procedimento nos “settings”, mas o blogue parece ter arbítrio própio…

  13. “Desculpa lá, mas continuo sm fazer ideia do que se passou. Não tinha previsto este procedimento nos “settings”, mas o blogue parece ter arbítrio própio…Desculpa lá, mas continuo sm fazer ideia do que se passou. Não tinha previsto este procedimento nos “settings”, mas o blogue parece ter arbítrio própio…”

    Tem a ver com os niveis de defesa anti-spam. Por default esta no nivel zero. Ou seja, aceita, automaticamente todos os comentarios excepto aqueles que tem links (uma caracteristica tipica dos comentarios spam). Se baixares o nivel de seguranca para menos 1, deixaras de ter problemas, e a maioria do spam e’ correctamente detectado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.