Mensagens subliminares

contidas na famosa boca do Coelho “Que se lixem as eleições, o que interessa é Portugal”:

– Que se lixem as eleições autárquicas, o que interessa é o governo.

– Que se lixe o PEC IV, o que interessou foi saltar para o poleiro.

– Que se lixe Portugal, o que interessa é S. Bento.

– Que se lixe a Constituição, o que interessa é esmifrar a saloiada.

– Que se lixe a recessão, o que interessa é a troika.

– Que se lixe o desemprego, o que interessa é cumprir as metas do déficit.

– Que se lixe o déficit, o que interessa é o Ângelo Correia.

– Que se lixe a jornalista ameaçada, o que interessa é o Relvas.

– Que se lixe a licenciatura do Relvas, o que interessa é o Relvas.

E à noite, em Massamá:

– Que se lixem as eleições, Portugal, a Constituição, os funcionários públicos, o desemprego, o déficit, a troika, os jornalistas, o Relvas e o camandro, o que interessa é que sou o primeiro ministro desta merda.

3 thoughts on “Mensagens subliminares”

  1. Mas que tipo de discurso é que estavam à espera?
    Ai julgavam que a direita que andou a tirar os cursos com a biqueira dos sapatos iria ter um discurso de fino recorte literário?
    A vulgaridade espalha à sua volta a mediocridade, seja ele no discurso, nas ideias ou na maneira de atuar.
    O rapazola que ofereceu uma enxadazinha a uma desempregada de longa duração, que acha que não devemos ser piegas quando reclamamos das asneiras que comete, que hoje diz uma coisa e amanhã o seu contrário como se fosse a coisa mais coerente do mundo, que continua a busca desvairada das gorduras do estado com a ajuda dos seus incríveis colegas de pote mas não as conseguem encontrar, que tem estado mais preocupado em resolver os problemas económicos de gente da mesma cor do que o da generalidade dos portugueses, que não tem dinheiro para manter a Alfredo da Costa aberta mas que arranja uns cobres para os colaboradores andarem com comitivas a passear pelo mundo, poderia ter outro tipo de discursos que saissem da vulgaridade boçal?
    Não creio.

  2. E à noite, no Largo do Rato:

    – Que se lixem as eleições, Portugal, a Constituição, os funcionários públicos, o desemprego, o déficit, a troika, os jornalistas, o Relvas, o Passos e o camandro, o que interessa é que sou o líderzinho da oposição a esta merda…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.